O papel da universidade pública: práticas de formação e gestão em contexto

Autores

  • Ricardo Antonio Castaño GAVIRIA rcastanog@gmail.com
    Universidade de Antioquia e Grupo de Estudos e Pesquisa em Política e Formação Docente

DOI:

10.29286/rep.v28i68.8399

Palavras-chave:

Universidade Pública. Gestão Educacional. Currículo. Formação docente.

Resumo

ResumoNeste texto se procura colocar em questão a Universidade Publica nestes tempos, seu papel na sociedade e seu projeto político pedagógico. As questões de pertinência e modelo pedagógico e curricular atendem os planos da gestão educacional universitária e tem relação com os processos de formação profissional docente e a capacidade de ajustes nos currículos nos contextos de territórios. Também se coloca aqui a importância e o compromisso dos programas de pós-graduação na consolidação do projeto educativo universitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Antonio Castaño GAVIRIA, Universidade de Antioquia e Grupo de Estudos e Pesquisa em Política e Formação Docente

Sociólogo, Ms. em Motricidade e Desenvolvimento Humano. Universidade de Antioquia Colômbia. Doutor em Educação e Contemporaneidade. Universidade do Estado da Bahia- Brasil. Pós-doutorado em Educação no PPGE-UFMT, Universidade Federal de Mato Grosso. Membro dos grupos de pesquisa em Antropologia Pedagógica e Histórica. Formaph, Universidade de Antioquia e Grupo de Estudos e Pesquisa em Política e Formação Docente, IE-UFMT.

Referências

BONAFÉ, J. Enseñar en la Universidad Pública. Sujeto, conocimiento y poder en la Educación Superior. Revista Aula de Encuentro, Universidad de Jaén, n. especial, 2012.

DUSSEL, I. Gestión y desarrollo curricular en América Latina. Ponencia presentada en el contexto de la Segunda Reunión del Comité Intergubernamental del Proyecto. Regional de Educación para América Latina y El Caribe (PRELAC).

Santiago de Chile, 11 al 13 de mayo de 2006. Oficina Regional de Educación de

la UNESCO para América Latina y el Caribe. OREALC/UNESCO Santiago.

GENTILI, P. La Universidad, espacio para pensar la sociedad, 2015.Acesso em:

http://www.udea.edu.co/wps/portal/udea/web/inicio/udea-noticias/udea-noticia.

GÓMEZ, L; MARTÍNEZ, L; JÓDAR, F. Psicologia, identidade e política nas tecnologias de governo neoliberais. Barcelona: Editorial Universidad Autónoma de Barcelona, 2006.

IBARRA COLADO, E. La Universidad en México hoy: Gubernamentalidad

y modernización. México: Universidad Nacional Autónoma de México, 2001.

MÚNEVAR, R. y QUINTERO, J. Investigación pedagógica y formación del profesorado. Revista Iberoamericana de Educación, Madrid, 025, 45-52, 2000.

OROZCO, L. Los intereses etico-politicos en la investigación. Elementos para una discusión. Avaliação: revista da avaliação da educação superior, Campinas, 27- 42 artigo, 2007. Acesso em: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772007000400002.

SANTOS, B. La Universidad en el siglo XXI. Para una reforma democrática y emancipadora de la Universidad. Buenos Aires: Miño y Dávila, 2004.

TELLO, C. Políticas educativas, educación superior y proceso de Bolonia en Latinoamérica. Crítica Educativa, Sorocaba-SP, v.1, n. 1, p. 80-97, jan./jun. 2015.

Downloads

Publicado

2019-05-20

Como Citar

GAVIRIA, R. A. C. O papel da universidade pública: práticas de formação e gestão em contexto. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 28, n. 68, p. 413–428, 2019. DOI: 10.29286/rep.v28i68.8399. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/8399. Acesso em: 24 jul. 2024.