A representação feminina no conto “Um coração ardente” de Lygia Fagundes Telles

Autores

  • Ytatilla Kelly Pereira dos Santos UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA

Palavras-chave:

LITERATURA

Resumo

Esta pesquisa, bibliográfica, tem como objetivo analisar a representação feminina da personagem Alexandra por meio da Crítica Feminista. Lygia Fagundes Telles conta a história de uma mulher, prostituta e satisfeita com a sua realidade. Para esta análise, além da Crítica Feminista, buscou-se dentro das construções de Roger Chartier, que entende a realidade social como uma construção cultural, corresponder as perspectivas desta pesquisa. Em linhas gerais, a narrativa analisada aponta como a representação da subversão e da liberdade do sujeito pode refletir, significativamente, para a renovação de práticas e cultura.

Biografia do Autor

Ytatilla Kelly Pereira dos Santos, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA

Mestranda em Letras no Programa de Pós-graduação em Letras: Cultura, Educação e Linguagens em Vitória da Conquista. Graduada em Letras pela Universidade do Estado da Bahia, Campus XXI/ Ipiaú-Ba.

Referências

BARBOSA, Adriana Maria de Abreu. Ficção do Feminino. Vitória da Conquista: Edições UESB, 2011.

BEAUVOIR, Simone. O segundo sexo: a experiência vivida. São Paulo: Difusão Europeia do livro, 1960b.

CARVALHO, Alfredo L. C. (2016). A fascinante ficção de Lygia Fagundes Telles: seis estudos críticos. São Paulo: Vitrine Literária.

CARLOMAGNO, Beto. Realismo quase fantástico: Professor analisa o estilo de Lygia Fagundes Telles em livro. Diário da Região, São José do Rio Preto, 19 de novembro de 2016. Disponível em: https://www.diariodaregiao.com.br/_conteudo/cultura/literatura/professor-analisa-o-estilo-de-lygia-fagundes-telles-em-livro-1.610185.html. Acesso 30 de outubro de 2019.

CESAR, Ana Cristina. Literatura e mulher: essa palavra de luxo. In: Crítica e tradução. São Paulo: Ática, 1999. p. 224-232.

______. 1993. Escritos no Rio. Rio de Janeiro: Editora Brasiliense / UFRJ.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. 2.ed. Lisboa: Difel, 2002.

GARCIA, Carla Cristina. Breve história do feminismo. São Paulo: Claridade, 2015.

SPIVAK, Gayatri. Quem reivindica alteridade? In: SHOWALTER, Elaine. O feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994. P. 187-205.

TELLES, Lygia Fagundes. Um coração ardente. 1ª ed. Companhia das Letras, 2012

WOOLF, Virginia. Profissões para mulheres e outros artigos feministas/ Virginia Woolf; tradução de Denise Bottmann. Porto Alegre, RS: L&PM, 2013.

Downloads

Publicado

2020-04-28