A Interdisciplinaridade Segundo Os Pcns

Joe GARCIA

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar os sentidos relacionados ao conceito de interdisciplinaridade nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) de Ensino Fundamental e Ensino Médio. Utilizamos um método de análise conceitual, proposto por Coombs e Daniels, que possibilita investigar um conceito em um conjunto de textos. A análise apontou diferentes significados associados à interdisciplinaridade: abordagem epistemológica, modo de articular conteúdos, forma de contribuição das disciplinas, forma de organizar as disciplinas em projetos, perspectiva de reorganização curricular, instrumento para articular conhecimentos e processo de integração das disciplinas. Também analisamos o tratamento teórico e a implementação da interdisciplinaridade segundo os PCNs.

PCNs.Interdisciplinarity according to the PCNs

Abstract

The aim of this article is to analyze the meanings related to the concept of interdisciplinarity in the Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) relative to Fundamental and High School Education. We used a method of conceptual analysis presented by Coombs and Daniels, which makes it possible to investigate a concept in a set of texts. The analysis indicated different meanings associated to the interdisciplinarity: epistemological approach, way to articulate contents, form of contribution of the disciplines, form of discipline organization in projects, perspective of curriculum reorganization; instrument for knowledge articulation and process of discipline integration. We also analyzed the theoretical treatment and implementation of interdisciplinarity according to the PCNs. Keywords: Education. Interdisciplinarity. Curriculum. PCNs.


Palavras-chave


Educação. Interdisciplinaridade. Currículo. PCNs.

Referências


APOSTEL, L. et al. (Eds.). Interdisciplinarity: problems of teaching and research in universities. Paris: Organization for Economic Cooperation and Development

(OECD), 1972.

COLL, C. et al. O construtivismo na sala de aula. São Paulo: Ática, 1999.

COOMBS, J.; DANIELS, L. Philosophical inquiry: conceptual analysis. In: SHORT, E. (Ed.). Forms of curriculum inquiry. New York: SUNY, 2001. p. 27-41.

FAZENDA, I. Interdisciplinaridade: qual o sentido? São Paulo: Paulus, 2003.

______. Didática e interdisciplinaridade. Campinas: Papirus, 1998.

______. A academia vai à escola. Campinas: Papirus, 1995.

______. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. Campinas: Papirus, 1994.

______. Práticas interdisciplinares na escola. São Paulo: Cortez, 1991a.

______. Interdisciplinaridade, um projeto em parceria: São Paulo: Loyola, 1991b.

______. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia? São Paulo: Loyola, 1979.

FOUREZ, G. Fondements épistémologiques pour l’interdisciplinarité. In: In: LENOIR, Y; REY, B.; FAZENDA, I. (Orgs.). Les fondements de l‘interdisciplinarité dans la formation à l‘enseignement. Sherbrooke: CRP, 2001. p. 67-84.

GOZZER, Giovanni. Interdisciplinary: a concept still unc

lear. Prospects, New York, v. 12, n. 3, p. 281-292, 1982.

GUSDORF, G. Past, present and future of interdisciplinary

research. International Social Science Journal, New York, v. 29, n. 4, p. 580-599, 1977.

HERNÁNDEZ, F.; VENTURA, M. A organização do currículo por projetos de trabalho. Porto Alegre: ARTMED, 1998.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

JUNQUEIRA FILHO, G. Interdisciplinaridade na pré-escola. São Paulo: Pioneira, 1996.

KLEIN, J. Ensino interdisciplinar: didática e teoria. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Didática e interdisciplinaridade. Campinas: Papirus, 1998. p. 109-132.

LENOIR, Y. L’interdisciplinarité dans la formation à l’enseignement: des lectures distinctes en fonction de cultures distinctes. In: LENOIR, Y; REY, B.; FAZENDA, I. (Orgs.). Les fondements de l‘interdisciplinarité dans la formation à

l‘enseignement. Sherbrooke: CRP, 2001. p. 17-36.

LÜCK, H. Pedagogia interdisciplinar: fundamentos teórico-metodológicos. Petrópolis: Vozes, 1994.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais no primeiro e segundo ciclos do Ensino Fundamental. Brasília: MEC - Secretaria de Educação Fundamental, 1997.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental. Brasília: MEC - Secretaria de Educação Fundamental, 1998a.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação - Secretaria de Educação Fundamental, 1998b.

MOREIRA, A. F. B. Os parâmetros curriculares mais uma vez em questão. In: BICUDO, Maria A.; SILVA, C. (Orgs.). Formação do educador: dever do Estado, tarefa da Universidade. v. 3. São Paulo: UNESP, 1996, p. 97-110.

PAVIANI, J.; BOTOMÉ, S. Interdisciplinaridade: disfunções conceituais e enganos acadêmicos. Caxias do Sul: EDUCS, 1993.

PEDRA, J. A. Currículo e conhecimento: níveis de seleção do conteúdo. Em Aberto. Brasília, ano 12, n. 58, p. 30-44, abr./jun. 1993.

PETRAGLIA, I. Interdisciplinaridade, o cultivo do professor. São Paulo: Pioneira, 1993.

TROW, M. Interdisciplinary studies as a contraculture. Issues in Integrative Studies, Oxford, n. 4, p. 1-15, 1984-1985.

SAMPAIO, M. QUADRADO, A.; PIMENTEL, Z. Interdisciplinaridade no município de São Paulo. Brasília: INEP, 1994.

SCHÄFFER, M. Interdisciplinaridade: um novo „paradigma“ para a educação e as ciências humanas? In: SILVA, D.; SOUZA, N. (Orgs.). Interdisciplinaridade na sala de aula. Porto Alegre: EdUFRGS, 1995.

SILVA, T. T. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

SILVA, D.; SOUZA, N. (Orgs.). Interdisciplinaridade na sala de aula. Porto Alegre: EdUFRGS, 1995.

SANTOMÉ, J. T. Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

VEIGA-NETO, A. Currículo e interdisciplinaridade. In: MOREIRA,

A. F. (Org.). Currículo: questões atuais. Campinas: Papirus, 1997, p. 59-102.

Data de recebimento: 10/07/2008

Data de aceite: 10/08/2008


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

R. Educ. Públ. Cuiabá:UFMT. Av. Fernando Corrêa da Costa, 2367, Boa Esperança. Cuiabá-MT, Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Educação, sala 02 térreo.. CEP: 78.060-900 – Telefone: (65) 3615-8466Homepage: <http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica>E-Mail: rep@ufmt.br

 

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License