Reapropriação do direito de exitir: Atravessamentos sociais na vida de pessoas trans

Henrique de Souza Bitelo, Marina Ortolan Araldi

Resumo


Pessoas trans, por escaparem às imposições da lógica cisheteronormativa, encontram-se em vulnerabilidade social muito cedo e expostas à vários tipos de violências. Com base em uma Análise Crítica do Discurso de três entrevistas semiestruturadas com pessoas que se encontram em diferentes posições dentro do espectro das identidades trans, buscou-se refletir sobre os atravessamentos sociais em suas vidas. A partir de um processo de singularização, constatou-se que há um movimento ativo de resistência que persegue a reapropriação coletiva da potência da vida. Com isso, pretende-se gerar novos modos de vida, conquistar seus direitos de existir e a transformar suas realidades.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 O autor detém os direitos autorais do texto e pode republicá-lo desde que a REBEH seja devidamente mencionada e citada como local original de publicação.

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/

Indexadores: