O medo dos porcos

Autores

Resumo

O ensaio fotográfico foi realizado no âmbito da pesquisa etnográfica sobre a produção de corações artificiais, que transformou-se na tese intitulada Corpos Biônicos e Órgãos Intercambiáveis – a produção de saberes e práticas sobre corações não-humanos. O desenvolvimento de tais dispositivos cardíacos ocorre em três distintos momentos: os testes in vitro, também conhecidos como testes de bancada; os testes in vivo, que são cirurgias experimentais performadas em animais; e as avaliações em humanos. Apresento aqui imagens do segundo momento, das cirurgias agudas realizadas em porcos, que se caracteriza como um processo de validação dos dispositivos, de avaliação de sua adequação, além do treinamento da técnica cirúrgica que será realizada em humanos no futuro.

As imagens explicitam a participação e entrelaçamento de inúmeros atores, humanos e não-humanos, para a emergência de uma nova entidade, composta pelo órgão do animal associado a um dispositivo de assistência ventricular. Dadas as semelhanças anatômicas, nas cirurgias experimentais os porcos mimetizam os órgãos e corpos humanos.

Downloads

Publicado

2020-12-22

Edição

Seção

Ensaios Fotográficos