FLORÍSTICA E ESTRUTURA DE UMA COMUNIDADE ARBÓREA NA FLORESTA ESTADUAL DO AMAPÁ, AMAZÔNIA ORIENTAL, BRASIL

Autores

  • Ronaldo Oliveira dos Santos santos.ueap@hotmail.com
    Universidade do Estado do Amapá
  • Robson Carmo Lima robsoncl91@hotmail.com
    Universidade Federal do Amapá
  • Robson Borges de Lima rbl_florestal@yahoo.com.br
    Universidade do Estado do Amapá
  • Perseu da Silva Aparício perseu.aparicio@ueap.edu.br
    Universidade do Estado do Amapá
  • Jadson Coelho de Abreu jadsoncoelhoabreu@hotmail.com
    Universidade do Estado do Amapá

DOI:

10.31413/nativa.v5i7.4454

Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar a composição florística e a estrutura do estrato arbóreo em floresta densa de terra firme na Floresta Estadual do Amapá (FLOTA/AP), no município de Calçoene-AP. Foi delimitado um hectare de floresta para análise da composição florística. A estrutura horizontal foi analisada por meio dos parâmetros fitossociológicos e pela análise da distribuição diamétrica. Também foi determinado o padrão de distribuição espacial pelo Índice de Morisita para as quatro espécies com maior valor de importância. A estrutura vertical foi analisada para toda a comunidade categorizando a floresta em três estratos (inferior, médio e superior). Foram encontrados 617 indivíduos distribuídos em 32 famílias botânicas, 72 gêneros e 96 espécies. A família Fabaceae apresentou maior riqueza específica. A área apresentou uma acentuada capacidade regenerativa, com a maioria dos indivíduos presentes nas menores classes diamétricas. Das quatro espécies selecionadas (Qualea albiflora, Gustavia augusta, Pourouma minor e Protium decandrum), duas apresentaram o padrão uniforme (Q. albiflora e P. decandrum), outra demonstrou padrão agregado (G. augusta) e a última o padrão aleatório. A floresta encontra-se no estrato médio de altura. Conclui-se com base nos resultados apresentado que este estudo pode servir de subsídios para novas pesquisas vinculadas a programas de manejo florestal.

Palavras-chave: fitossociologia, inventário florístico, diversidade, floresta nativa.

 

FLORISTIC AND STRUCTURE OF A COMMUNITY ARBOREAL IN FOREST STATE OF AMAPÁ, EASTERN AMAZON, BRAZIL

 

ABSTRACT:

The objective of this work was to analyze the floristic composition and the structure of the arboreal stratum in terra firme dense forest in the State Forest of Amapá (FLOTA/AP), in the municipality of Calçoene-AP. One hectare of forest was delimited for floristic composition analysis. The horizontal structure was analyzed through the phytosociological parameters and by the diametric distribution analysis. The spatial distribution pattern was also determined by the Morisita Index for the four species with the highest importance value. The vertical structure was analyzed for the whole community, categorizing the forest into three strata (lower, middle, and upper). There were 617 individuals distributed in 33 botanical families, 72 genera and 98 species. The Fabaceae family showed greater specific richness. The area presented a strong regenerative capacity, with the majority of the individuals present in the smaller diametric classes. Of the four species selected (Qualea albiflora, Gustavia augusta, Pourouma minor and Protium decandrum), two presented the uniform pattern (Q. albiflora and P. decandrum), another showed an aggregate pattern (G. augusta) and the last one the random pattern. The forest is in the middle stratum of height. It is concluded from the results presented that this study can serve as subsidies for new research linked to forest management programs.

Keywords: Phytosociology; floristic inventory; diversity, native forest

 

DOI: http://dx.doi.org/10.5935/2318-7670.v05nespa11

Biografia do Autor

Ronaldo Oliveira dos Santos, Universidade do Estado do Amapá

Departamento de Manejo Florestal

Robson Carmo Lima, Universidade Federal do Amapá

Departamento de Biodiversidade Tropical

Robson Borges de Lima, Universidade do Estado do Amapá

Departamento de Manejo Florestal

Perseu da Silva Aparício, Universidade do Estado do Amapá

Departamento de Manejo Florestal

Jadson Coelho de Abreu, Universidade do Estado do Amapá

Departamento de Manejo Florestal

Referências

ALVES, J. C. Z. O.; MIRANDA, I. S. Análise da estrutura de comunidades arbóreas de uma floresta amazônica de terra firme aplicada ao manejo florestal. Acta Amazonica, Manaus, v. 3, n. 4, p. 657-666, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672008000400008

AMAPÁ. Instituto Estadual de Florestas do Amapá. Plano anual de outorga florestal 2014. Macapá, 2013. 46 p.

ANGIOSPERM PHYLOGENY GROUP III. An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III. Bot. J. Linnean Soc. 161: 105-121. 2009.

BATISTA, A. P. B.; APARICÍO, W. C. S.; APARÍCIO, P. S.; SANTOS, V. S.; LIMA, R. B.; MELLO, J. M. Caracterização estrutural em uma floresta de terra firme no estado do Amapá, Brasil. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo, v. 35, n. 81, p. 21-33, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.4336/2015.pfb.35.81.689

BEGON, M.; HARPER, J. L.; TOWHSEND, C. R. Fundamentos em ecologia. Porto Alegre: Artmed, 2007. 592 p.

CARIM, M. J. V.; GUILLAUMET, J. L. B.; GUIMARÃES, J. R. S.; TOSTES, C. L. Composição e estrutura de floresta ombrófila densa do extremo Norte do Estado do Amapá, Brasil. Biota Amazônia, Macapá, v. 3, n. 2, p. 1-10, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v3n2p1-10

CARIM, M. J. V.; JARDIM, M. A. G, MEDEIROS, T. D. S. Composição Florística e Estrutura de Floresta de Várzea no Município de Mazagão, Estado do Amapá, Brasil. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 36, n. 79, p. 191-201, 2008.

CARVALHO, F. A. Síndromes de dispersão de espécies arbóreas de Florestas Ombrófilas Submontanas do estado do Rio de Janeiro. Revista Árvore, Viçosa, v. 34, n. 6, p. 1017-1023, 2010. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622010000600007

CONDÉ, T. M.; TONINI, H. Fitossociologia de uma floresta ombrófila densa na Amazônia Setentrional, Roraima, Brasil. Acta Amazonica, Manaus, v. 43, n. 3, p. 247-260, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672013000300002

DIONISIO, L. F. S.; OSMAR-FILHO, S. B.; CRIVELLI, B. R. S.; GOMES, J. P.; OLIVEIRA, M. H. S.; CARVALHO, J. O. P. Importância fitossociológica de um fragmento de floresta ombrófila densa no estado de Roraima, Brasil. Revista Agro@mbiente, v. 10, n. 3, p. 243-252, 2016. DOI: http//dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v10i3.3381

FINOL, U. H. Nuevos parámetros a considerarse en el análisis estructural de las selvas vírgenes tropicales. Revista Forestal Venezolana, v. 18, n. 12, p. 29-42, 1971.

GOMES SOBRINHO, T. R.; SOTTA, E. D. Caracterização climatológica do módulo IV da floresta estadual do Amapá - FLOTA/AP: Dados preliminares. Macapá-AP, 5p.; 2011. Disponível em: <http://www.hidroweb.ana.gov.br/>. Acessado em 20 de abr. 2013.

HIGUCHI, P.; SILVA, A. C.; VAN DEN BERG, E.; PIFANO, D. S. Associações espaciais entre indivíduos de diferentes espécies de Miconia spp. ruiz & pav. (Melastomataceae). Revista Árvore, Viçosa, v. 35, n. 3, p. 381-389, 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622011000300002

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Manual Técnico da Vegetação Brasileira. 2ª Ed. Rio de Janeiro, RJ – Brasil, 271p. 2012.

INSTITUTO DE PESQUISAS CIENTÍFICAS E TECNOLOGICAS ESTADO DO AMAPÁ (IEPA). Macrodiagnóstico do estado do Amapá, primeira aproximação do ZEE. Amapá, p.139, 2008.

INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS DO AMAPÁ – IEF/AP. Plano Anual de Outorga Florestal do Estado do Amapá – PAOF 2016. Macapá/AP: IEF, 2015. 98p.

ILLIAN, J.; PENTTINEN, A.; STOYAN, H.; STOYAN, D. 2008. Statistical Analysis and Modelling of Spatial Point Patterns. Wiley: England, 544 p.

KREBS, C. J. Ecological methodology. Menlo Park: Benjamin Cummings, 1998. 620p.

LIMA, R. B. A.; SILVA, J. A. A.; MARANGON, L. C.; FERREIRA, R. L. C.; SILVA, R. K. S. Fitossociologia de um trecho de floresta ombrófila densa na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Uacari, Carauari, Amazonas. Scientia Plena, Aracajú, v. 8, n. 1, p.1-12. 2012.

MAGURRAN, A. E. Ecological Diversity and Its Measurement. Princeton, Princeton University Press, 1988. 179 p.

MORI, A. S.; BOOM, B. Ecological importance of Myrtaceae in an eastern Brazilian wet forest. Biotropica, Lawrence, v. 15, n. 1, p.68-70, 1983. DOI: http://dx.doi.org/10.2307/2388002

MUELLER-DOMBOIS, D.; ELEMBERG, H. Aims and methods of vegetation ecology. Willey and Sons. New York. 1974

NEGRINI, M.; AGUIAR, M. D.; VIEIRA, C. T.; SILVA, A. C.; HIGUCHI, P. Dispersão, distribuição espacial e estratificação vertical da comunidade arbórea em um fragmento florestal no planalto catarinense. Revista Árvore, Viçosa, v. 36, n. 5, p. 919-929, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622012000500014

OKSANEN, J.; BLANCHET, F. G.; KINDT, R.; LEGENDRE, P.; MINCHIN, P. R.; O’HARA, R. B.; SIMPSON, P. S.; STEVENS, M. H. H.; WAGNER, H. Vegan: Community Ecology Package: R package version 2.0-9. 2013.

OLIVEIRA, A. N.; AMARAL, I. L.; RAMOS, M. B. P.; NOBRE, A. D.; COUTO, L. B.; SAHDO, R. M. Composição e diversidade florístico-estrutural de um hectare de floresta densa de terra firme na Amazonia Central, Amazonas, Brasil. Acta Amazonica, Manaus, v. 38, n. 4, p. 627-641, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672008000400005

PEREIRA, L. A.; PINTO SOBRINHO, F. de A.; COSTA NETO, S. V. da. Florística e estrutura de uma mata de terra firme na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Rio Iratapuru, Amapá, Amazônia Oriental, Brasil. Floresta, Curitiba, v. 41, n. 1, p. 113-122, 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rf.v41i1.21191

QUESADA, C. A; LIOYD, J.; SCHWARTZ, M.; BAKER, T. R; PHILLIPS, O. L.; PATIÑO, S.; CZIMCIK, C.; HODNETT, M. G.; HERRERA, R.; ARNETH, A.; LIOYD, G.; MALHI, Y.; DEZZEO, N.; LUIZÃO, F. J.; SANTOS, A. J. B.; SCHMERLER, J.; ARROYO, L.; SILVEIRA, M.; PRIANTE FILHO, N.; JIMENEZ, E. M.; PAIVA, R.; VIEIRA, I.; NEILL, D. A.; SILVA, N.; PEÑUELA, M. C.; MONTEAGUDO, A.; VÁSQUEZ, R.; PRIETO, A.; RUDAS, A.; ALMEIDA, S.; HIGUCHI, N.; LEZAMA, A. T.; LÓPEZ-GONZÁLEZ, G.; PEACOCK, J.; FYLLAS, N. M.; ALVEREZ-DÁVILA, E.; ERWIN, T.; FIORE, A. di.; CHAO, K. J.; HONORIO, E.; KILLEEN, T.; PEÑA-CRUZ, A.; PITMAN, N.; NÚÑEZ VARGAS, P.; SALOMÃO, R.; TERBORGH, J.; RAMÍREZ, H. 2009. Regional and large-scale patterns in Amazon forest structure and function are mediated by variations in soil physical and chemical properties. Biogeosciences Discussions, v. 6, p. 3993-4057, 2012.

REIS, L. P.; RUSCHEL, A. R.; SILVA, J. N. M.; REIS, P. C. M.; CARVALHO, J. O. P.; SOARES, M. H. M. Dinâmica da distribuição diamétrica de algumas espécies de Sapotaceae após exploração florestal na Amazônia Oriental. Revista de Ciências Agrárias, Belém, v. 57, n. 3, p. 234-243, 2014.

SALOMÃO, R. P. Densidade, estrutura e distribuição espacial de castanheira-do-brasil (Bertholletia excelsa H. & B.) em dois platôs de floresta ombrófila densa na Amazônia setentrional brasileira. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi de Ciências Naturais, v. 4, n. 1, p. 11-25, 2009.

SANTOS, R. O.; ABREU, J. C.; LIMA, R. B.; APARÍCIO, P. S.; SOTTA, E. D.; LIMA, R. C. Distribuição diamétrica de uma comunidade arbórea na Floresta Estadual do Amapá, Brasil. Biota Amazônia, Macapá, v. 6, n. 2, p. 24-31, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v6n2p24-31

SCHILLING, A. C.; BATISTA, J. L. F. Curva de acumulação de espécies e suficiência amostral em florestas tropicais. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 179-187, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-84042008000100016

SILVA, K. E.; MARTINS, S. V.; RIBEIRO, C. A. A. S.; SANTOS, N. T.; AZEVEDO, C. P. Structure of 15 hectares permanent plots of terra firme dense forest in Central Amazon. Revista Árvore, Viçosa, v. 40, n. 4, p. 603-615, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0100-67622016000400004

SILVA, K. E.; MARTINS, S. V.; SANTOS, N. T.; RIBEIRO, C. A. A. S. Padrão espacial de espécies arbóreas tropicais. In: MARTINS, S. V (Ed). Ecologia de Florestas Tropicais. Viçosa: Ed. UFV, p. 216 – 241, 2009.

SILVA, K. E.; MATOS, F. D. A.; FERREIRA, M. M. Composição florística e fitossociologia de espécies arbóreas do Parque Fenológico da Embrapa Amazônia Ocidental. Acta Amazonica, Manaus, v. 38, n. 2, p. 213-222, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672008000200004

SOUZA, D. R.; SOUZA, A. L.; GAMA, J. R. V.; LEITE, H. G. Emprego de análise multivariada para estratificação vertical de florestas inequiâneas. Revista Árvore, Viçosa, v. 2, n. 7, p. 59-63, 2003. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622003000100008

SOUZA, D. R.; SOUZA, A. L. Estratificação vertical em floresta ombrófila densa de terra firme não explorada, Amazônia Oriental. Revista Árvore, Viçosa, v. 28, n. 5, p. 691-698, 2004. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622004000500008

YARED, J. A. G.; COUTO, L.; LEITE, H. G. Composição florística de florestas secundária e primária, sob efeito de diferentes sistemas silviculturais na Amazônia Oriental. Revista Árvore, Viçosa, v. 2, n. 2, p .463-474, 1998.

Downloads

Publicado

2018-01-23

Como Citar

dos Santos, R. O., Lima, R. C., de Lima, R. B., Aparício, P. da S., & Abreu, J. C. de. (2018). FLORÍSTICA E ESTRUTURA DE UMA COMUNIDADE ARBÓREA NA FLORESTA ESTADUAL DO AMAPÁ, AMAZÔNIA ORIENTAL, BRASIL. Nativa, 5(7), 529–539. https://doi.org/10.31413/nativa.v5i7.4454

Edição

Seção

Ciências Ambientais / Environmental Sciences

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)