Interculturalidade e educação ambiental

possibilidades e desafios com a cultura Guarani

Autores

  • Clara dos Santos BAPTISTA Colégio Pedro II
  • Mauro GUIMARÃES Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).
  • Celso Sánchez PEREIRA Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

DOI:

10.29286/rep.v29ijan/dez.7356

Palavras-chave:

Interculturalidade, Temas Geradores, Marcadores Epistemológicos

Resumo

O estudo tem como objetivo identificar elementos da cultura Guarani que podem ser trabalhados na construção de temas geradores abordados na educação ambiental em ambientes educativos do estado do Rio de Janeiro. A partir das pesquisas, procura evidenciar que existem elementos da cultura tradicional que permitem diálogos interculturais tanto para a escola diferenciada Guarani, como para o ensino de escolas e universidades. Dentre muitas possibilidades, destacamos para discussão três reduções temáticas. Com esta iniciativa, pretendemos reforçar a importância da aplicação de políticas pedagógicas interculturais na estruturação de currículos e propostas formativas que valorizem saberes tradicionais das comunidades.

Biografia do Autor

Clara dos Santos BAPTISTA, Colégio Pedro II

Graduação em Bacharelado em Ciências Ambientais (obtido em 2016) e Licenciatura em Ciências da Natureza (obtido em 2018) na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente estudante de Especialização em Ensino de Ciências e Biologia do Colégio Pedro II

Mauro GUIMARÃES, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares (PPGEduc).

Celso Sánchez PEREIRA, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu)

Referências

AFFIFI, Ramsey. Drawing analogies in environmental education. Canadian Journal of Environmental Education, Canada, v. 19, n.11, p.80-93, 2014.

AVATI Nhemongarai: O batismo do Milho em Araponga. Direção e Produção: Márcia Para Mirim da Silva e Luiza Para Rete Benite de Souza. Paraty, RJ, 2012. 34 min.

ARANDU Nhembo’e: Em busca do saber. Direção: Alberto Alvares. Santa Catarina, 2013. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=0QgE_fm9JIM>. Acesso em: 12 setembro 2018.

BAPTISTA, Clara. Educação Ambiental no Ensino de Ciências: Pensando Diálogos de Interculturalidade com a Cultura Guarani Mbyá. 2016. 39f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Ambientais) - Instituto de Biociências, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.

BENITES, Sandra. Nhe’ẽ, reko porã rã: nhemboea oexakar. Fundamento da pessoa Guarani, nosso bem-estar futuro (educação tradicional): O olhar distorcido da escola. 2015. 39f. Trabalho de Conclusão de Curso (licenciatura) - Centro de Filosofia e Ciências Humanas (cfh), Departamento de História (dh), Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica da Universidade Federal de Santa Catarina, SC, 2015.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Os Guarani: Índios do Sul. Estudos Avançados. v. 4, n. 10, p. 53-90, 1988.

BRASIL. Política Nacional de Educação Ambiental, Lei 9795. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 27 abr. 1999. Disponível em: Acesso em: 15 jan. 2012.

CANDAU, Vera Maria. Direitos humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença. Revista Brasileira de Educação, v. 13, n. 37, p. 45-56, 2008.

CASTRO, Raphaela Passos Bomtempo de. As Possibilidades e os Desafios da Educação Ambiental Crítica no Projeto EJA Guarani da Aldeia Sapukai no Rio de Janeiro: Diálogos e reflexões com a interculturalidade e a decolonialidade. 2015. 134f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, RJ, 2015.

FERREIRA, Helder Sarmento. A formação de educadores ambientais na "ComVivência" pedagógica com os saberes da terra. 2016. 134f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, RJ, 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987. 129 p.

GALANTE, Luciana. Investigação Etnobotânica na Comunidade Guarani Mbyá de Tekoa Pyau. 2011. 171f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, SP, 2011.

GRUBITS, Sonia; HARRIS, Ivan Darrault. Ambiente, identidade e cultura: reflexões sobre comunidades Guarani/kaiowá e kadiwéu de Mato Grosso do Sul. Revista Psicologia & Sociedade, v. 15, n. 1, p. 182-200, 2003.

GUIMARÃES, M. SANCHEZ, C. GUERRA, E. Outras epistemologias no processo formativo de Educação Ambiental. CNPq, (Relatório). Brasília: Edital Universal 2013, 2016.

HECKLER, Jacimara Machado. Sementes e saberes: trocas e aprendizados com a cultura Guarani e a agroecologia. 2006. 134f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, RS, 2006.

LEFF, Enrique. Complexidade, racionalidade ambiental e diálogos de saberes. Educação e Realidade, v. 34, n. 3, p. 17-24, 2009.

LOUREIRO, Carlos Frederico B.; LIMA, Maria Jacqueline Girão Soares de. Ampliando o Debate entre Educação e Educação ambiental. Revista Contemporânea de Educação, n. 14, p. 244 – 251, 2012.

MELIÀ, Bartolomeu. Ayvu Rapyta: Textos Míticos de los Mbyá-Guarani del Guairá. 3 ed. Asunción del Paraguay: Biblioteca Paraguaya de Antropología – v. 16. Fundación León Cadogan, 1997. 223 p.

MORIN, E. Ciência com Consciência. 3ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999.

MOUTINHO-DA-COSTA, Lara. Territorialidade e racismo ambiental: elementos para se pensar a educação ambiental crítica em unidades de conservação. Pesquisa em Educação Ambiental, v. 6, n. 1, p. 101-122, 2011.

RUSSO, Kelly. LIMA, Antônio Carlos de Souza e PALADINO, Mariana, 2012. Caminos Hacia la Educación Superior, Perú, Brasil y Chile. Rio de Janeiro: Editora E-papers. 260p. Mana, Rio de Janeiro, v. 20, n. 1, p. 206-209, 2014.

RUSSO, Kelly; SOUZA, Indiana. Educação Escolar Indígena: Limites e fragilidades na efetivação de direitos dos Guarani Mbyá no Rio de Janeiro. Tellus, Campo Grande, MS, v. 17, n. 32, p. 44-66, 2017.

SANTOS, Boaventura Sousa; MENESES, Maria Paula. Epistemologias do sul. São Paulo: Cortez, 2010. 637 p.

WALSH, Catherine. La Interculturalidad en la Educación. Perú: Ministério de Educación, 2005. 74 p.

WALSH, Catherine. Interculturalidad crítica y educación intercultural. Artigo ampliado de apresentação no Seminario “interculturalidad y educación intercultural" organizado pelo instituto internacional de integración del convenio andrés bello, La Paz, 2009a.

WALSH, Catherine. Interculturalidade Crítica e Pedagogia Decolonial: In-surgir, re-surgir e re-viver. In: CANDAU, Vera Maria (org). Educação Intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. 2009b.

Downloads

Publicado

2020-12-01

Como Citar

dos Santos BAPTISTA, C., GUIMARÃES, M., & Sánchez PEREIRA, C. (2020). Interculturalidade e educação ambiental: possibilidades e desafios com a cultura Guarani. Revista De Educação Pública, 29(jan/dez), 1-16. https://doi.org/10.29286/rep.v29ijan/dez.7356