CONHECIMENTO DE ESCOLARES DO ENSINO MÉDIO SOBRE A ASSOCIAÇÃO DE FATORES DE RISCO RELACIONADOS A DOENÇAS CRÔNICAS

Cleiton Cardoso, Thiago Borges, Airton José Rombaldi, Leandro Quadro Corrêa

Resumo


O objetivo do estudo foi avaliar o nível de conhecimento de alunos do 3º ano do Ensino Médio de um município do sul do Brasil sobre a associação de quatro fatores de risco (sedentarismo, tabagismo, consumo exagerado de álcool e alimentação inadequada) relacionados ao surgimento de oito doenças crônicas (diabetes mellitus, hipertensão, AIDS, osteoporose, câncer de pulmão, depressão, cirroses e infarto agudo do miocárdio). Foi realizado um estudo exploratório de caráter transversal, incluindo 76 escolares. As associações mais prevalentes foram do sedentarismo com infarto agudo do miocárdio; tabagismo com câncer de pulmão; consumo excessivo de álcool com cirrose hepática e alimentação inadequada com diabetes e também sobre a falta de relação entre sedentarismo e cirrose hepática; tabagismo e alimentação inadequada com Aids. Novas políticas públicas escolares são necessárias para aumentar o conhecimento sobre temas relacionados à saúde, o que pode implicar na prevenção de doenças crônicas.


Palavras-chave


Saúde, escolares, doença crônica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Corpoconsciência

Revista Corpoconsciência

Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Mato Grosso - FEF/UFMT

Avenida Fernando Correa da Costa, 2367, Boa Esperança, Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, CEP 78060-900

E-mail: ecmmoreira@uol.com.br