Reflexões Sobre a Governança Metropolitana na Amazônia: O Caso da Região Metropolitana de Manaus/AM

Autores

Palavras-chave:

Região Metropolitana, Governança, Amazônia, Manaus

Resumo

O trabalho desenvolvido tem por escopo trazer reflexões sobre governança territorial no contexto amazônico, tendo por estudo de caso a Região Metropolitana de Manaus, no estado do Amazonas, no Brasil. As relações entre governo e sociedade civil suscitaram problematizações, desde a década de 1970. Com a complexidade cada vez maior de uma sociedade em rede, estabelecem-se novos parâmetros para se repensar a relação entre governo e sociedade, apontando-se na literatura uma mudança da perspectiva de governo para outra de governança. Engendram-se novas práticas, mais democráticas, que envolvem a participação cidadã nos governos. Nesse contexto emerge a noção de governança ancorada no território, o que implicaria em analisar a governança em diversificados contextos espaciais. Balizado nessa problemática, investiga-se a institucionalização da Região Metropolitana de Manaus como exemplo de práticas de governança territorial que se operam no território, enfatizando-se a particularidade desse arranjo se constituir na Amazônia brasileira. Utiliza-se como metodologia fontes institucionais e a revisão da bibliografia sobre a Região Metropolitana de Manaus. Aponta-se para a necessidade de se repensar as regiões metropolitanas enquanto arranjo político-institucional no contexto democrático

Referências

BECKER, B. K. O governo do território em questão: uma perspectiva a partir do Brasil. Parc. Estrat., Brasília: v. 14, n. 28, 2009. p. 33-50.

BECKER, B. K. A urbe amazônida: a floresta e a cidade. Rio de Janeiro: Garamond, 2013.

BECKER, B. K.; COSTA, R. G.; SILVEIRA, C. B. (Orgs.). Abordagens políticas da espacialidade. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1983.

CAVALCANTE, K. V.; FRANCHI, T.; LOPES, R. H. Região metropolitana de Manaus: Características e dilemas do desenvolvimento de uma região metropolitana na Amazônia Ocidental. Chão Urbano (Online), v. 4, 2015. p. 1-19.

CUNHA, E. M. P.; PEDREIRA, R. S. (Eds.). Hierarquização e identificação de espaços urbanos. Brasília: Ministério das Cidades, 2008.

DALLABRIDA, V. R. Governança territorial: do debate teórico à avaliação da sua prática. Análise Social, Lisboa, n. 215, 2015. p. 304–328.

DALLABRIDA, V. R.; BECKER, D. F. Governança Territorial: um primeiro passo na construção de uma proposta teórico-metodológica. Desenvolvimento em Questão, v. 1, n. 2, 2003. p. 73–97.

DALLABRIDA, V. R. Governança territorial e desenvolvimento: as experiências de descentralização político-administrativa no Brasil como exemplos de institucionalização de novas escalas territoriais de governança. In: I Circuito de Debates Acadêmicos, Brasília, 2011. Anais... Brasília, 2012.

DALLABRIDA, V. R; MARCHESAN, J; ROSSETTO, A. M; FILIPPIM, E. S. Governança nos territórios ou governança territorial: distância entre concepções teóricas e a prática. Revista GRIFOS (online), v. 25, n. 40, 2016. p. 43-66.

DAVIDOVICH, F. “A volta da metrópole” no Brasil: referências para a gestão territorial. In: RIBEIRO, L. C. Q. (Org.). Metrópoles: entre a coesão e a fragmentação, a cooperação e o conflito. São Paulo: Ed. Perseu Abramo, 2004. p. 197-230.

DAVOUDI, S. EVANS, N; GOVERNA, F; SANTANGELO, M. Territorial Governance in the Making. Approaches, Methodologies, Practices. Boletín de la A.G.E, n. 46, 2008. p. 33–52.

ESTEVE, J. M. P. Governança democrática: construção coletiva do desenvolvimento das cidades. Belo Horizonte: Editora UFJF, 2009.

EHNERT, A R von. A região metropolitana de Manaus e as migrações pendulares. 2011. 111 f. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

ESTADO DO AMAZONAS. Relatório de Transição de Governo. 2019. Disponível em: <http://www.amazonas.am.gov.br/content/uploads/2019/01/Relat%C3%B3rios-de-Transi%C3%A7%C3%A3o-Vers%C3%A3o-Consolidada.pdf>. Acesso em: 30 jan. 2021.

FARINÓS, J. Gobernanza territorial para el desarrollo sostenible: estado de la cuestión y agenda. Boletín de la A.G.E. (online), v. 46, 2008. p. 11–32.

FERRÃO, J. Governança, governo e ordenamento do território em contextos metropolitanos. In: FERREIRA, A., RUA, J., MARAFON, G. J. e SILVA, A. C. P. (orgs), Metropolização do espaço: gestão territorial e relações urbano rurais. Rio de Janeiro: Consequência, 2013. p. 255-282.

FERRÃO, J. Governança democrática metropolitana: como construir a “cidade dos cidadãos?”. In: Desafios da Metropolização, FERREIRA, A; RUA, J; MATTOS, R. C. (orgs.). 1 ed. Rio de Janeiro: Consequência, 2015. p. 209-224.

FUINI, L. L. A governança e o território: reflexões sobre uma abordagem de pesquisa. Revista de Desenvolvimento Econômico, v. 15, n. 28, 2013. p. 86–99.

JESSOP, B. The entrepreneurial city: re-imaging localities, redesigning economic governance, or restructuring capital. In: JEWSON, N.; MACGREGOR, S. (Ed.). Transforming cities: Contested governance and new spatial divisions. Londres: Routledge Library Editions, 1997. p. 28–41.

LIMA, M. C. Quando o amanhã vem ontem: a institucionalização da Região Metropolitana de Manaus e a indução do processo de metropolização da Amazônia Ocidental. 2014. 298 f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

NOGUEIRA, R. J. B. Política e Território: a invenção de uma região metropolitana. Percurso (online), v. 1, n. 11, 2011. p. 175-189.

RODRIGUES, J. N; MOSCARELLI, F. Os desafios do pacto federativo e da gestão territorial compartilhada na condução de políticas públicas brasileiras. GeoTextos, v. 11, n. 1, 2015. p. 139-166.

PIERRE, J. (ED.). Debating governance. Oxford: Oxford University Press, 2000.

RIBEIRO, L. C. DE Q. (ED.). As metrópoles brasileiras no milênio: resultados de um programa de pesquisa. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2012.

RHODES, R. A. W. The New Governance: Governing without Government. Political Studies, v. 44, n. 4, 1996. p. 652–667.

ROSENAU, J. Governança, ordem e transformação na política mundial. In: ROSENAU, JAMES N.; CZEMPIEL, ERNEST-OTTO (Ed.). Governança sem governo: ordem e transformação na política mundial. São Paulo: Editora UnB, 2000. p. 11-46.

RÜCKERT, A. A. Reforma do Estado, reestruturações territoriais, desenvolvimento e novas territorialidades. GEOUSP – Espaço e Tempo, n. 17, 2005. p. 79-94.

SANT’ANA, M. C. Estatuto da Metrópole: limites e possibilidades dos instrumentos e estratégias de planejamento e gestão urbanos da Lei nº. 13.089, de 2015. Revista de Geografia Meridiano, n. 5, 2016. p. 93-124.

SOUSA, Isaque dos Santos. A ponte Rio Negro e a Região Metropolitana de Manaus: adequações no espaço urbano-regional à reprodução do capital. 2013. 250 f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

STOKER, G. Governance as theory: five propositions. International Social Science Journal, v. 68, n. 227–228, 2018. p. 15–24.

Downloads

Publicado

2021-06-25

Como Citar

Souza, M. S. P. dos S. de . (2021). Reflexões Sobre a Governança Metropolitana na Amazônia: O Caso da Região Metropolitana de Manaus/AM. Revista Geoaraguaia, 11(1), 259-277. Recuperado de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/geo/article/view/12654

Edição

Seção

Artigos