Uma perspectiva sobre sexualidade através da ontologia do ser social

Autores

Resumo

Este texto esforça-se em apresentar possibilidades teórico-políticas que baseiam a noção de sexualidade a partir dos fundamentos teórico-filosóficos do materialismo histórico dialético, perpassando por uma aproximação dos fundamentos da ontologia do ser social. A partir da premissa do trabalho como fundacional ao ser social, o texto reflete sobre a individualidade e a corporeidade enquanto peças tácitas para a uma abordagem da sexualidade nas trilhas da ontologia do ser social. 

Biografia do Autor

Djonatan Kaic Ribeiro de Souza, Universidade de Brasília

Assistente Social formado pela UnB (2017), Mestre em Política Social pela UnB (2019) e Doutorando em Política Social pela UnB.

Referências

BONA JÚNIOR, Aurélio. A ontologia de Lukács e a sexualidade em perspectiva emancipatória. Revista Filosofia e Educação (Online) – Revista Digital do Pandeia, volume 3, número 2 Outubro de 2011 – Março de 2012.

_____________________. O corpo na educação emancipatória da sexualidade: uma análise das iniciativas do governo do Paraná (2008-2009). Tese (Doutorado em Educação) Universidade Estado de Campinas, Faculdade de Educação. Campinas, SP, 2014.

_____________________. Corpo e trabalho na educação emancipatória da sexualidade. Revista Espaço Acadêmico – nº 154, Março, 2014.

CISNE, Mirla; SANTOS, Silvana M.M. Feminismo, diversidade sexual e Serviço Social. São Paulo: Cortez, 2018. (Biblioteca Básica de Serviço Social; v. 8)

COSTA, Gilmaisa Macedo. Indivíduo e sociedade: sobre a teoria da personalidade em Georg Lukács. São Paulo: Instituto Lukács, 2012, 2º ed.

DUARTE, Newton. A individualidade para si: contribuição a uma teoria histórico-crítica da formação do indivíduo. – 3. ed. rev. – Campinas, SP: Autores Associados, 2013. – (Coleção educação contemporânea).

HÚNGARO, Edson Marcelo. Trabalho, tempo livre e emancipação humana: os determinantes ontológicos das políticas sociais de lazer. Campinas, SP, 2008. (Tese de Doutorado: Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas.

MÁRKUS, György. Marxismo e Antropologia: o conceito de “essência humana” na filosofia de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2015.

MARX, Karl. Manuscritos Econômicos-Filosóficos; tradução, apresentação e notas Jesus Ranieri. – [4. reimpr.]. – São Paulo: Boitempo, 2010. il. – (Coleção Marx-Engels).

NETTO, José Paulo; BRAZ, Marcelo. Economia Política: uma introdução crítica. – São Paulo: Cortez, 2006. (Biblioteca Básica de Serviço Social; v. 1).

NUNES, César. Filosofia, sexualidade e educação: as relações entre os pressupostos éticos-sociais e históricos-culturais presentes nas abordagens institucionais sobre a educação sexual escolar. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas: Campinas, 1996.

_____________. Desvendando a sexualidade. 7 ed. Campinas, SP: Papirus, 2005.

_____________. Política, Sexualidade e Educação. Revista Filosofia e Educação. Vol. 3, nº 2. Outubro 2011 – Março 2012.

SANTOS, Silvana M.M. Diversidade sexual: fonte de opressão e liberdade no capitalismo. Revista Argumentum, Vitória, Espírito Santo, vº 9, nº 1, 2017.

___________________. Pensamento da esquerda e a política de identidade: particularidades da luta pela liberdade da orientação sexual. Tese (Doutorado em Serviço Social) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2005.

SOUZA, Djonatan Kaic Ribeiro. Sexualidade e “Cidadania LGBT”: possibilidades e limites dos direitos no capitalismo. Dissertação (Mestrado em Política Social) – Universidade de Brasília, 2019.

Silveira, M. L. S. (2002). Algumas notas sobre a temática da subjetividade no âmbito do marxismo. Revista Outubro, nº 7, 2002.

TONET, Ivo. Método Científico: uma abordagem ontológica. São Paulo: Instituto Lukács, 2013.

TUCKMANTEL, Maísa M. Educação sexual: mais qual? Diretrizes para a formação de professores na perspectiva emancipatória. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação – Universidade Estadual de Campinas, 2009.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Edição

Seção

Dossiê Temático: Teoria Social Crítica e LGBTI