Vivências acadêmicas e adaptação de estudantes de uma universidade pública federal do Estado do Paraná

Autores

  • Rogerio Eduardo Cunha de OLIVEIRA roger.ipbmed@gmail.com
    UNESP Marilia - Julio de Mesquita Filho
  • Alessandra MORAIS alemorais.shimizu@gmail.com
    UNESP Marilia - Julio de Mesquita Filho

DOI:

10.29286/rep.v24i57.1796

Palavras-chave:

Vivências Acadêmicas. Adaptação Acadêmica. Evasão. Ensino Superior.

Resumo

Pesquisas têm relacionado a recorrência de desempenhos insatisfatórios e evasões no Ensino Superior às dificuldades de adaptação dos estudantes ao conjunto de variáveis, distribuído entre cinco dimensões: pessoal, estudo, interpessoal, carreira e institucional. Buscou-se identificar e avaliar, entre 449 graduandos de Engenharia, as principais dificuldades de adaptação, bem como as diferenças significativas de integração entre os diversos perfis de estudantes, por meio do Questionário de Vivências Acadêmicas (QVA-r). Os principais resultados indicaram maiores dificuldades de adaptação dos estudantes às dimensões pessoal e estudos, e maior propensão de adaptação às variáveis relacionadas à carreira, aos colegas e à instituição.

Palavras-chave: Vivências Acadêmicas. Adaptação Acadêmica. Evasão. Ensino Superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rogerio Eduardo Cunha de OLIVEIRA, UNESP Marilia - Julio de Mesquita Filho

Mestrando pelo programa de pós-graduação em Educação pela UNESP - Câmpus Marília "Faculdade Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Filosofia e Ciências.

Alessandra MORAIS, UNESP Marilia - Julio de Mesquita Filho

Professora Assistente UNESP Marília - Faculdade de Filosofia e Ciências "Júlio de Mesquita Filho". Titulação: Doutora.

Referências

ABEP. Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa. Critério de Classificação Econômica Brasil. São Paulo: ABEP, 2012. Disponível em: .Acesso em: 02 jul. 2013.

ALMEIDA, L. S. Questionário de vivências acadêmicas para jovens universitários: estudos de construção e de validação. Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación, Coruña, Espanha, v. 3, p. 113-130, 1998. Disponível em: <http://ruc.udc.es/bitstream/2183/6662/1/RGP_3-8.pdf>. Acesso em: 27 nov. 2012.

______. Transição, Adaptação Académica e Éxito Escolar no Ensino Superior. Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación, Coruña, Espanha, v. 15, n. 2, p. 203-215, 2007. Disponível em: <http://hdl.handle.net/2183/7078>. Acesso em: 20 set. 2013.

ALMEIDA, L. S. et al. Dificuldades de adaptação e de realização acadêmica no ensino superior: análise de acordo com as escolhas vocacionais e o ano de curso. Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación, Coruña, Espanha, v. 2, p. 41-48, 1998. Disponível em: <http://hdl.handle.net/2183/6648>. Acesso em: 14 mar. 2014.

ALMEIDA, L. S.; FERREIRA, J. A.; SOARES, A. P. Questionário de Vivências

Académicas: Construção e validação de uma versão reduzida (QVA-r). Revista Portuguesa de Pedagogia, Coimbra, Portugal, v. 33, n. 3, p. 181-207, 1999. Disponível em: <http://hdl.handle.net/1822/12080>. Acesso em: 27 nov. 2012.

ALMEIDA, L. S.; SOARES, A. P.; FERREIRA, J. A. Transição e Adaptação à

Universidade: apresentação de um Questionário de Vivências Acadêmicas (QVA). Revista Psicologia, Associação Portuguesa de Psicologia (APP), Lisboa, Portugal, v. 14, n. 2, p. 189-208, 2000. Disponível em: <http://revista.appsicologia.org/

index.php/rpsicologia/article/view/510>. Acesso em: 28 nov. 2012.

______. Questionário de Vivências Acadêmicas (QVA-r): avaliação do ajustamento dos estudantes universitários. Avaliação Psicológica, Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica, UFRGS, Itatiba, v. 1, n. 2, p. 81-93, 2002. Disponível

em:<http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-

&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 23 out. 2012.

ALMEIDA, L. S.; VASCONCELOS, R.; MENDES, T. O abandono dos

estudantes no ensino superior: um estudo na universidade do Minho. Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxia e Educacion, Coruña, v. 16, n. 1/2, p. 111-119, 2008. Disponível em: <http://ruc.udc.es/dspace/bitstream/2183/7613/1/RGP_16_art_7.pdf>. Acesso em: 28 mar. 2014.

BARIANI, I. C. D. Estilos cognitivos de universitários e iniciação

científica.1998. 179f. Tese (Doutorado em Educação)- Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Campinas 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior.

Comissão Especial de Estudos sobre a Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras. Análise sobre a Expansão das Universidades Federais 2003 a 2012. Brasília, DF: SESu/MEC, 2012.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. Comissão Especial de Estudos sobre a Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras. Diplomação, Retenção e Evasão nos Cursos de Graduação em Instituições de Ensino Superior Públicas. Brasília, DF: SESu/MEC; ANDIFES; ABRUEM, out. de 1997.

______. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Decreto nº 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Brasília, DF: DOU, 25.4.2007.

COULON, A. A condição de estudante: a entrada na vida universitária.

Tradução de Georgina Gonçalves dos Santos e Sônia Maria Rocha Sampaio. Salvador: EDUFBA, 2008.

CUNHA, S. M.; CARRILHO, D. M. O Processo de Adaptação ao Ensino

Superior e o Rendimento Acadêmico. PsicologiaEscolar e Educacional,

Campinas, v. 9, n. 2, p. 215-224, dez. 2005.

DIAS, S. T. G. Representações sociais de alunos acerca do que é ser estudante em uma universidade pública federal. 2013. 309f. Tese (Doutorado em Educação)– Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Cuiabá, 2013.

DINIS, A. C. A. R. Adaptação Acadêmica, Apoio Social e Bem-estar subjetivo dos estudantes do Ensino Superior: um estudo nas residências universitárias. 2013. 156 f. Dissertação (Mestrado em Educação)- Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal, 2013.

FERREIRA, J. A.; ALMEIDA, L. S.; SOARES, A. P. C. Adaptação Estudante

académica em estudante do primeiro ano: diferenças de género, situação

de estudante e curso. Psico-USF, Itatiba, v. 6, n. 1, p. 01-10, jan./jun. 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sciarttext&pid=S14138 2712001000100002&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 21 mar. 2014.

FREITAS, H. C. N. M.; RAPOSO, N. A. V.; ALMEIDA, L. S. Adaptação do

estudante ao ensino superior e rendimento académico: um estudo com estudantes do primeiro ano de enfermagem. Revista Portuguesa de Pedagogia, Coimbra, ano 41, n. 1, p. 179-188, 2007.

GERK, E.; CUNHA, S. M. As habilidades sociais na adaptação de estudantes ao ensino superior. In: BANDEIRA, M.; PRETTE, Z. A. P. (Org.). Estudos sobre habilidades sociais e relacionamento interpessoal. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2006. p. 181-196.

GRANADO, J. I. F. et. al. Integração Académica de estudantes universitários: contributos para a adaptação e validação do QVA-r no Brasil. Psicologia e Educação, Departamento de Psicologia e Educação, Universidade da Beira Interior, Covilhã, Portugal, v. 4, n. 2, p. 31-41, dez. 2005.

IGUE, E. A.; BARIANI, I. C. D.; MILANESI, P. V. B. Vivência acadêmica e

expectativas de universitários ingressantes e concluintes. Psico-USF, Universidade de São Francisco, Itatiba-SP, v. 13, n. 2, p. 155-164, 2008.

IMAGINÁRIO, S. S. E. Bem-Estar subjectivo e Ajustamento Académico em

alunos do ensino superior. 2011.128 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia

Clínica e da Saúde)-Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade do Algarve, Gambelas, Faro, Portugal, UAlg, 2011.

LUCAS, J. C. S. Estratificación social y trayectorias académicas: un análisis

longitudinal del acceso, êxito y consumo de tiempo de las carreras de ciclo largo de la Universidad de Murcia. Murcia, Espanha: Universidad de Murcia, Servicio de Publicaciones: Fundación Caja Murcia, 2002.

MENDONÇA, L.; ROCHA, A. A influência das expectativas dos alunos do

º ano na adaptação à Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto. In: CONGRESO GALAICOPORTUGUÉS DE PSICOPEDAGOXÍA, 8.,

Universidade do Minho, Portugal, ACTAS...p. 387-404, 2005. Disponível

em:<http://www.educacion.udc.es/grupos/gipdae/documentos/congreso/

viiicongreso/pdfs/33.pdf>. Acesso em: 26 abr. 2014.

NUNES, S.; ALMEIDA, L. Transição e integração académica: estudo com os alunos do Instituto Politécnico de Castelo Branco. Revista da Escola Superior de Educação de Castelo Branco, Castelo Branco, Portugal, ano 13, n. 21, p. 167-178, 2009. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10400.11/843>. Acesso em: 07 jul. 2014.

PORTO, C.; RÉGNIER, K. O Ensino Superior no Mundo e no Brasil: condicionantes, tendências e cenários para o Horizonte 2003-2005. Brasília, DF: MEC/SESU, dez. 2003. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/ensinosuperiormun

dobrasiltendenciascenarios2003-2025.pdf>. Acesso em: 02 jun. 2014.

RISTOFF, D. Vinte e um anos de educação superior expansão e democratização. Cadernos do GEA, FLACSO, Rio de Janeiro, n. 3, p. 01-50, jan./jun. 2013.

SARES, M. I. F. et. al. Escala de satisfação das experiências acadêmicas: um estudo no curso de administração de uma universidade privada. In: ENANGRAD, 23., 2012, Bento Gonçalves. Anais... out./nov. 2012.

SCHLEICH, A. L. R. Integração na educação superior e satisfação acadêmica de estudantes ingressantes e concluintes. 2006, 182 f. Dissertação (Mestrado em Educação)– Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, UNICAMP, 2006.

SCHLEICH, A. L. R.; POLYDORO, S. A. J.; SANTOS, A. A. A. Escala de

satisfação com a experiência acadêmica de estudantes do ensino superior.

Avaliação Psicológica, Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica, UFRGS,

Itatiba, v. 5, n. 1, p. 11-20, 2006. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/

scielo.php?pid=S1677-04712006000100003&script=sci_arttext>. Acesso em: 20 abr. 2014.

SOARES, A. P.; ALMEIDA, L. S.; FERREIRA, J. A. Questionário de Vivências

Académicas: Versão integral (QVA) e versão reduzida (QVA-r). In: SIMÕES, M.; GONÇALVES, M.;ALMEIDA, L. (Ed.). Avaliação psicológica: instrumentos validados para a população portuguesa. Coimbra, Portugal: Quarteto Editora, 2006. p. 102-120. (v. I),

STREINER, D. L. Being inconsistent about consistency: when coefficient alpha does and doesn´t matter. Journal of Personality Assessment, Taylor & Francis, Philadelphia, PA, USA, v. 80, p. 217-222, 2003.

TAVARES, D. M. Adaptação ao Ensino Superior e Otimismo em Estudantes

do 1º ano. 2012. 95 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde)-Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal, 2012.

TIETZEN, A. M. S. Vivência Académicas dos alunos do Ensino Superior.

, 208 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde)- Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade do Algarve, Escola Superior de Educação de Beja, Gambelas, Portugal, 2010.

Downloads

Publicado

2015-09-02

Como Citar

OLIVEIRA, R. E. C. de; MORAIS, A. Vivências acadêmicas e adaptação de estudantes de uma universidade pública federal do Estado do Paraná. Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 24, n. 57, p. 547–568, 2015. DOI: 10.29286/rep.v24i57.1796. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/1796. Acesso em: 25 fev. 2024.