GEOPOLÍTICA PARA AMAZÔNIA: políticas territoriais e expansão do agronegócio

Autores

  • Hidelberto de Sousa Ribeiro
  • Marilene Marzari

Palavras-chave:

Amazônia Legal. Geopolítica. Fronteira. Agronegócio.

Resumo

Este artigo discute as ações geopolíticas desencadeadas na Amazônia Legal pelo estado brasileiro, principalmente a partir do Regime Militar, que resultaram em um processo de ocupação de espaços dessa imensa região e, consequentemente, na expansão de sua fronteira, tendo na linha de frente a abertura dos novos fronts agropecuários. Trata-se de um processo que traz as marcas das contradições impostas pelo capital que, de um lado, mostra a formação de um pequeno número de cidades com padrão socioeconômico de primeiro mundo e, de outro, a geração de cidades sem qualquer infraestrutura para receber migrantes expulsos de suas posses. Os referenciais teóricos se pautam em autores, como Andrade (1977), Becker (2007), Costa (1988), Galvão (2013), Machado (1982), Martins (1997), Pires et. al. (2016), Ribeiro (2016, 2000), Santos (2002, 1996, 1994, 1993), Silva (2010, 2004), entre outros que tratam do processo de ocupação da Amazônia pelo agronegócio. A metodologia utilizada foi a qualitativa, por meio da qual se buscou dar ênfase à pesquisa de campo, no sentido de entender a realidade in loco. Os resultados mostram que o processo de expansão da fronteira agrícola, por quase toda a Amazônia Legal, teve como ponto de partida uma ideologia que pregava a sua incorporação ao patrimônio brasileiro, já que era vista como um enorme “espaço vazio”. Isso desencadeou a formação, a partir da concessão de terras públicas por parte do estado, de grandes latifúndios produtores de commodities agrícolas para exportação e a expulsão de milhares de brasileiros nativos de suas posses.

Referências

ANDRADE, Manoel Correia. Espaço, polarização e desenvolvimento. São Paulo: Grijalbo, 1977.

BERTA, K. Becker. Significância contemporânea da fronteira: uma interpretação geopolítica a partir da Amazônia Brasileira. Disponível em <http://www.revistaforum.com.br/sitefinal/EdicaoNoticiaIntegra.asp?id_artigo=737>. Acesso em: 26 jan. 2007.

______. Amazônia: mudanças estruturais e urbanização. In: GONÇALVES, Maria Flora, BRANDÃO, Carlos Antonio e GALVÃO, Antônio Carlos. Regiões e cidades nas regiões. O desafio urbano-regional. São Paulo: UNESP, 2003.

CATAIA, Márcio Antonio. Scripta Nova - Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales Universidad de Barcelona. Vol. X, N. 218 (22), 1º de agosto de 2006.

CASTRO, Ana Célia. O Plano Brasil em Ação e as oportunidades de investimento para as empresas do agribusiness. In: COSTA, Luiz Flávio Carvalho; et al. Mundo rural e tempo presente. Rio de Janeiro: Mauad, 1999.

COSTA, Wanderley Messias da. O Estado e as políticas territoriais no Brasil. São Paulo: Contexto, 1988.

DUARTE JUNIOR, Antonio Marcos. Fordlândia e Belterra - As cidades de Henry Ford na Amazônia. Revista GVcasos. São Paulo. V. 5 | n. 1, jan - jun 2015.

GALVÃO, Josiani Aparecida Da Cunha. Colonização e cidades em de Mato Grosso. XXVII Simpósio Nacional de História. Conhecimento histórico e diálogo social. Natal – Rio Grande do Norte, 22 a 26 de julho de 2013.

IPEA – Desafios do desenvolvimento. O que é a Amazônia Legal. Revista de informações e debates. Ano 5, edição 44, 08/06/2008. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/desafios/index.php?option=com_content&id=2154:catid=28&Itemid>. Acesso em 30 nov. 2017.

MACHADO, Lia Osório. Urbanização e imigração na Amazônia Legal: sugestões para uma abordagem Geopolítica. Boletim Carioca de Geografia. Rio de Janeiro, N. 32, 1979/1982.

MARTINS, José de Souza. Fronteira: a degradação do outro nos confins do humano. São Paulo: Hucitec, 1997.

MEIRA MATOS, Carlos de. Uma Geopolítica Pan-Amazônia. Rio de Janeiro: Bibliex, 1980.

MENDES, Marcos Amaral A. História e Geografia de Mato Grosso. Cuiabá: Cafarnaum, 2012.

MINISTÉRIO DO INTERIOR – SUDECO. IV Encontro do Centro-Oeste, a Nova Fronteira. In: Anais. Cuiabá, 30 de nov. a 01 de dez. de 1983.

OLIVEIRA, Luiz Antonio Pinto de. Dinâmica Populacional e Social na Região Amazônica. Disponível em: <http://www.fundaj.gov.br/docs/iemam/l_a_oliveira.htm>. Acesso em 22 jul. 2004.

PIRES, Selma Sousa; RODRIGUES, Marlana Portilho; MESQUITA, Benjamin Alvino de. A expansão do agronegócio e a expropriação agrária da Amazônia. Disponível em: <http://actacientifica.servicioit.cl/biblioteca/gt/GT8/GT8_SousaPires_PortilhoRodrigues_AlvinodeMesquita.pdf>. Acesso em: 15 agos. 2016.

RIBEIRO, Hidelberto de Sousa. Geopolítica e Memória: uma discussão do processo de desenvolvimento. Jundiaí: Paco Editorial: 2016.

______. O Migrante e a cidade: dilemas e conflitos. Saarbrücken/deutschland: Verlag/Novas Edições Acadêmicas, 2016.

______. Expansão da fronteira: o agronegócio e a abertura de novos fronts agrícolas. Relatório Final do Projeto de Pesquisa, apresentado junto a junto a PROPEq, Universidade Federal de Mato Grosso, 2008.

REVISTA VEJA. Concentração fundiária no Brasil. Publicada em 16/04/1997.

SANTOS, Milton e SILVEIRA, Maria Laura (Orgs.). O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. 4. ed. Rio de Janeiro: Record, 2002.

______. A natureza do espaço – Técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, SP. 1996.

______. Técnica, espaço e tempo: globalização e meio-técnico científico e informacional. São Paulo: Hucitec, 1994.

______. O retorno do território. In: SANTOS, Milton; SOUZA, Maria Adélia A. de. A urbanização Brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993.

SILVA, Silvana Cristina da. A família de municípios do agronegócio como expressão da especialização das áreas de modernização agrícola do território brasileiro.Caderno Prudentino de Geografia. Presidente Prudente, N.32, V.2, p.305-336, ago./dez.2010.

______. Geração de Novos Municípios: uma face da modernização dos macrossistemas técnicos do território. Monografia de Conclusão de Curso, Departamento de Geografia-UNICAMP, jul. de 2004.

SILVEIRA, Rogerío Leandro Lima da. Redes e território: uma breve contribuição geográfica ao debate sobre a relação sociedade e tecnologia. Biblio 3W, Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales, Universidad de Barcelona, Vol. VIII, N. 451, V. 15 de junho de 2003. Disponível em: <http://www.ub.es/geocrit/b3w-451.htm>. Acesso em: 10 nov. 2017.

MINISTÉRIO DO INTERIOR – SUDECO. IV Encontro do Centro-Oeste, a Nova Fronteira. In: Anais. Cuiabá, 30 de nov. a 01 de dez. de 1983.

Downloads

Publicado

2020-06-29

Edição

Seção

Artigos