O Núcleo de Educação Aberta e a Distância da UFMT: uma mirada para um passado presente (1992-2005)

Autores

  • Oreste PRETI orestepreti@gmail.com
    Universidade Federal de Mato Grosso
  • Katia Morosov ALONSO katia.ufmt@gmail.com

DOI:

10.29286/rep.v25i59/1.3677

Palavras-chave:

Educação a Distância. Formação de Professores. Experiência Institucional. Sistema de EaD.

Resumo

Em agosto de 1994, a Universidade Federal de Mato Grosso criou o primeiro curso de graduação a distância, no Brasil, voltado para a formação de professores das séries iniciais em serviço. Neste texto iremos fazer uma trajetória da equipe do Núcleo de Educação Aberta e a Distância da UFMT que implementou o curso, entre os anos de 1992 a 2005. Procuraremos identificar alguns elementos que foram fundamentais para que essa experiência pioneira se tornasse referência nacional. Entre eles, o caráter interdepartamental e interinstitucional, a proposta curricular inovadora e a organização de um sistema de EaD assentado na realidade regional.

Palavras-chave: Educação a Distância. Formação de Professores. Experiência Institucional. Sistema de EaD.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Oreste PRETI, Universidade Federal de Mato Grosso

Professor Colaborador na Universidade Aberta do Brasil na Universidade Federal de Mato Grosso e doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMT .

Katia Morosov ALONSO

Doutora em Educação - UNICAMP, Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMT, Líder do grupo de pesquisa LêTECE – Laboratório de Estudos Sobre as Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação. Email: <>.

Referências

BELLONI, Maria Luiza. Ensaio sobre a Educação a Distância no Brasil. Educação & Sociedade, ano XXIII, n. 78, Abril/2002.

BERALDO, T. L. Caminhos do curso de pedagogia na modalidade parcelada: percalços e avanços de uma experiência desenvolvida pela UFMT no interior de Mato Grosso. Tese. (Doutorado

em Educação)- Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2005.

CASTORIADIS, Cornelius. A Instituição Imaginária da Sociedade. 5. ed. S. Paulo: Paz e Terra, 2000.

COUTO, Mia. A confissão da leoa. Maputo, Moçambique: Sociedade Editorial Ndjira, 2012.

FREIRE, Paulo. Cartas a Cristina. S. Paulo: Paz e Terra, 1994.

GUIMARÃES ROSA, João. Grande Sertão: Veredas. 8. ed. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1972.

MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso. Programa Interinstitucional de Qualificação Docente. Cuiabá: SEDUC, 1998.

PRETI, Oreste. A pesquisa no processo formativo “a distância” de professoras da rede pública de Mato Grosso. Cadernos de Educação, v. 7, n. 1. Cuiabá: EdUNIC, 2003. p. 27-52.

SOARES, Magda. Metamemória-memórias: travessia de uma educadora. 2. ed. S. Paulo: Cortez, 2001.

Downloads

Publicado

2016-05-01

Como Citar

PRETI, O.; ALONSO, K. M. O Núcleo de Educação Aberta e a Distância da UFMT: uma mirada para um passado presente (1992-2005). Revista de Educação Pública, [S. l.], v. 25, n. 59/1, p. 312–327, 2016. DOI: 10.29286/rep.v25i59/1.3677. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/3677. Acesso em: 18 maio. 2024.