RELAÇÃO ENTRE ATIVIDADE FÍSICA E DEPRESSÃO EM IDOSOS: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Diogo Fagundes Pereira Universidade Católica de Petrópolis

Palavras-chave:

Depressão, Atividade Física, Idosos.

Resumo

A terceira idade é naturalmente marcada por alterações cognitivas e presença de psicopatologias específicas. A depressão lidera o ranking do transtorno mental mais prevalente em idosos, nesse sentido, esse estudo buscou avaliar a atividade física como um processo de redução de sintomas depressivos. Para tanto foi feito uma revisão sistemática da literatura que foram utilizadas as bases de dados online Scielo e BVSPsi, com os descritores: atividades físicas e depressão. Os resultados apontam uma melhora significativa dos quadros de depressão por idosos que aderem a prática de atividades físicas constantes.

Biografia do Autor

Diogo Fagundes Pereira, Universidade Católica de Petrópolis

Psicólogo, Pedagogo, Especialista em Neuropsicologia e Mestre em Psicologia. Coordenador Adjunto e professor de Pós-graduação da Universidade Católica de Petrópolis.

Downloads

Publicado

2017-02-27

Como Citar

Pereira, D. F. (2017). RELAÇÃO ENTRE ATIVIDADE FÍSICA E DEPRESSÃO EM IDOSOS: UMA REVISÃO DE LITERATURA. Corpoconsciência, 20(3), 22-28. Recuperado de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/4431