UMA FILOLOGIA LATU SENSO: RELATOS DE PESQUISAS NO CEARÁ

Autores

Palavras-chave:

Texto, Estudo filológico, Estudo linguístico, Estudo histórico, Filologia lato sensu.

Resumo

Os estudos filológicos, no Brasil, vêm sendo desenvolvidos em várias universidades, principalmente em programas de pós-graduação por meio de pesquisas cujos resultados são trabalhos de conclusão de mestrado e de doutorado. Este artigo tem como objetivo principal, apresentar os trabalhos realizados em Filologia numa perspectiva lato sensu pelos membros do grupo de pesquisa Práticas de Edição de Textos do Estado do Ceará-PRAETECE, o qual congrega pesquisadores de dois programas de pós-graduação da Universidade Estadual do Ceará. Elencamos 14 dissertações e 4 teses concluídas e as que estão em elaboração. Esses trabalhos têm como base metodológica a edição filológica de textos manuscritos escritos nos séculos XVIII e XIX e a análise de fenômenos linguísticos e histórico-sociais do Ceará, no período do Brasil colonial. O texto é o objeto principal dos estudos filológicos e todas as informações que podem ser abstraídas por meio da interpretação dos registros testemunhos do tempo real em que configuram a cultura e as vivências de uma época. Isso faz com que possamos fazer uma leitura ampla e profunda dos textos, o que classificamos como uma Filologia lato sensu.

Biografia do Autor

Expedito Eloísio Ximenes, Universidade Estadual do Ceará

Doutor em Linguística, Pós-doutor em Filologia. Professor adjunto da Universidade Estadual do Ceará.

Referências

ALMEIDA, Ygor Braga de. Análise sociorretórica do gênero portaria do século XVIII. 2015. 169 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: file:///C:/Users/Expedito/Downloads/Ygor-Braga_Dissertac%CC%A7a%CC%83o%20(2).pdf Acesso em: 20 mai. 2020.

ALMEIDA, Fernanda Kécia de. O léxico de causa mortis em certidões de óbito do vale do Jaguaribe no século XIX. 2016. 119 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em: file:///C:/Users/Expedito/Downloads/Dissertac%CC%A7a%CC%83o_Fernanda-Almeida.pdf%20(3).pdf. Acesso em: 10 mai. 2020.

ALVES, Luiz Eleildo Pereira. Filologia Textual e Linguística Textual: estudo de textos setecentistas à luz da Teoria da Acessibilidade. 2016. 224f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) - Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em:<http://www.uece.br/posla/index.php/dissertacoes/288-2016>. Acesso em: 22 mai. 2020

GONÇALVES, Elis Larissa dos Santos (2019) As toponímias indígenas do Sertão de Quixeramobim: um estudo linguístico-histórico-cultural. 2019 151 f. Dissertação (Mestrado interdisciplinar em História e Letras) –Mestrado Acadêmico Interdisciplinar em História e Letras -Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: Acesso em: 13 abr. 2020.

SOARES, J. P. M.; FERRÃO. A. C. (Org.). Memória Colonial do Ceará. vol. 5 (1744- 1746): tomo 1 (1744-1746) e tomo 2 (1746). Introdução metodológica, coordenação técnica, estabelecimento do texto, comentários e notas de José Pereira da Silva. [Teresópolis – RJ]: Kapa Editorial, 2011-2012.

HOLANDA, Maria Aurilene Pinto (2019) Estudo lexical do ritual da morte em certidão de óbito da diocese de Itapipoca-Ce 2019 151 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: . Acesso em: 13 mai. 2010.

JOSINO, Adriana Marly Sampaio. Estudo filológico e linguístico de documentos do Ceará de 1763 a 1802: edições de textos e análise das colocações de base verbal. 293 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2019. Disponível em:<http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2020/02/TESE_ADRIANA-MARLY-SAMPAIO-JOSINO.pdf>. Acesso em: 28 maio 2020.

______. Edição filológica e estudo fraseológico dos autos de arrematação da vila de Sobral (1817-1823). 2015. 151 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: <http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2019/11/Adriana-Marly-Sampaio-Josino.pdf>. Acesso em: 28 maio 2020

LOIOLA, Wagner Rodrigues. Estudo dos aspectos formais e linguísticos em editais do século XVIII. 2014. 178 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2014. Disponível em: file:///C:/Users/Expedito/Downloads/Wagner-Rodrigues-%20(1).pdf. Acesso em: 15 mar. 2020.

LOIOLA, Wagner Rodrigues. (2019) Edição e estudo do gênero alvará do século XVIII ao XXI no Ceará 2019 Tese (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: Acesso em: 13 mai. 2020.

MATTOS E SILVA, Rosa Virgínia. Orientações atuais da Linguística Histórica brasileira. Revista de Documentos de Estudos em Linguística Teórica e Aplicada, São Paulo, v. 15, n. especial, p. 147 -166, 1999.

MELO, Gladstone Chaves de. Iniciação à filologia e à linguística portuguesa. 5. ed. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1975.

NASCENTES, Antenor. Estudos filológicos. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 2003

NUNES, Ticiane Rodrigues. Glossário de termos do campo lexical violência nos autos de querela do século XIX. 2014. 118 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de PósGraduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2014. Disponível em: file:///C:/Users/Expedito/Downloads/Dissertac%CC%A7a%CC%83o-Ticiane-Rodrigues-Nunes-PosLA-2014-versa%CC%83o-FINAL%20(1).pdf. Acesso em: 18 mai. 2020.

_______. Língua(gem) e cultura: um estudo etnográfico dos campos lexicais de vaqueiros do Ceará. 2018. 368 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2018. Disponível em: file:///C:/Users/Expedito/Downloads/TESE_TICIANE-RODRIGUES-NUNES_2018%20(3).pdf . Acesso em: 22 mai. 2020.

PINHEIRO, Nadja Maria. (2019) Edição e análise de provisões de professores de 1as letras do Ceará imperial (1834 –1856) 2019 Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: file:///C:/Users/Expedito/Downloads/DISSERTA%C3%87%C3%83O_NADJA-MARIA-PINHEIRO-1%20(2).pdfAcesso em: 13 abr. 2020.

PINTO, Maria Edneuda Teixeira. Estudo das unidades fraseológicas em escrituras públicas de compra e venda de escravos do século XIX no Ceará. 2015 151 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: file:///C:/Users/Expedito/Downloads/Maria-Edineuda-T.-Pinto%20(1).pdf. Acesso em: 13 abr. 2020.

QUEIROZ, Andrezza Alves. (2020) Filologia e Linguística Textual em diálogo: revisitando um conflito administrativo do Ceará colonial a partir da recategorização identitária dos participantes do evento. 2020368 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2020.

RODRIGUES, Francisca Lisiani da Costa. (2019) Estudo linguístico-filológico e histórico social de escrituras de compra e venda de escravos no Século XIX (1870 – 1873) 2019. 151 f. Dissertação (Mestrado interdisciplinar em História e Letras) –Mestrado Acadêmico Interdisciplinar em História e Letras -Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: http://www.uece.br/mihl/dmdocuments/dissertacaofranciscalisianidacostarodrigues.pdfAcesso em: 13 abr. 2020.

SANTIAGO-ALMEIDA, Manuel Mourivaldo. Para que filologia/critica textual? Revista Acta: A escrita no Brasil colonial e suas relações. Assis, SP, v. 1, 2011. Disponível em: http://sgcd.assis.unesp.br/Home/SitesInternos/RevistaActa/PARAQUEFILOLOGIACRÍTICA TEXTUAL(revistoISSN). PDF. Acesso em: 29 mai 2020.

SOARES, J. P. M.; FERRÃO. A. C. (Org.). Memória Colonial do Ceará. vol. 1 (1698-1720): tomo 1 (1698-1720). Introdução metodológica, coordenação técnica, estabelecimento do texto, comentários e notas de José Pereira da Silva. [Teresópolis – RJ]: Kapa Editorial, 2011-2012.

SOARES, Katharine Silva de Oliveira. Testamentos do século XVIII na capitania do Ceará: um estudo histórico-linguístico. 2016. 235 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em: . Acesso em: 29 abr. 2020.

SOUSA, M. C. M. Cartas administrativas do século XVIII da capitania do Ceará: um estudo filológico e sociorretórico. Dissertação de mestrado – Universidade Estadual do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Fortaleza, 2016. Disponível em: file:///C:/Users/Expedito/Downloads/Dissertac%CC%A7a%CC%83o_-Monique-Cordeiro%20(2).pdf Aces. em: 20 de mai.2020.

Sousa (2019) Cultura, memórias e história da dança de São Gonçalo do distrito de Lisieux (2012-2018). 2019 151 f. Dissertação (Mestrado interdisciplinar em História e Letras) –Mestrado Acadêmico Interdisciplinar em História e Letras-Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2015. Disponível em: http://www.uece.br/mihl/dmdocuments/dissertacaojoanapaulasilvasousa.pdf. Acesso em: 13 abr. 2020.

XIMENES, Expedito Eloísio. Os clíticos nos Autos de Querela, no Ceará: edição filológica e análise linguística. 2004, 2v 442f. Dissertação (Mestrado em Linguística)-departamento de letras Vernáculas, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza: 2004.

XIMENES, E. E. Estudo filológico e linguístico das unidades fraseológicas jurídico-criminal da capitania do Ceará nos séculos XVIII e XIX. 2011. 413p. Tese (Doutorado em Linguística) – Programa Pós-Graduação em Linguística, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011. Disponível em: <http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/6638/1/2009_tese_EEXimenes.pdf>.

Acesso em: 16 ago. 2015.

XIMENES, Expedito Eloísio. Autos de querela e denúncia: edição de documentos judiciários do século XIX no Ceará para estudos filológicos. Fortaleza: LCR, 2006.

Downloads

Publicado

2020-10-01