Sangue e suas partículas: sobre a não homogeneidade fluídica do sangue no parentesco

Autores

  • Juliana P. Lima Caruso

Resumo

Neste artigo, pretendo discutir a noção de sangue e as relações que este tema tece com as teorias do parentesco. Este enfoque possibilita também abordar algumas das principais reflexões que as substâncias suscitam nos estudos antropológicos e de parentesco. Parte da proposta inclui pensar o sangue de maneira mais flexível, sendo em alguns contextos um elemento ou a junção de múltiplos componentes, vistos de forma integrada ou ainda, como um aglomerado de frações. Pretende-se refletir sobre o DNA e outras partículas que compõe o parentesco e o sangue. Falar de tais partículas, presentes nas substâncias   ou   no   sangue, pode   ser também uma forma de engajar autores como Carsten(2011) e Héritier (1996) proporcionando um debate que compreenda diferentes elaborações do parentesco

Downloads

Publicado

2020-12-22

Edição

Seção

Dossiê Temático: O que carrega o sangue?