ENQUANTO A AVENTURA NÃO VEM...

CONTRIBUIÇÕES DAS LIVES DA CORRENTE DA AVENTURA PARA O CAMPO DO LAZER

Autores

DOI:

10.51283/rc.v25i1.11920

Palavras-chave:

Lazer, Aventura, Natureza

Resumo

A Corrente da Aventura é uma iniciativa online, criada por um grupo de pesquisadores de atividades de aventura no campo do lazer, a qual antecede os eventos presenciais referentes aos Congressos Brasileiro e Internacional de Atividades de Aventura, que foram adiados em decorrência das medidas de isolamento social, necessárias para a contenção da atual pandemia de COVID-19. Esta iniciativa, em interface com o ambiente virtual, buscou abrir espaços para a continuidade das reflexões na área, minimizando os prejuízos e impactos. Sendo assim, este estudo, de natureza qualitativa, teve por objetivo analisar os conteúdos expressos nas lives da Corrente da Aventura, envolvendo as atividades de aventura no âmbito do lazer, contribuindo para a disseminação do conhecimento na área. Os dados foram analisados descritivamente, por meio de Análise de Conteúdo e os resultados indicam a preocupação com os aspectos pedagógicos seguida da formação profissional, como temas de maior relevância debatidos nas lives.

 

Referências

AGUIAR, Mark e colaboradores. Leisure luxuries and the labor supply of young men. Journal of political economy, Chicago, v. 129, n. 2, 2021.

AINI, Rezki Putri Nur.; KAILANI, Najib. Identity and Leisure Time: Aspiration of Muslim Influencers on Instagram. Hayula: Indonesian Journal of Multidisciplinary Islamic Studies, v. 5, n. 1, p. 57-80, 2021.

ARAUJO, Mayra Terra Maluf de; CIPINIUK, Alberto. O entretenimento online - A sociedade espetacular das lives nos tempos de pandemia. Revista interdisciplinar internacional de artes visuais-art&sensorium, v. 7, n. 2, p. 193-206, 2020.

BANDEIRA, Marília Martins; MAYOR, Sarah Teixeira Soutto. A construção da ‘capital brasileira da aventura’: a transformação da cidade de Brotas em destino turístico-esportivo nas décadas de 1980 e 1990. Revista caminhos da história, v. 26, n. 1, p. 128-147, 2021.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições70, 2016.

BRAUN, Virginia; CLARKE, Victoria; GRAY, Debra (Org.). Coleta de dados qualitativos: um guia prático para técnicas textuais, midiáticas e virtuais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2019.

CBAA.CIAA. Instagram: @cbaa.ciaa. Disponível em: https://www.instagram.com/cbaa.ciaa/. Acesso em: 19 mar. 2021.

DANIA, Aspasia; GRIFFIN, Linda L. Using social network theory to explore a participatory action research collaboration through social media. Qualitative research in sport, exercise and health, v. 13, n. 1, p. 41-58, 2021.

FIGUEIREDO, Juliana de Paula; SCHWARTZ, Gisele Maria. Atividades de aventura e educação ambiental como foco nos periódicos da área de Educação Física. Motriz, v. 19, n. 2, p. 467-479, 2013.

FINDLER, Patrick. Climbing high and letting die. Journal of the philosophy of sport, v. 1, n. 1, p. 1-16, 2021.

FREIRE, Gustavo Henrique de Araújo; GUIMARÃES, Marcus Vinícius de Albuquerque. Uso das redes sociais digitais nos programas de pós-graduação em ciência da informação: contribuições para a comunicação e divulgação científica. Bibliomar, v. 19, n. 2, p. 193-217, 2020.

GUARIZO, Marília Amábile; SCHWARTZ, Gisele Maria. Usabilidade de sites nos contextos do lazer, turismo e hospitalidade: uma análise da produção científica. Licere, v. 23, n. 2, p. 362-385, 2020.

LE, Duc Anh; MACLNTYRE, Blair; OUTLAW, Jessica. Enhancing the experience of virtual conferences in social virtual environments. In: 2020 IEEE Conference on Virtual Reality and 3D User Interfaces Abstracts and Workshops (VRW), 2020, Atlanta. Proceedings… Atlanta, GA, USA, 2020. p. 485-494.

MORALDO, Delphine. Women and Excellence in Mountaineering from the Nineteenth Century to the Present. The international journal of the history of sport, v. 37, n. 9, p. 727-747, 2020.

PAIXÃO, Jairo Antônio da. Esporte de aventura como conteúdo possível nas aulas de educação física escolar. Motrivivência, v. 29, n. 50, p. 170-182, 2017.

PEREIRA, Dimitri Wuo; ROMÃO, Sara Pereira; CAMARGO, Aline Aparecida Silva. A aventura como desafio aos professores de Educação Física. Corpoconsciência, v. 24, n. 3, p. 36-46, 2020.

PHILLIPS, Fred. Interconnections: A systems history of science, technology, leisure, and fear. Journal of open innovation: technology, market, and complexity, v. 7, n. 1, p. 14-28, 2021.

PORTUGAL, Simone; SORRENTINO, Marcos. A educación ambiental no Brasil: diferentes perspectivas e boas prácticas. AmbientalMente sustentable: revista científica galego-lusófona de educación ambiental, v. 27, n. 1, p. 79-86, 2020.

RODRIGUES, Cae; GONÇALVES JUNIOR, Luiz. Ecomotricidade: sinergia entre educação ambiental, motricidade humana e pedagogia dialógica. Motriz, v. 15, n. 4, p. 987-995, 2009.

ROJO-RAMOS, Jorge e colaboradores. Adventure tourism in the spanish population: sociodemographic analysis to improve sustainability. Sustainability, v. 13, n. 4, p. 1706, 2021.

SAVITRI, Syahnaz; IRWANSYAH, Irwansyah. The Use of Instagram Stories at the Age of COVID-19 Pandemic. Jurnal Aspikom, v. 6, n. 1, p. 182-196, 2021.

SILVA, Fabiana Duarte e colaboradores. Memórias de Atenah: trajetórias de mulheres brasileiras na corrida de aventura. Movimento, v. 26, n. 1, p. e26076, 2020.

TEODORO, Ana Paula Evaristo Guizarde e colaboradores (Orgs.). Atividades de aventura no Congresso Brasileiro de Atividades de Aventura (CBAA) e no Congresso Internacional de Atividades de Aventura (CIAA). São Paulo: Supimpa, 2020.

WENETZ, Ileana.; ATHAYDE, Pedro; LARA, Larissa (Orgs.). Gênero e sexualidade no esporte e na educação física. Ciências do Esporte, Educação Física e Produção do Conhecimento em 40 anos de CBCE, v. 6. Natal, RN: EDUFRN, 2020.

Downloads

Publicado

2021-03-29

Como Citar

Figueiredo, J. de P., Teodoro, A. P. E. G., & Schwartz, G. M. (2021). ENQUANTO A AVENTURA NÃO VEM.: CONTRIBUIÇÕES DAS LIVES DA CORRENTE DA AVENTURA PARA O CAMPO DO LAZER. Corpoconsciência, 25(1), 137-153. https://doi.org/10.51283/rc.v25i1.11920

Edição

Seção

Seção Temática - LAZER EM ESTUDOS E PESQUISAS