A utopia como atributo da educação emancipatória

Autores

DOI:

10.29286/rep.v30ijan/dez.7777

Palavras-chave:

Utopia. Racionalidade. Emancipação. Educação emancipatória.

Resumo

Este ensaio reflete sobre ideais pedagógicos da educação moderna, herdados da filosofia Iluminista, como baliza para a formação cidadã, crítica e transformadora na atualidade. Trata das bases educacionais que fundam a emancipação e a utopia e que visam concretizar a autonomia do sujeito como agente de uma sociedade livre, justa e igualitária. A discussão é subsidiada por incursos teórico-hermenêuticos como metodologia compreensivo-interpretativa, fundamentada nas categorias habermasianas de sociedade e razão, para reconhecer a educação como um fenômeno universal e permanente, que aglutinou pluralidades de perspectivas (dialéticas) que moldaram o entendimento sobre seu conceito e sua missão histórico-social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Washington de Morais MEDEIROS, Instituto Federal da Paraíba (IFPB)

Doutor em Educação e docente do Mestrado Profissional Em Educação Profissional e Tecnológica da Instituto Federal da Paraíba – IFPB. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação Gestão em Organizações Aprendentes (PPGOA), da Universidade Federal da Paraíba – UFPB.

Edna Gusmão de Góes BRENNAND, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Doutora em Sociologia e docente do Programa d Pós-graduação em Educação da Universidade Federal da Paraíba - UFPB.

Referências

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede – a era da informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, 1999, v. 1.

HABERMAS, Jürgen. Entre naturalismo e religião: estudos filosóficos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2007 (Coleção Biblioteca Colégio do Brasil, 14).

HABERMAS, Jürgen. Diagnósticos do tempo: seis ensaios. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2005.

HABERMAS, Jürgen. A ética da discussão e a questão da verdade. São Paulo: Martins Fontes, 2004a.

HABERMAS, Jürgen. Verdade e justificação: ensaios filosóficos. São Paulo: Loyola, 2004b. (Coleção Humanística).

HABERMAS, Jürgen. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003 (Biblioteca Tempo Universitário, 84: Estudos Alemães).

HABERMAS, Jürgen. Teoria de la acción comunicativa: crítica de la razón funcionalista. Madrid: Taurus, 2001, v 2.

HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade. Lisboa: Dom Quixote, 2000.

HABERMAS, Jürgen. Teoria de la acción comunicativa: racionalidad de la acción y racionalización social. Madrid: Taurus, 1999, v. 1.

HABERMAS, Jürgen. Técnica e ciência como ideologia. Lisboa: Edições 70, 1997. (Coleção Biblioteca de Filosofia).

HABERMAS, Jürgen. Pensamento pós-metafísico. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1990.

HABERMAS, Jürgen. Para o uso pragmático, ético e moral da razão prática. Estudos Avançados. São Paulo: USP, v. 3, n 7, set./dez., 1989.

HABERMAS, Jürgen. Conhecimento e interesse. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.

HABERMAS, Jürgen. A crise de legitimação no capitalismo tardio. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1980.

KANT, Immanuel. Resposta à pergunta: o que é esclarecimento? In: Textos seletos. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1985.

NOVAES, Adauto. A crise da razão. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

Downloads

Publicado

2021-04-19

Como Citar

MEDEIROS, J. W. de M.; BRENNAND, E. G. de G. . A utopia como atributo da educação emancipatória. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 30, n. jan/dez, p. 1-20, 2021. DOI: 10.29286/rep.v30ijan/dez.7777. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/7777. Acesso em: 26 jul. 2021.