“3 X 1”

Estruturalismo, Enunciação e Ecolinguística na minha concepção de língua/linguagem

Autores

  • Claudio Alves Benassi Universidade Federal de Mato Grosso http://falangemiuda.com.br
  • Simone de Jesus Padilha Universidade Federal de Mato Grosso

Resumo

O presente artigo tem como objetivo, apresentar uma nova concepção de língua/linguagem, que se encontra em gérmen na tese “VisoGrafia: o problema do conteúdo, material e forma na escrita de sinais”. Tal concepção, congrega o pressuposto do abstrato do sistema linguístico, advindo do pensamento saussuriano, levando em consideração que a mesma é também concreta, segundo argumentos bakhtinianos, ainda apresentando a característica da adaptabilidade, apontada pela ecolinguística. O artigo apresenta uma breve discussão teórica a respeito, que fundamenta a nova concepção de língua/linguagem. Espera-se que uma nova luz teórica seja lançada sobre a temática, tendo em vista que abstrato e concreto na língua/linguagem não se excluem, se retroalimentam.

Biografia do Autor

Claudio Alves Benassi, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutor em Estudos de Linguagens pela Universidade Federal de Mato Grosso. Formado em Música pela UFMT, especialista em Libras pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci, Mestre em Cultura Contemporânea. Professor Assistente A do Departamento de Letras da UFMT. Doutorando em Estudos de Cultura Contemporânea.

Simone de Jesus Padilha, Universidade Federal de Mato Grosso

Professora adujnta do Departamento de Letras (UFMT). 

Downloads

Publicado

2020-11-13

Edição

Seção

Artigo de Convidado