CONHECIMENTO DE ESCOLARES DO ENSINO MÉDIO SOBRE A ASSOCIAÇÃO DE FATORES DE RISCO RELACIONADOS A DOENÇAS CRÔNICAS

Autores

  • Cleiton Cardoso Anhanguera Educacional
  • Thiago Borges Instituto Federal Sul-Rio-Grandense - IFSUL câmpus Pelotas
  • Airton José Rombaldi Universidade Federal de Pelotas- Programa de Pós-Graduação em Educação Fïsica
  • Leandro Quadro Corrêa Universidade Federal do Rio Grande- Curso de Educação Física

Palavras-chave:

Saúde, escolares, doença crônica

Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar o nível de conhecimento de alunos do 3º ano do Ensino Médio de um município do sul do Brasil sobre a associação de quatro fatores de risco (sedentarismo, tabagismo, consumo exagerado de álcool e alimentação inadequada) relacionados ao surgimento de oito doenças crônicas (diabetes mellitus, hipertensão, AIDS, osteoporose, câncer de pulmão, depressão, cirroses e infarto agudo do miocárdio). Foi realizado um estudo exploratório de caráter transversal, incluindo 76 escolares. As associações mais prevalentes foram do sedentarismo com infarto agudo do miocárdio; tabagismo com câncer de pulmão; consumo excessivo de álcool com cirrose hepática e alimentação inadequada com diabetes e também sobre a falta de relação entre sedentarismo e cirrose hepática; tabagismo e alimentação inadequada com Aids. Novas políticas públicas escolares são necessárias para aumentar o conhecimento sobre temas relacionados à saúde, o que pode implicar na prevenção de doenças crônicas.

Downloads

Publicado

2016-12-23

Como Citar

Cardoso, C., Borges, T., Rombaldi, A. J., & Corrêa, L. Q. (2016). CONHECIMENTO DE ESCOLARES DO ENSINO MÉDIO SOBRE A ASSOCIAÇÃO DE FATORES DE RISCO RELACIONADOS A DOENÇAS CRÔNICAS. Corpoconsciência, 20(2), 72-81. Recuperado de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/4342