A ADESÃO DOS ALUNOS ÀS ATIVIDADES REMOTAS DURANTE A PANDEMIA: REALIDADES DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

Autores

Palavras-chave:

Educação Física, Pandemia, Atividade Remotas, Alunos, TDICs

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar a adesão de alunos às atividades remotas no período de pandemia em três escolas públicas de Ensino Fundamental e Médio do Ceará, da Paraíba e do Rio Grande do Norte. Utilizamos uma pesquisa quantitativa, com uma amostra de 235 alunos, através de um questionário com 05 perguntas objetivas e 04 subjetivas elaboradas no GoogleDocs e enviadas aos alunos por meio da plataforma Google Classroom (CE e PB) ou Whatsapp (RN). Os achados das pesquisas foram os seguintes: dos 823 alunos que receberam o questionário, apenas 235 (29%) responderam. Se analisarmos por estado, teremos: CE (22%); RN (41%); PB (24%). Desses 235 que responderam, 149 (66,8%) relataram não terem dificuldades com as atividades remotas. Conjecturamos que a desigualdade social e/ou tecnológica/digital contribui significativamente para a falta de acesso dos questionários, como também, as devolutivas pelos alunos das atividades remotas enviadas pelas escolas.

Biografia do Autor

Antonio Jansen Fernandes da Silva, Secretaria de Educação Municipal de Fortaleza e Secretaria de Educação do Estado do Ceará.

Possui graduação em Educação Física pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2007), especialista em Educação Física Escolar pela Faculdades Nordeste (2009) e Treinamento Esportivo pela Universidade Estadual do Ceará (2012), mesrtre em Educação Física Escolar pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Membro do Grupo de Pesquisa em Educação Física Escolar - SABERES EM AÇÃO, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes da Universidade Federal do Ceará IEFES/UFC e do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Corpo e Cultura de Movimento, vinculado a Universidade Federal do Rio Grande do Norte - GEPEC/UFRN. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase na Educação Física Escolar.

Bryan Kenneth Marques Pereira, Secretaria de Educação do Município de Patos (PB) e Secretaria de Educação do Município de Itaporanga (PB).

Graduado em Educação Física pela Universidade Estadual da Paraíba - UEPB (2013), especialista em Treinamento Desportivo pela Universidade Candido Mendes - UCAM (2014) e mestre em Educação Física pelo Programa de Mestrado Profissional em Rede Nacional - PROEF/UFRN (2020). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Corpo e Cultura de Movimento, vinculado a Universidade Federal do Rio Grande do Norte - GEPEC/UFRN.

Jorge Alexandre Maia de Oliveira, Secretaria de Educação do Estado do Rio Grande do Norte e Secretaria de Educação do Município do Encanto (RN).

Atualmente possui graduação em Educação Física na modalidade de licenciatura plena pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2012). Especialista na área de fisiologia do exercício e biomecânica do movimento pela Faculdade Internacional do Delta, Mestre em Ciências da Educação pelo Instituto Superior de Educação Profª. Lúcia Dantas - ISEL (2016), Mestre do Programa de Pós-graduação em Educação Física em Rede Nacional UNESP/UFRN. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Corpo e Cultura de Movimento, vinculado a Universidade Federal do Rio Grande do Norte - GEPEC/UFRN.

Aguinaldo Cesar Surdi, Docente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN

Graduação em Educação Física, pela Universidade Federal de Santa Maria (1995); Graduação em Filosofia, pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (2004); Mestrado em Educação Física, pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008) e Doutorado em Educação Física, pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014). Docente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, no Departamento de Educação Física. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFRN e do Mestrado Profissional em Educação Física em Rede (PROEF-UNESP). Membro dos Grupos de Pesquisa, Corpo e Cultura de Movimento (GEPEC) e Corpo, Saúde e Ludicidade.

Allyson Carvalho de Araújo, Docente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN

Professor permanente do Programa Pós-Graduação em Educação Física (PPGEF-UFRN), na área de concentração "Movimento Humano, Cultura e Educação" e do Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação Física em Rede (PROEF-Pólo Natal). É vice-líder do Grupo de estudos e pesquisa em Corpo e Cultura de Movimento (GEPEC), membro do Grupo de Pesquisas Transdisciplinar em Comunicação e Cultura (Marginália) e Coordenador do Laboratório de Estudos em Educação Física, Esporte e Mídia (LEFEM)

Referências

ALMEIDA, Lília Bilati de e colaboradores. O retrato da exclusão digital na sociedade brasileira. Journal of information systems and technology management, v. 2, n. 1, p. 55-67, 2005.

AUSUBEL, David Paul. A aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982.

BAUMAN, Zygmunt. Tempos líquidos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007.

BETTI, Mauro. A versão final da base nacional comum curricular da educação física (ensino fundamental): menos virtudes, os mesmos defeitos. Revista brasileira de educação física escolar, v. 1, n. 4, p. 156-175, 2018.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Brasília, 1988.

______. Secretarias Estaduais de Saúde. Portal Coronavírus. Disponível em: <https://covid.saude.gov.br/>. Acesso em: 10 de junho de 2020.

______. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares nacionais da Educação Básica. Secretaria de Educação Básica. Conselho Nacional da Educação. Câmara Nacional de Educação Básica. Brasília, DF: MEC, SEB, DICEI, 2013.

BUZATO, Marcelo El Khouri. Novos letramentos e apropriação tecnológica: conciliando heterogeneidade, cidadania e inovação em rede. In: RIBEIRO, Ana Elisa e colaboradores (Orgs.). Linguagem, tecnologia e educação. São Paulo: Peirópolis, 2010.

EUROPEAN CENTRE FOR DISEASE PREVENTION AND CONTROL. Considerations relating to social distancing measures in response to the COVID-19 epidemic. 2020 (March).

HEINSFELD, Bruna Damiana; PISCHETOLA, Magda. Cultura digital e educação, uma leitura dos estudos culturais sobre os desafios da contemporaneidade. Revista ibero-americana de estudos em educação, v. 12, n. esp. 2, p. 1349-1371, 2017.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD. Rio de Janeiro: Diretoria de Pesquisas, 2018.

KENSKI, Vani Moreira. Educação e tecnologia: o novo ritmo da informação. Campinas, SP: Papirus, 2007.

KLEMANN, Miriam Noering; RAPKIEWICZ, Clevi Elena. Pesquisa-ação para a inclusão digital de professores e alunos: um projeto piloto usando o Google Docs. Novas tecnologias na educação, v. 9, n. 2, p. 1-10, 2011.

MINAYO, Maria Cecília Souza. O desafio do conhecimento. São Paulo: Hucitec, 2013.

MORAES, Raquel de Almeida; PEREIRA, Eva Waisros. A política de educação a distância no Brasil e os desafios na formação de professores na educação superior. In: SEMINÁRIO DO HISTEDBR, 8, 2009. Anais... Campinas, SP, Unicamp, 2009. Disponível em: <http://www.histedbr.fe.unicamp.br/acer_histedbr/seminario/seminario8/caderno_resumo.pdf>. Acesso em: 12 de maio de 2020.

PEREIRA, Bryan Kennedy Marques. Educação na era digital: relato de experiência sobre as conectividades pedagógicas nas aulas de Educação Física. 2020. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação Física em Rede Nacional) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1989.

RIO GRANDE DO NORTE. Instrução normativa nº 01/2020 – CEE/SEEC – RN, de 05 de abril de 2020.

SANTOS, Souza Edvalter. Desigualdade social e inclusão digital no Brasil. 228f. 2006. Tese (Doutorado em Planejamento Urbano e Regional). Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

SENHORAS, Eloi Martins. Coronavírus e educação: análise dos Impactos Assimétricos. Boletim de conjuntura (BOCA), ano II, v. 2, n. 5, 2020.

SENHORAS, Eloi Martins; PAZ, Ana Cecília de Oliveira. Livro eletrônico como meio de desenvolvimento institucional da Universidade Federal de Roraima. In: SENHORAS, Eloi Martins (Org.). Educação no século XXI: tecnologias. Belo Horizonte, MG: Poisson, 2019.

Downloads

Publicado

2020-07-23

Como Citar

Silva, A. J. F. da, Pereira, B. K. M., Oliveira, J. A. M. de, Surdi, A. C., & Araújo, A. C. de. (2020). A ADESÃO DOS ALUNOS ÀS ATIVIDADES REMOTAS DURANTE A PANDEMIA: REALIDADES DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR. Corpoconsciência, 24(2), 57-70. Recuperado de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/10664