VILLA-LOBOS, O CANTO ORFEÔNICO E A CONSCIÊNCIA PATRIÓTICA NA ERA VARGAS (1930-1945)

Autores

DOI:

10.29286/rep.v33ijan/dez.14701

Palavras-chave:

Era Vargas, Nacionalismo, Heitor Villa-Lobos, Canto Orfeônico

Resumo

A investigação problematiza o papel desempenhado por Villa-Lobos no processo de escolarização do canto orfeônico na Era Vargas, no Brasil, entre 1930 e 1945. Para tanto, partiu-se das ideias de Contier (2021), Kossoy (2001), Monteiro; Souza (2003), Paz (1989), Sobreira (2017), entre outros. Recorreu-se a fontes bibliográficas, documentais e iconográficas. Verificou-se que o canto orfeônico na escola brasileira, de um lado, era um caminho no sentido da educação musical das novas gerações e, de outro, estava em consonância com as proposições do Governo Vargas, na direção de instituir o ideário cívico-nacionalista no meio social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geruzza Lima Ramos Oliveira MACHADO, Universidade de Uberaba (UNIUBE)

Doutoranda em Educação na Linha de Pesquisa Processos Educacionais e seus Fundamentos na Universidade de Uberaba (PROPEPE/PPGE/UNIUBE) e bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES na modalidade Taxa/PROSUP. Mestre em Educação pela Universidade de Uberaba (2021). Especialista em Orientação Educacional pelas Faculdades Integradas de Jacarepaguá (2011). Graduada em Letras Português/Espanhol pela Universidade de Uberaba (2009). 

Giseli Cristina do Vale GATTI, Universidade de Uberaba (UNIUBE)

Giseli Cristina do Vale Gatti é graduada em Letras e em Pedagogia. Doutora em Educação, com estágio de pós-doutorado concluído, no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Bolsista de Produtividade em Pesquisa 2 do CNPq. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Uberaba (Uniube) e do Programa de Pós Graduação: Formação Docente para a Educação Básica (Campus Uniube Uberlândia). Líder do Grupo de Pesquisa Espaços Plurais da Educação (Uniube). 

Referências

AMATO, R. C. F. Villa-Lobos, nacionalismo e canto orfeônico: projetos musicais e educativos no governo Vargas. Revista Histedbr On Line, Campinas/SP, n.27, p.210-220, set. 2007. Disponível em: <https://www.fe.unicamp.br/pf-fe/publicacao/5012/art17_27.pdf>. Acesso em: 26 jan. 2024.

ÁVILA, M. B. A obra pedagógica de Heitor Villa-Lobos: uma leitura atual de sua contribuição para a educação musical no Brasil. 2010, 381f. Tese (Doutorado em Artes). Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: <https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27158/tde-29102010-125844/publico/1455372.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

BORGES, M. F. Heitor Villa-Lobos, o músico educador, 2008, 131f. Dissertação (Mestrado em História) Universidade Federal de Fluminense, Niterói/RJ. Disponível em: <https://www.historia.uff.br/stricto/teses/Dissert-2008_BORGES_Mirelle_Ferreira-S.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

BRANDÃO, J. V. Villa-Lobos no Canto Orfeônico. In: Presença de Villa-Lobos. Rio de Janeiro: MEC-Museu Villa-Lobos, v.5, 1970, p.123-132.

BRASIL. Decreto 19.890, de 18 de abril de 1931. Dispões sobre a organização do Ensino Secundário. Câmara dos Deputados. 1931. Disponível em: <https://legis.senado.leg.br/norma/437916/publicacao/15621228>. Acesso em: 01 ago. 2022.

BRASIL. Decreto 24.794, de 14 de julho de 1934. Cria, no Ministério da Educação e Saúde Pública, sem aumento de despesa, a Inspetoria Geral do Ensino Emendativo, dispõe sôbre o Ensino do Canto Orfeônico, e dá outras providências. Disponível em: <https://legis.senado.leg.br/norma/447449/publicacao/15697592>. Acesso em: 01 ago. 2022.

CASTRO, V. W. O canto orfeônico e a educação musical: embates entre a tradição e o novo no Estado da Guanabara (1960 a 1975). In: IX Seminário Nacional do Centro de Memória Unicamp. Anais... Rio de Janeiro: Colégio Pedro II, 2019, p.1-16. Disponível em: <https://www.ixseminarionacionalcmu.com.br/resources/anais/8/1563407685_ARQUIVO_textocompleto-unicamp.pdf>. Acesso em 01 ago. 2022.

CONTIER, A. D. Brasil Novo. Música, Nação e Modernidade: os anos 20 e 30. São Paulo: Edições Verona, 2021, 629 p. (Coleção Poéticas e Linguagem).

COUTINHO, P. R. O. O canto orfeônico: uma breve análise do ponto de vista pedagógico musical e político. Interlúdio, Rio de Janeiro. v. 5, n. 7, p. 38-50. jan./jun. 2017. Disponível em: <https://portalespiral.cp2.g12.br/index.php/interludio/article/view/1801>. Acesso em: 24 jan. 2024.

GILIOLI, R. S. “Civilizando” pela música: a pedagogia do canto orfeônico na escola paulista da Primeira República (1910-1930). 2003, 279f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade de São Paulo, São Paulo, Disponível em: <https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-19122012-143551/publico/renato.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

GONÇALVES, M. G. R. Villa-Lobos: o educador, canto orfeônico e Estado Novo. 2017, 626f. Tese (Doutorado em História). Universidade Federal de Fluminense. Niterói/RJ. Disponível em: <https://www.historia.uff.br/stricto/td/2166.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

HORTA, J. S. B. Gustavo Capanema. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana, 2010. 160 p. (Coleção Educadores). Disponível em: <https://www.netmundi.org/home/wp-content/uploads/2020/06/Gustavo-Capanema.pdf>. Acesso em: 3 ago. 2023.

KOSSOY, B. Fotografia e História. 2ª ed. São Paulo: Ateliê Editorial. 2001.

LAMBERT, R. A História da Educação Musical Brasileira, 2020. Disponível em: <https://blog.rosangelalambert.com.br/a-historia-da-educacao-musical-brasileira/>. Acesso em: 01 ago. 2022.

LEMOS JR., W. Canto Orfeônico: uma investigação acerca do ensino de música na escola secundária pública de Curitiba (1931-1956), 2005, 111f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Paraná, Curitiba. Disponível em: <https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/2772?show=full>. Acesso em: 01 ago. 2022.

LEMOS JR., W. História da educação musical e a experiência do canto orfeônico no Brasil. EccoS. São Paulo, n.27, p.67-80, 2012. DOI: <https://doi.org/10.5585/eccos.n27.3443>.

LISBOA, A. C. Villa-Lobos e o canto orfeônico: música, nacionalismo e ideal civilizador, 2005, 183f. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Estadual Paulista, São Paulo. Disponível em: <https://www.ia.unesp.br/Home/ensino/pos-graduacao/programas/musica/dissertacoeseteses/alessandra_lisboa.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

MEDEIROS NETA, O. M.; SILVA, N. M. A professora Lourdes Guilherme e o canto orfeônico na escola industrial de Natal (1945-1968). Revista Educação & Formação, Fortaleza, v.2, n.6, p.153-164, 2017. DOI: <https://doi.org/10.25053/edufor.v2i6.2155>.

MONTEIRO, A. N.; SOUZA, R. F. Educação musical e nacionalismo: a história do canto orfeônico no ensino secundário brasileiro (1930-1960). História da Educação. Pelotas/RS, v.7, n.13, p.115-137, jan./jun. 2003. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/index.php/asphe/article/view/30537>. Acesso em: 01 ago. 2022.

NASCIMENTO, A. F. Política cultural no Brasil: do Estado ao mercado. In: III Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura. Anais... Salvador: UFBA, 2007, p. 1-16. Disponível em: <http://www.cult.ufba.br/enecult2007/AlbertoFreire.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

OLIVEIRA, A. E já que falei em Canto Orfeônico. 2015. Disponível em: <http://maestroarnonoliveira.blogspot.com/2015/11/e-ja-que-falei-em-canto-orfeonico.html>. Acesso em: 01 ago. 2022.

OLIVEIRA, D. L. G. Villa-Lobos e o Canto Orfeônico no Governo Vargas: as concentrações orfeônicas e a Superintendência de Educação Musical e Artística. Interlúdio, Rio de Janeiro, v.2, n.2, p.1-14. 2011. Disponível em: <https://portalespiral.cp2.g12.br/index.php/interludio/article/view/1536>. Acesso em: 26 jan. 2024.

PARADA, M. Som da nação: educação musical e civismo no Estado Novo (1937-1945). Alceu. Rio de Janeiro, v. 9, n. 18, p. 174-185, jan./jun. 2009. Disponível em: <http://revistaalceu-acervo.com.puc-rio.br/media/Alceu%2018_artigo%2013%20(pp174%20a%20185).pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

PAZ, E. A. Heitor Villa-Lobos. O Educador. Brasília/DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 1989, 161p. (Prêmio Grandes Educadores Brasileiros). Disponível em: <http://ermelinda-a-paz.mus.br/Livros/villa-lobos.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

RAJOBAC, R. Canto orfeônico e história da pedagogia musical: análise das aulas de canto orfeônico de Judith Morisson Almeida. História da Educação. Pelotas/RS, v. 20, n. 49, p. 239-254, 2016. DOI: <https://doi.org/10.1590/2236-3459/56393>.

SALGADO, C. Villa-Lobos, educador. In: Presença de Villa-Lobos. Rio de Janeiro: MEC-Museu Villa-Lobos, v.5, 1970, p.31-42.

SANTOS, M. A. C. Heitor Villa-Lobos. Recife: Fundação Joaquim Nabuco; Editora Massangana, 2010. 152p. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me4718.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

SOBREIRA, S. G. A Educação Musical e principais legislações: de Villa-Lobos aos dias atuais. Interlúdio, Rio de Janeiro. v. 5, n. 7, p. 10-27, 2017. Disponível em: <https://portalespiral.cp2.g12.br/index.php/interludio/article/view/3365>. Acesso em: 26 jan. 2024.

SOUZA, C. D. Disciplina e consciência nacional na pedagogia musical do canto orfeônico. In: IV Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura. Anais... Salvador: UFBA, 2008, p. 1-13. Disponível em: <http://www.cult.ufba.br/enecult2008/14332-01.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

SOUZA, C. D. O Brasil em pauta: Heitor Villa-Lobos e o Canto Orfeônico. 2006, 125f. Dissertação (Mestrado em Antropologia). Universidade de São Paulo, São Paulo.

SOUZA, J. A concepção de Villa-Lobos sobre educação musical. Brasiliana. Revista quadrimestral da Academia Brasileira de Música. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Música. n. 3, p. 18-25, set. 1999. Disponível em: <https://abmusica.org.br/wp-content/uploads/2021/04/ABM-Revista-Brasiliana-no-03.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2022.

VILLA-LOBOS ETERNO. A homenagem do prêmio Shell ao grande mestre da música brasileira. Rio de Janeiro: Teatro Municipal do Rio de Janeiro, 1981. 20p. Disponível em: <http://www.museusdoestado.rj.gov.br/sisgam/index.php?qresultados=1&pagina=-1&busca=Villa-Lobos%20eterno&operador=and&museu=todos&num_interno=1&flag=1>. Acesso em: 01 ago. 2022.

VILLA-LOBOS, H. Educação Musical. Boletim Latino-Americano de Música. Rio de Janeiro. Ano VI, Tomo VI. 1946. 193 p.

Downloads

Publicado

2024-03-23

Como Citar

MACHADO, G. L. R. O. .; GATTI, G. C. do V. VILLA-LOBOS, O CANTO ORFEÔNICO E A CONSCIÊNCIA PATRIÓTICA NA ERA VARGAS (1930-1945). Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 33, n. jan/dez, p. 192–210, 2024. DOI: 10.29286/rep.v33ijan/dez.14701. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/14701. Acesso em: 21 jun. 2024.