Fita de Möbius e fractal: aproximações entre representações sociais e narrativas

Adelina de Oliveira NOVAES, Maria da Conceição Ferrer Botelho Sgadari PASSEGGI

Resumo


Com base na premissa de que o núcleo central de uma representação social é uma
narrativa, recorremos aos estudos de Jerome Bruner e de Serge Moscovici para pensar
alternativas que favoreçam mudanças de representações sociais na formação docente.
Propomos uma reflexão sobre as imagens do fractal e da fita de Möbius como
metáforas para ilustrar como entendemos as narrativas enquanto uma unidade no
núcleo de uma representação social, admitindo que elas são a um só tempo
constitutivas de representações sociais e constituídas por elas. Nesse sentido, o
recurso às narrativas como modalidade de intervenção na formação docente
permitiria, simultaneamente, operar mudanças de representações sociais e promover
a ressignificação de práticas pedagógicas.


Palavras-chave


Narrativas. Representações Sociais. Formação Docente.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Daniela Barros da Silva Freire; TEIBEL, Érica Nayla Harrich. BINJE: A contação da narrativa como

suporte para a significação da pediatria. In: PASSEGGI, M. C.; FURLANETTO, E. C.; PALMA, R. C. D. (Org.).

Pesquisa (auto)biográfica, infâncias, escola e diálogos intergeracionais. Curitiba: CRV, 2016. v. 1, p. 247-

BROCKMEIER, Jens; HARRÉ, Rom. Narrativa: problemas e promessas de um paradigma alternativo.

Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 18, n. 3, p. 525-535, 2003.

Bruner, Jerome. Atos de significação. Tradução de Sandra Costa. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

BRUNER, Jerome. Actos de significado. Tradução de Vanda Prazeres. Lisboa: Edições 70, 2008.

Bruner, Jerome. Fabricando histórias: Direito, Literatura e Vida. Tradução de Fernando L. Cássio. São Paulo:

Letra e Voz, 2014.

JODELET, Denise. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (Org.). As

representações sociais. Rio de Janeiro: UERJ, 2001.

JODELET, Denise. Loucuras e representações sociais. Petrópolis: Vozes, 2005. 391 p.

JODELET, Denise. Representações sociais e mundos de vida. Tradução de Lilian Ulup. São Paulo:

Fundação Carlos Chagas; Curitiba: PUCPress, 2017.

JOVCHELOVITCH, Sandra. Narrative, memory and social representations: a conversation between history and

social psychology. Integrative Psychological and Behavioural Science, n. 46, p. 440-456, 2012. DOI

1007/s12124-012-9217-8.

JOVCHELOVITCH, Sandra. Uma abordagem sócio-genética do núcleo central das representações sociais: o

caso da esfera pública brasileira. In: CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE REPRESENTAÇÕES

SOCIAIS, 12., 23 jul. 2014, São Paulo. Anais... São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2014. Conferência

ministrada.

JOVCHELOVITCH, S. Uma abordagem sociogenética do núcleo central das representações sociais: o caso da

esfera pública brasileira. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 29, jan./dez. 2020.

MARKOVÁ, Ivana. A mente dialógica. Senso comum e ética. Tradução de Lilian Ulup. São Paulo: Fundação

Carlos Chagas; Curitiba: PUCPress, 2017a.

MARKOVÁ, Ivana. A fabricação da teoria de representações sociais. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v.

, n. 163, p. 358-375, mar. 2017b. Disponível em:

. Acesso

em: 29 mar. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/198053143760.

MOSCOVICI, Serge. La psychanalyse, son image et son public. Paris: PUF, 1961.

MOSCOVICI, Serge. A representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

MOSCOVICI, Serge. Préface. In: MONTEIL, Jean-Marc. Éduquer et former: Perspectives psycho-sociales.

Grenoble: PUG, 1997.

MOSCOVICI, Serge. A psicanálise, sua imagem e seu público. Tradução de Sonia Fuhrmann. Petrópolis, RJ:

Vozes, 2012.

MOSCOVICI, Serge; NEMETH, Charlan Jeanne. Minority influence. In: NEMETH, Charlan Jeanne (Org.). Social

psychology: classic and contemporary integrations. Chicago: Rand McNally, 1974. p. 217-250.

NOVAES, Adelina. Por uma análise psicossocial do curso de direito. 2010. 248 f. Tese (Doutorado) –

Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica

de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em:

. Acesso em: 31

mar. 2020.

NOVAES, Adelina. Subjetividade social docente: elementos para um debate sobre “políticas de

subjetividade”. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 45, n. 156, p. 328-343, jun. 2015. Disponível em:

. Acesso

em: 29 mar. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/198053143205.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Teoria das representações sociais e narrativa autobiográfica: Pensando

formas de pesquisa e intervenção. In: ENCONTRO EM REPRESENTAÇÕES SOCIAIS, 5., 2003, Natal. Anais...

Natal: Cartgraf, 2003a. p. 9-16.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Representações sociais da escrita. Uma abordagem processual. In:

CARVALHO, Maria do Rosário de; PASSEGGI, Maria da Conceição; DOMINGOS SOBRINHO, Moisés (Org.).

Representações Sociais. Mossoró, RN: Fundação Guimarães Duque, 2003b. p. 45-59.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Le ‘mémorial de formation’, parcours de vie et symbolisation du travail

biographique. In: DELORY-MOMBERGER, C. Christine; SOUZA, Elizeu Clementino. Parcours de vie,

apprentissage biographique et formation. Paris: Téraèdre, 2009. p. 49-62.

PASSEGGI, Maria da Conceição; NOVAES, Adelina. Núcleo central e narrativa: entre permanência e mudança

das representações sociais do fazer docente. In: ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto; CUNHA, Jorge Luiz

da; BÔAS, Lúcia Villas. (Org.). Pesquisa (Auto)biográfica: diálogos epistêmico-metodológicos. Curitiba: CRV,

v. 1, p. 223-234.

SEIDMANN, Susana. Teoría de las representaciones sociales y el empleo de las narrativas en niños. In:

PASSEGGI, Maria da Conceição; FURLANETTO, Ecleide Cunico; PALMA, Rute Cristina Domingos da (Org.).

Pesquisa (auto)biográfica, infâncias, escola e diálogos intergeracionais. Curitiba: CRV, 2016. v. 1, p. 235-

VIGOTSKI, Lev Semyonovich. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

VIGOTSKI, Lev Semyonovich. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes,




DOI: https://doi.org/10.29286/rep.v29ijan/dez.10127

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


     
 
 

Fontes de Indexação:

        
 
 
 
R. Educ. Públ. Cuiabá:UFMT. Av. Fernando Corrêa da Costa, 2367, Boa Esperança. Cuiabá-MT, Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Educação, sala 02 térreo.. CEP: 78.060-900 – Telefone: (65) 3615-8466. Homepage: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica; E-Mail: rep@ufmt.br
 
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License
 
 
 

 

contador de visitantes Acessos

Design e editoração eletônica