PROTEÇÃO SOCIAL E SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL CONTEMPORÂNEO: O SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EM PERSPECTIVA

Autores

  • Thaíse Seixas Peixoto de Carvalho
  • Carina Berta Moljo Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Proteção Social, Assistência Social, Sistema Único de Assistência Social, Serviço Social

Resumo

O presente artigo trata sobre o Sistema de Proteção Social no Brasil, privilegiando o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), e, destacando a Proteção Social Especial. Analisamos as possibilidades, limites e desafios trazidos pelo SUAS enquanto política de proteção social para o exercício profissional do assistente social na cena contemporânea.

 

PROTECCIÓN SOCIAL Y TRABAJO SOCIAL EN EL BRASIL CONTEMPORÁNEO: EL SISTEMA ÚNICO DE ASISTENCIA SOCIAL EN PERSPECTIVA

Resumen: El presente artículo trata sobre el Sistema de Protección Social en el Brasil, privilegiando el Sistema único de Asistencia Social, destacando la Protección Social Especial.  Analizamos las posibilidades, límites y desafíos que el SUAS, como política de protección especial trae para el ejercicio profesional del trabajador social en la escena contemporánea.

Palabras claves: Protección Social. Asistencia Social. Sistema Único de Asistencia Social. Trabajo Social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaíse Seixas Peixoto de Carvalho

Possui graduação em Serviço Social pelo Centro de Ensino Superior de Conselheiro Lafaiete/ CES-CL (2006), Especialista em Administração e Planejamento de Projetos Sociais e em Atendimento Integral à Família pela Universidade Veiga de Almeida e mestrado em Serviço Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2016)

Carina Berta Moljo, Universidade Federal de Juiz de Fora

Licenciada en Trabajo Social pela Universidade Nacional de Rosario, Argentina, Mstrado, Doutorado e Pós-Doutorado em Serviço Social PUC_SP, Professora Associada da UFJF. Pesquisadora CNPq

Referências

BOSCHETTI, I. Seguridade social no Brasil: conquistas e limites à sua efetivação. Serviço Social: Direitos Sociais e Competências Profissionais. Brasília: CFESS, 2009

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1988.

______. Política Nacional de Assistência Social. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Brasília, 2005.

______. Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS). In: Coletânea de Leis. Conselho Regional de Serviço Social-6ª Região. 4 ed. Belo Horizonte: CRESS, 2006b.

______. Capacita SUAS Caderno 1 (2013), Assistência Social: Política de Direitos à Seguridade Social/Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Centro de Estudos e Desenvolvimento de Projetos Especiais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasília: MDS, 2013.

CARVALHO, M. C. B. A priorização da família na agenda da política social. In: CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO (CFESS), O trabalho do/a Assistente Social no Suas: seminário nacional. Gestão Atitude Crítica. Brasília: CFESS, 2011.

______. Parâmetros para Atuação dos Assistentes Sociais na Política de Assistência Social. Brasília, DF: CFESS, 2015. (Reimpressão, Série: Trabalho e projeto profissional nas políticas sociais).
CRUS, J. F., ALBUQUERQUE, S. A. O Sistema Único de Assistência Social – SUAS, In: NUPASS, AVRITZER, L. (coord.) Cadernos de Assistência Social: trabalhador. Belo Horizonte: NUPASS, 2006. p. 79-94.

GUERRA, I. A dimensão técnico-operativa do exercício profissional. SANTOS. CM dos; BACKX, S; GUERRA, Y.(Org). A dimensão técnico-operativa do serviço social: desafios contemporâneos. 2. ed. Juiz de Fora: UFJF, p. 45, 2013.

HELLER, Agnes. O cotidiano e a história. São Paulo: Paz e Terra, 1987.

HORA, S. S. O Serviço Social e as condições de trabalho no Suas: tensões e desafios à materialização do projeto profissional. Revista Em Pauta. V. 13, n. 36, p. 155-177, 2016.

IAMAMOTO., M V Mundialização do capital, “questão social” e Serviço Social no Brasil. In: Revista em Pauta: teoria social e realidade contemporânea. Mundialização, Resistência e Cultura. Nº. 21, Rio de Janeiro: Faculdade de Serviço Social - UERJ, julho 2008, pp. 117-139

________. O debate contemporâneo do Serviço Social e a ética profissional. In: BONETTI, D. A. (org). Serviço Social e Ética: convite a uma nova práxis. 4.ed. São Paulo: Cortez, 2001

________. Serviço Social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. – 9.ed. – São Paulo: Cortez, 2015.

______; CARVALHO, R. de. Relações sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 17. Ed. São Paulo: Cortez, 2005.

IPEA. Políticas Sociais: Acompanhamento e Análise. Brasília: IPEA, n. 13, 2007.
JACCOUD, L. Proteção Social no Brasil: Debates e Desafios. In: Concepção e gestão da Proteção Social não Contributiva no Brasil. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; UNESCO, 2009. p. 57-86.

MOLJO, C. B. Et al. Serviço Social e Assistência Social: uma análise a partir dos parâmetros para a atuação do Assistente Social na Política de Assistência Social. In: MOLJO, C.; SANTOS, C. M. (Org.). Serviço Social e Questão Social: Implicações no mundo do trabalho e no exercício profissional do assistente social em Juiz de Fora. Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2014. p.153 – 176.

NETTO, J.P. A construção do Projeto Ético-Político contemporâneo. In: Capacitação em Serviço Social e Política Social. Modulo 1. Brasília: CEAD/ABEPSS/CFESS, 1999.

______. Ditadura e serviço social: uma análise do serviço social no Brasil pós-64. – 16. ed.– São Paulo: Cortez, 2008

SPOSATI, A. Modelo brasileiro de proteção social não contributiva: concepções fundantes. In: Concepção e gestão da Proteção Social não Contributiva no Brasil. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; UNESCO, 2009. p. 13-56.

YAZBEK, Maria C. O significado sócio-histórico da profissão, In: Serviço Social: Direitos Sociais e Competências Profissionais, Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009b. p. 1-21.

______. Sistema de proteção social brasileiro: modelo, dilemas e desafios. Brasília: MDS, 2010.

Downloads

Publicado

2018-01-31