Utilização das atividades recreativas no ensino fundamental II

Fábio Vasconcelos Araújo, Alexandre Klein Tahara

Resumo


Este estudo busca trazer à luz algumas considerações acerca do uso das atividades recreativas como ferramenta pedagógica nas séries do ensino fundamental II. Visto que seu uso é bem mais presente na educação infantil ou nas séries iniciais da educação básica. A partir do referencial teórico, buscou-se apresentar informações que contribuíssem para afirmar o lúdico e o lazer como elemento importante na vida do indivíduo em todas as idades e não somente na infância, bem como sua utilização no ambiente escolar. Utilizando como método de pesquisa o estudo de caso, com entrevistas semi-estruturada realizada com 23 professores do Colégio Estadual “Osmário Batista” localizado na cidade de Canavieiras-BA, buscou-se analisar as atividades recreativas presentes no ensino do 6° ao 9°ano do ensino fundamental e os motivos que levam às suas aplicações. A partir dos dados coletados, percebeu-se que embora os professores afirmem acreditar na importância do lúdico como ferramenta de ensino, seu uso em sala de aula é bastante raro. Ficou evidente também que o objetivo maior das atividades lúdicas e de lazer presentes no colégio é apenas como entretenimento ou diversão, sem nenhuma relação de cunho educativo ou com planejamento pedagógico por parte da escola.

Palavras-chave


Atividades recreativas; Lúdico; Lazer; Ensino; Aprendizagem

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Revista Corpoconsciência

Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Mato Grosso - FEF/UFMT

Avenida Fernando Correa da Costa, 2367, Boa Esperança, Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, CEP 78060-900

E-mail: ecmmoreira@uol.com.br