Moradas de encante e vizinhos do fundo: habitação e socialidades interespecíficas no noroeste amazônico

Autores

Resumo

Pesquisa etnográfica foi realizada no noroeste amazônico junto as populações indígenas multiétnicas habitantes das calhas dos rios Padauiri e Preto afluentes da margem esquerda do rio Negro. O presente texto de caráter descritivo e analítico, percorre pelas narrativas explicativas elaboradas, reproduzidas ou reificadas pelos indígenas rionegrinos. Analiticamente, dialogamos com as concepções do perspectivismo ameríndio para traçar conexões ao multinaturalismo e trazer para o debate algumas noções locais, tais como encante e encantado, gentes e donos, vizinhos e inimizades que possam contribuir para uma síntese sobre vizinhança e socialidades intraespecíficas entre “gentes” no contexto do noroeste amazônico.

Biografia do Autor

Luiz Augusto Sousa Nascimento, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS - UFSCarINSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO.

DOUTOR EM ANTROPOLOGIA SOCIAL PELA UNIVEESIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS, PROFESSOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - IFMA, PESQUISADOR ASSOCIADO AO CENTRO DE TRABALHO INDIGENISTA - CTI

Downloads

Publicado

2021-03-22

Edição

Seção

Dossiê Temático: Formas de habitar, vizinhança e ação política