ESTUDO DA POSSIBILIDADE DE IMPLANTAÇÃO DE UMA GESTÃO PARTICIPATIVA EM UMA LOJA DE VAREJO NA CIDADE DE JUAZEIRO/BA

Carmicelia Fidiel Dos Santos Cajuí, Patricia Emanuelle Araujo, Mercia Maria da Silva Souza, Florisvaldo Cunha Cavalcante Junior

Resumo


A gestão participativa, um tema pouco adotado no âmbito empresarial que é o processo de tomadas de decisão sobre a administração das organizações, contribui para as melhorias no ambiente de trabalho, onde os gerentes participam das decisões junto com os gestores da empresa. Assim, o artigo apresenta como objetivo analisar a possibilidade da gestão participativa para o desempenho das atividades em loja de varejo na cidade de Juazeiro Bahia. Conhecer a gestão participativa nesse estudo de caso é expor comparações entre as ideias dos gestores com os gerentes. O presente trabalho foi desenvolvido através de uma pesquisa bibliográfica e descritiva, aplicando assim um questionário de 8 questões para 3 gestores e 11 gerentes, onde foi evidenciado através da pesquisa que a empresa tem interesse na implantação da gestão participativa para a melhoria do   desempenho das atividades na organização. Conclui-se que para a implantação da gestão participativa requer mudanças de comportamentos não só da chefia, mas também de todos os gerentes vale ressaltar que tomar iniciativa, agir, discutir, questionar e sugerir devem ser ações espontâneas e voluntárias, portanto, sem adequação na empresa não há possibilidade de uma gestão participativa.


Palavras-chave


Gestão participativa. Decisões. Implantação.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


BORDENAVE, J. E. D. O que é participação. São Paulo: Brasiliense, 1983.

CERVO, Amando Luiz. Metodologia Científica. 6ª ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

CHIAVENATO, Idalberto. Gerenciando com as pessoas: Transformando executivo em excelente Gestor de Pessoas. 5ª ed. São Paulo: Manole, 2015.

DO AMARAL VÍCTOR, Andressa; COSTA BRYTO, Klêner Kleni. A contribuição da liderança e suas estratégias motivacionais para obtenção de resultado: O caso da Microlins Castanhal-PA. Revista de Administração e Contabilidade - RAC, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 1-16, jun. 2019. ISSN 2358-1948. Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2020.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4ª ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GUEDES LIMA, José Luis; COSTA BRYTO, Klêner Kleni. O aumento da produtividade das equipes da Estácio do Pará: as estratégias de liderança, impulsionando o crescimento das equipes. Revista de Administração e Contabilidade - RAC, [S.l.], v. 5, n. 10, p. 96-129, dez. 2018. ISSN 2358-1948. Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2020.

KANAANE, R. Comportamento humano nas organizações: o homem rumo ao século XXI. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

LERNER, Walter. Organização participativa. Mais uma poderosa tecnologia na busca da competitividade. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 1996.

MARANALDO, D. Estratégia para a competitividade. 2° ed. São Paulo: Produtivismo, 1989.

MAXIMIANO, A. C. A. Além da hierarquia: como implantar estratégias participativas para administrar a empresa enxuta. São Paulo: Atlas, 1995.

MAXIMIANO, Antônio Cesar Amaru. Teoria geral da administração: da escola cientifica à competitividade na economia globalizada. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 2000.

MAXIMINIANO, Antônio Cesar Amaru. Introdução a administração: 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2000.

ROBBINS, S.P. Comportamento organizacional. 9. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002.




DOI: https://doi.org/10.30781/repad.v4i2.10223

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário

Direitos autorais 2020 Carmicelia Fidiel Dos Santos Cajuí, Patricia Emanuelle Araujo, Mercia Maria da Silva Souza, Florisvaldo Cunha Cavalcante Junior

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Estudos e Pesquisas em Administração - Repad

ISSN 2594-7559

Qualis/Capes (2017-2020): Estrato B4

Universidade Federal de Mato Grosso

Campus Universitário de Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil

Curso de Administração