O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DAS LICENCIATURAS NA PERSPECTIVA DE PROFESSORES SUPERVISORES

Autores

  • Camila Rinaldi Bisconsini Universidade Estadual de Londrina http://lattes.cnpq.br/2170248293311171
  • Fabiane Castilho Teixeira Universidade Estadual de Maringá
  • Ana Luíza Barbosa Anversa Universidade Estadual de Maringá
  • Amauri Aparecido Bássoli de Oliveira Universidade Estadual de Maringá

Palavras-chave:

Estágio supervisionado, Formação docente, Ensino

Resumo

O objetivo da pesquisa foi investigar a perspectiva de um grupo de professores supervisores sobre o encaminhamento do estágio supervisionado em cursos de Licenciatura. Participaram da pesquisa seis professores supervisores de seis Licenciaturas que trabalham em um colégio de aplicação pedagógica do noroeste do Paraná. O instrumento foi um roteiro de entrevista semiestruturado. Para o tratamento dos dados recorreu-se à análise de conteúdo, a partir de categorias de análise traçadas a priori de acordo com o objetivo do estudo. Os supervisores que recebem os estagiários na escola destacam fragilidades nos encaminhamentos do estágio supervisionado, especialmente no acompanhamento dos orientadores da universidade, além disso, não se sentem parte da formação inicial dos estagiários, pois assumem tarefas pontuais que não impulsionam a aproximação entre escola e universidade.

Biografia do Autor

Camila Rinaldi Bisconsini, Universidade Estadual de Londrina

Departamento de Estudos do Movimento Humano

Fabiane Castilho Teixeira, Universidade Estadual de Maringá

Departamento de Educação Física

Ana Luíza Barbosa Anversa, Universidade Estadual de Maringá

Departamento de Educação Física

Amauri Aparecido Bássoli de Oliveira, Universidade Estadual de Maringá

Departamento de Educação Física

Referências

ALMEIDA JUNIOR, José Simões de. Reflexões acerca do estágio curricular na formação do professor licenciado em teatro. Educação em revista, v. 29, n. 2, p. 43-64, jun., 2013.

ALVES, Margarida; QUEIRÓS, Paula; BATISTA, Paula. Os procesos de agenciamento e de estrutura no contexto do estágio profissional: a voz dos estudantes estagiários. In: BATISTA, Paula; GRAÇA, Amândio; QUEIRÓS, Paula. (Orgs.). O estágio profissional da (re) construção da identidade profissional em educação física. Porto, Portugal: U.PORTO, 2014.

ANDRADE, Rosana Cássia Rodrigues; RESENDE, Marilene Ribeiro. Aspectos legais do estágio na formação de professores: uma retrospectiva histórica. Educação em perspectiva, v. 1, n. 2, p. 230-252, jul./ dez., 2010.

ANVERSA, Ana Luiza Barbosa. Estágio curricular e a constituição da identidade profissional do bacharel em educação física. 168f. 2017. Tese (Doutorado em Educação Física). Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2017.

AYOUB, Eliana; PRADO, Guilherme do Val Toledo. Estágios curriculares na formação de professores de educação física: abordagens interdisciplinares. In: Anais II Congresso Internacional de Formação Profissional em Educação Física e VI Semana de Estudos e Pesquisas em Formação Profissional no Campo da Educação Física, 2012, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2012.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2011.

BATISTA, Paula. O papel do estágio profissional na (re) construção da identidade profissional no contexto da Educação Física: cartografia de um projeto de investigação. In: BATISTA, Paula; GRAÇA, Amândio; QUEIRÓS, Paula. (Orgs.). O estágio profissional da (re) construção da identidade profissional em educação física. Porto, Portugal: U.PORTO, 2014.

BENITES, Larissa Cerignoni e colaboradores. Qual é o papel do professor-colaborador no contexto do estágio curricular supervisionado na educação física? In: Anais II Congresso Internacional de Formação Profissional em Educação Física e VI Semana de Estudos e Pesquisas em Formação Profissional no Campo da Educação Física, 2012, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2012.

BISCONSINI, Camila Rinaldi; OLIVEIRA, Amauri Aparecido Bássoli de. O estágio curricular supervisionado na formação inicial para a docência: as significações dos estagiários como atores do processo. Motrivivência, v. 28, n. 48, p. 347-359, 2016.

BISCONSINI, Camila Rinaldi; FLORES, Patric Paludett; OLIVEIRA, Amauri Aparecido Bássoli de. Formação inicial para a docência: o estágio curricular supervisionado na visão de seus coordenadores. Journal of Physical Education, v. 27, n. 1, e2702, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP nº 02, de 01 de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília, DF: MEC, 2015.

CAIRES, Suzana; ALMEIDA, Leandro da Silva. Os estágios na formação dos estudantes do ensino superior: tópicos para um debate em aberto. Revista portuguesa de educação, v. 13, n. 2, p. 219-241, 2000.

CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino. Metodologia científica: para uso dos estudantes universitários. 5. ed. São Paulo: Mcgraw-hill do Brasil, 2002.

CUNHA, Maria Isabel. Lugares de formação: tensões entre a academia e o trabalho docente. In: DALBEN, Ângela e colaboradores (Orgs.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente: didática, formação de professores e trabalho docente. Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2010.

CUNHA, António Camilo. Representação do “bom” professor: o “bom” professor em geral e o “bom” professor de educação física em particular. Educação em revista, v. 11, n. 2, p. 41-52, jul./ dez., 2010.

DUBAR, Claude. A construção de si pela atividade de trabalho: a socialização profissional. Cadernos de pesquisa, v. 42, n. 146, p. 351-367, 2012.

FAJARDO, Indinalva Nepomuceno; MINAYO, Maria Cecília de Souza; MOREIRA, Carlos Otávio Fiúza. Educação escolar e resiliência: política de educação e a prática docente em meios adversos. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, v. 18, n. 69, p. 761-773, 2010.

FERNANDES, Amanda Paula; ALMEIDA JÚNIOR, Admir Soares. Aprendizagens no estágio supervisionado: produzindo novas formas e sentidos para os registros. Revista mackenzie de educação física e esporte, v. 12, n. 1, p. 53-64, 2013.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GRAÇA, Amândio. A construção da Identidade Profissional em tempos de incerteza. In: BATISTA, Paula; GRAÇA, Amândio; QUEIRÓS, Paula. (Orgs.). O estágio profissional da (re) construção da identidade profissional em educação física. Porto, Portugal: U.PORTO, 2014.

GOMES, Rúben; MESQUITA, Isabel; BATISTA, Paula. O valor das comunidades de prática na formação de treinadores: da aprendizagem individual à colaborativa. In: MESQUITA, Isabel e colaboradores (Orgs.). Investigação na formação de treinadores: identidade profissional e aprendizagem. Porto, Portugal: U.PORTO, 2016.

HAGUETTE, Teresa Maria Frota. Metodologias qualitativas na sociologia. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

MACHADO, Laêda Bezerra; SANTOS, Jaqueline Andréa. Lira Cordeiro. Escola organizada em ciclos: as representações sociais de professores considerados bem-sucedidos. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, v. 23, n. 89, p. 843-868, 2015.

MARTINY, Luis; SOUZA, Irani.; GOMES-DA-SILVA, Pierre. “Como saber se meu mundo de ideias daria certo na prática?”: o medo da docência no estágio supervisionado em educação física. Motrivivência, ano XXV, n. 40, p. 51–66, 2013.

MAZIERO, Andreza da Rosa; CARVALHO, Dalmo Gomes de. A contribuição do supervisor de estágio na formação dos estagiários. Acta scientiae, v. 14, n. 1, p. 63-75, 2012.

MESQUITA, Isabel (Org.). Investigação na formação de treinadores: identidade profissional e aprendizagem. Porto, Portugal: Sersilito-Empresa Gráfica Ltda.,2016.

MOLETTA, Andréia Fernanda e colabordaores. Estágio curricular supervisionado I: contribuições acadêmicas dos estudantes do curso de licenciatura em educação física. In: Anais II Congresso Internacional de Formação Profissional em Educação Física e VI Semana de Estudos e Pesquisas em Formação Profissional no Campo da Educação Física, 2012, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2012.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2004.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

ROSSO, Ademir José e colaboradores. Novas diretrizes curriculares nacionais para a formação de professores e algumas novas ficções na leitura da escola. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, v. 18, n. 69, p. 821-841, 2010.

SILVA, Ana Maria Costa e. Formação, percursos e identidades. Coimbra, Portugal: Quarteto, 2003.

SILVA, Hugo Leonardo Fonseca da. Planejamento escolar e legitimidade da educação física após a regulamentação da profissão: profissional - indivíduo ou professor da categoria? Revista mackenzie de educação física e esporte, v. 3, n. 3, p. 77-88, 2004.

SILVA, Luciana de Martin; MESQUITA, Isabel. A aprendizagem do treinador: um processo de aquisição, participação e transformação. In: MESQUITA, Isabel (Org.). Investigação na formação de treinadores: identidade profissional e aprendizagem. Porto, Portugal: Sersilito-Empresa Gráfica Ltda., 2016.

SOARES, Ademilson de Souza. A formação do professor da educação básica entre políticas públicas e pesquisas educacionais: uma experiência no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, v. 22, n. 83, p. 443-464, 2014.

SOUZA, Ana Paula Gestoso de e colaboradores. A escrita de diários na formação docente. Educação em revista, v. 28, n. 1, p.181-210, mar., 2012.

SOUZA NETO, Samuel de; SARTI, Flavia Medeiros; BENITES, Larissa Cerignoni. Entre o ofício de aluno e o habitus de professor: os desafios do estágio supervisionado no processo de iniciação à docência. Movimento, v. 22, n. 1, p. 311-324, 2016.

TOASSI, Ramona Fernanda Ceriotti; DAVOGLIO, Rosane Silvia; LEMOS, Vânia Maria Aita de. Integração ensino-serviço-comunidade: o estágio na atenção básica da graduação em odontologia. Educação em revista, v. 28, n. 4, p. 223-242, dez., 2012.

ZAIDAN, Samira. O caso do ensino e da formação do/a professor/a que ensina matemática. In: Anais XV Encontro de Didática e Prática de Ensino / Convergências e Tensões no Campo da Formação e do Trabalho Docente: currículo, ensino. Belo Horizonte. Belo Horizonte, MG: 2010.

ZOTOVICI, Sandra Aparecida e colaboradores. Reflexões sobre o estágio supervisionado no curso de licenciatura em educação física: entre a teoria e a prática. Pensar a prática, v. 16, n. 2, abr./jun., 2013.

Downloads

Publicado

2019-04-03

Como Citar

Bisconsini, C. R., Teixeira, F. C., Anversa, A. L. B., & Oliveira, A. A. B. de. (2019). O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DAS LICENCIATURAS NA PERSPECTIVA DE PROFESSORES SUPERVISORES. Corpoconsciência, 23(1), 75-87. Recuperado de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/7497

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)