Viralização amarela

os minions na vida, nas mídias e na arte

Autores

Palavras-chave:

Círculo de Bakhtin, Diálogo, Signo ideológico, Enunciado, Minions.

Resumo

Calcado na filosofia da linguagem bakhtiniana, este artigo se propõe a pensar a produção, circulação e recepção do fenômeno “febre amarela ‘minions’” (OLIVEIRA, 2020), ao compreender como eles saem das telas de cinema e ganham novos sentidos em outras telas. Como corpus, tem-se os filmes da franquia Meu Malvado Favorito (2010, 2013, 2015 e 2017) utilizados como mote de reflexão sobre as relações entre os sujeitos, pautadas na noção de alteridade, que gera identidade para além dos filmes. O objetivo é contribuir com os estudos contemporâneos bakhtinianos ao que se refere à organização social dos sujeitos.

Biografia do Autor

Luciane de Paula, UNESP - Universidade Estadual Paulista

Docente da UNESP - Universidade Estadual Paulista, lotada no Departamento de Estudos Linguísticos, Literários e da Educação - DELLE,  Câmpus de Assis, credenciada no Programa de Pós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa, Câmpus de Araraquara e do Programa de Mestrado Profissional em Letras - ProfLetras.

Área de atuação: Análise Dialógica do Discurso

Natasha Ribeiro de Oliveira, UNESP - Universidade Estadual Paulista/Programa de Pós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa - Doutoranda

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa, Câmpus de Araraquara, da UNESP - Universidade Estadual Paulista.

Área de atuação: Análise Dialógica do Discurso

Referências

BAKHTIN, M. M. Estética da criação verbal. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011.

BAKHTIN, M. M. Para uma filosofia do ato responsável. São Carlos, Pedro & João Editores, 2010.

JENKINS, H. Cultura da convergência. – 2 ed. – São Paulo: Aleph, 2009.

MEU MALVADO FAVORITO 3. Direção de Pierre Coffin e Kylie Balda. Universal Studios: EUA, 2017, 89 min.

MEU MALVADO FAVORITO 2. Direção de Pierre Coffin e Chris Renaud. Universal Studios: EUA, 2013, 98 min.

MEU MALVADO FAVORITO. Direção de Pierre Coffin e Chris Renaud Universal Studios: EUA, 2010, 95 min.

MINIONS. Direção de Pierre Coffin e Kylie Balda. Universal Studios: EUA, 2015, 91 min.

NIGRIS, M. É. de. “A perspectiva bakhtiniana para o eu-para-mim e o eu-para-o-outro”. In: OLIVEIRA, N. R. de. A febre amarela “minions”: uma análise bakhtiniana. Dissertação de mestrado. Araraquara: Programa de Linguística e Língua Portuguesa da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP Araraquara, 2020 (Mimeo).

PAULA, L. de.; STAFUZZA, G. Círculo de Bakhtin: pensamento interacional. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2013. – Série Bakhtin: inclassificável; v. 3.

PAULA, L. de. Verbivocovisualidade: uma abordagem bakhtiniana tridimensional da linguagem. Projeto de Pesquisa em andamento. UNESP, 2017a (Mimeo).

PAULA, L. de. O enunciado verbivocovisual de animação – a valoração do “amor verdadeiro” Disney – uma análise de Frozen. Discursividades Contemporâneas – política, corpo e diálogo. Campinas: Mercado de Letras, 2017b, p. 287-314.

PAULA, L.; SERNI, N. M. A vida na arte: a verbivocovisualidade do gênero filme musical. In: Raído, Dourados, v. 11, n. 25, p. 178-201, jul. 2017c.

PAULA, L. de; SILVA, T. N. Nerve à flor da linguagem: arte e vida em jogo dialógico. Diálogo das Letras, Pau dos Ferros, v. 8, n. 2, p. 38-57, maio/ago. 2019a.

PAULA, L. de; OLIVEIRA, F. A. A. de. O signo “resistência” nas eleições presidenciais de 2018 no Brasil. Revista ENTRELETRAS (Araguaína), v. 10, n. 2, p. 350-371, jul/dez 2019b.

PAULA, L. de; FIGUEIREDO, M. H. de; PAULA, S. L. de. O Marxismo do/no Círculo. Slovo – o Círculo de Bakhtin no contexto dos estudos discursivos. Curitiba: Appris, 2011, p. 79-98.

VOLÓCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem; tradução, notas e glossário de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo; ensaio introdutório de Sheila Grillo – São Paulo: Editora 34, 2017 [1929].

VOLOCHÍNOV, V. N. A construção da enunciação e outros ensaios. Organização, tradução e notas: João Wanderley Geraldi. São Carlos: Pedro & João Editores, 2013.

Downloads

Publicado

2020-11-13

Edição

Seção

Artigo de Convidado