"NÃO FALE EM CRISE, TRABALHE" - SOBRE A IDEOLOGIA DO TRABALHO

Autores

  • Pablo Biondi pablobiondi@gmail.com
    Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Crise do capital, Ideologia, Trabalho.

Resumo

Nosso propósito com o presente artigo é analisar o conceito de ideologia como uma forma social e histórica, tal como as formas jurídicas e estatais no capitalismo, e usar essa perspectiva para identificar como uma derivação concreta desta categoria, que poderíamos nominar como “ideologia do trabalho”, produz uma “autossujeição” na classe trabalhadora, um tipo de dominação que é concebível apenas sob o sistema social capitalista. Também é um objetivo compreender como o que chamamos de “ideologia do trabalho”, ao operar de uma maneira particular, confunde a classe trabalhadora e eleva a sua disciplina de trabalho, especialmente durante períodos de crise econômica, fornecendo condições para elevar as taxas de exploração. Certamente, um estudo dessa natureza só pode ser realizado por meio da metodologia marxista, e particularmente na perspectiva das formas sociais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pablo Biondi, Universidade de São Paulo

Doutor e mestre em Direito, na área de concentração de direitos humanos, pela Universidade de São Paulo. Membro do grupo de pesquisa "Direitos humanos, centralidade do trabalho e marxismo", da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Advogado na área de direitos humanos.

Referências

ALTHUSSER, L. A favor de Marx, 2.ª ed. Tradução de Dirceu Lindoso. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

______. Aparelhos ideológicos de Estado: nota sobre os aparelhos ideológicos de Estado. Tradução de Walter José Evangelista e Maria Laura Viveiros de Castro. São Paulo: Graal, 2007.

DOUGLASS, F. The Essential Douglass: selected writings and speeches. Edited by Nicholas Buccola. Indianapolis: Hackett Publishing Company, 2016.

EAGLETON, T. Ideology: an introduction. London: Verso, 1991.

EDELMAN, B. Le droit saisi par la photographie: élements pour une théorie marxiste du droit. Paris: Flammarion, 2001.

ENGELS, F.; KAUTSKY, K. O socialismo jurídico. Tradução de Lívia Cotrim e Márcio Bilharinho Naves. São Paulo: Boitempo, 2012.
GRESPAN, J. O negativo do capital: o conceito de crise na crítica de Marx à economia política. 2.ª ed. São Paulo: Expressão Popular, 2012.

HIRSCH, J. Teoria materialista do Estado: processos de transformação do sistema capitalista de Estado. Tradução de Luciano Cavini Martorano. Rio de Janeiro: Revan, 2010.
JAPPE, A. As aventuras da mercadoria: para uma nova crítica do valor. Tradução de José Miranda Justo. Lisboa: Antígona, 2006.

KASHIURA JR., C. Apontamentos para uma crítica marxista da subjetividade moral e da subjetividade jurídica. In: KASHIURA JR., C.; AKAMINE JR., O.; MELO, T. (orgs.). Para a crítica do direito. São Paulo: Outras Expressões; Dobra, 2015.

LAFARGUE, P. Le droit à la paresse. Paris: Mille et une nuits, 2000.

LOCKE, J. Segundo tratado do governo civil: ensaio sobre a origem, os limites e os fins verdadeiros do governo civil. 3.ª ed. Tradução de Magda Lopes e Marisa Lobo da Costa. Petrópolis: Vozes, 2001.

MARX, K. O capital: crítica da economia política: l. I, v. II, 23.ª ed. Tradução de Reginaldo Sant’Anna. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009.

MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã: crítica da mais recente filosofia alemã em seus representantes Feuerbach, B. Bauer e Stirner, e do socialismo alemão em seus diferentes profetas. Tradução de Rubens Enderle, Nélio Schneider e Luciano Cavini Martorano. São Paulo: Boitempo, 2007.

NAVES, M. A questão do direito em Marx. São Paulo: Outras Expressões; Dobra, 2014.

PACHUKANIS, E. A teoria geral do direito e o marxismo. Tradução de Silvio Donizete Chagas. São Paulo: Acadêmica, 1988.

POSTONE, M. Tempo, trabalho e dominação social: uma reinterpretação crítica de Marx. Tradução de Amilton Reis e Paulo Cézar Castanheira. São Paulo: Boitempo, 2014.


RUBIN, I. A teoria marxista do valor. Tradução de José Bonifácio de S. Amaral Filho. São Paulo: Polis, 1987.

SAMPEDRO, F. A teoria da ideologia de Althusser. Tradução de Márcio Bilharinho Naves. In: NAVES, M. (org.). Presença de Althusser. Campinas: Unicamp, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, 2010.

VOLOSINOV, V. Marxism and the philosophy of language. Translated by Ladislav Matejka and I. R. Titunik. New York: Seminar Press, 1973.

Downloads

Publicado

2017-01-01

Como Citar

BIONDI, P. "NÃO FALE EM CRISE, TRABALHE" - SOBRE A IDEOLOGIA DO TRABALHO. REVISTA DIREITOS, TRABALHO E POLÍTICA SOCIAL, [S. l.], v. 3, n. 4, p. 90–110, 2017. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/rdtps/article/view/8799. Acesso em: 14 abr. 2024.