EFICIÊNCIA DE GONGOCOMPOSTOS OBTIDOS A PARTIR DE DIFERENTES RESÍDUOS VEGETAIS E SISTEMAS DE PRODUÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE ALFACE

Autores

DOI:

10.31413/nativa.v9i2.9432

Resumo

O uso do gongocomposto pode contribuir para suprir a crescente demanda por substratos destinados à produção de mudas de hortaliças em ambientes rurais e urbanos. Nesse contexto, objetivou-se com este trabalho verificar a eficiência dos gongocompostos obtidos em dois diferentes sistemas de produção, situados em regiões de ambientes distintos (estados do RJ e SP) e com a utilização de resíduos orgânicos e espécies de diplópodes diferentes entre si, na produção de mudas de alface. Inicialmente foi realizada uma minuciosa caracterização dos substratos avaliados, caracterizando as propriedades físicas, físico-químicas e químicas. O desempenho dos diferentes substratos na produção de mudas de alface foi avaliado por meio da semeadura de alface crespa cultivar Grand Rapids em bandejas de poliestireno expandido de 200 células. As mudas foram avaliadas aos 30 dias após a semeadura. Os gongocompostos produzidos no estado do RJ e SP apresentam diferenças em suas propriedades físicas, físico-químicas e químicas. No entanto, ambos produziram mudas de alface com qualidade semelhante, cujos parâmetros fitotécnicos foram superiores ao substrato comercial. Pode-se concluir que ambos os gongocompostos são eficientes como substrato na produção de mudas de alface, os quais podem ser produzidos em ambientes rurais e urbanos, atendendo à necessidade atual por insumos agrícolas sustentáveis.

Palavras-chave: resíduos agrícolas e urbanos; diplópodes; gongocompostagem; substratos orgânicos; horticultura.

 

Efficiency of millicomposts obtained from different vegetable residues and production systems in the development of lettuce seedlings

 

ABSTRACT: The use of millicompost can contribute to the growing demand for substrates for vegetable seedling production in rural and urban environments. In this context, the objective of this work was to verify the efficiency of millicomposts obtained in two different production systems, located in regions of different environments (states of RJ and SP) and with the use of organic residues and different species of diplopods, in the production of lettuce seedlings. Initially, a thorough characterization of the evaluated substrates was performed, characterizing the physical, physicochemical and chemical properties. The performance of different substrates in the production of lettuce seedlings was evaluated by sowing crisp lettuce cultivar Grand Rapids in 200-cell expanded polystyrene trays. The seedlings were evaluated at 30 days after sowing. Millicomposts produced in the states of RJ and SP show differences in their physical, physicochemical and chemical properties. However, both produced similar quality lettuce seedlings, whose phytotechnical parameters were superior to the commercial substrate. It can be concluded that both millicomposts are efficient as a substrate in the production of lettuce seedlings, which can be produced in rural and urban environments, meeting the current need for sustainable agricultural inputs.

Keywords: agricultural and urban wastes; diplopods; millicomposting; organic substrates; horticulture.

Referências

AGUIAR, N. O. Características químicas e bioatividade de ácidos húmicos isolados de vermicompostos em diferentes estádios de maturação. 96f. (Dissertação de Mestrado) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, 2010.

ANILKUMAR, C.; IPE, C.; BINDU, C.; CHITRA, C. R.; MATHEW, P. J.; KRISHNAN, P. N. Evaluation of millicompost versus vermicompost. Current Science, v. 103, n. 2, p. 140-143, 2012.

APURVA, P.; THAKUR, P. C.; SINHA, S. K. Caracteristics of organic compost originated from Harpaphe haydeniana (Wood) and Eisenia foetida. Internacional Journal for Exchange of knowledge, v. 1, n. 1, p. 8-11, 2014.

ANTUNES, L. F. de S.; SILVA, D. G. da; CORREIA, M. E. F.; LEAL, M. A. de A. Avaliação química de substratos orgânicos armazenados e sua eficiência na produção de mudas de alface. Revista Científica Rural, Jaboticabal, v. 21, p. 139–155, 2019a. DOI: https://doi.org/10.30945/rcr-v21i2.2680.

ANTUNES, L. F. S.; AZEVEDO, G.; CORREIA, M. E. F. Produção de mudas de girassol ornamental e seu desenvolvimento em vasos utilizando como substrato o gongocomposto. Revista Científica Rural, Jaboticabal, v. 21, n. 2, p. 299–314, 2019. DOI: https://doi.org/10.30945/rcr-v21i2.2698

ANTUNES, L. F. S.; SCORIZA, R. N.; SILVA, D. G. da; CORREIA, M. E. F. Consumo de resíduos agrícolas e urbanos pelo diplópode Trigoniulus corallinus. Nativa, Sinop, v. 7, n. 2, p. 162–168, 2019b. DOI: http://dx.doi.org/10.31413/nativa.v7i2.6192.

ANTUNES, L. F. de S.; SCORIZA, R. N.; FRANÇA, E. M.; SILVA, D. G. da; CORREIA, M. E. F.; LEAL, M. A. de A.; ROUWS, J. R. C. Desempenho agronômico da alface crespa a partir de mudas produzidas com gongocomposto. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, Viçosa, v. 8, p. 57-65, 2018. DOI: 10.21206/rbas.v8i3.3009.

ANTUNES, L. F. S.; SCORIZA, R. N.; SILVA, D. G.; CORREIA, M. E. F. Production and efficiency of organic compost generated by millipede activity. Ciência Rural, Santa Maria, v. 46, p. 815-819, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20150714.

BARROS, P. N.; SANTOS, M. G. P.; SILVA, M. X.; CARVALHO, I. R. C.; FARFAN, S. J. A. Caracterização morfofisiológica de mudas de alface submetidas a diferentes substratos. Cadernos de Agroecologia, v. 10, n. 3, p. 1-5, 2015. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/18728>.

BHERING, L. L. Rbio: A tool for biometric and statistical analysis using the R platform. Crop Breeding and Applied Biotechnology, v. 17, p. 187-190, 2017. DOI: http:// dx.doi.org/10.1590/1984-70332017v17n2s29

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA. Instrução Normativa Instrução Normativa n. 61, de 08 de julho de 2020. Regras sobre definições, exigências, especificações, garantias, tolerâncias, registro, embalagem e rotulagem dos fertilizantes orgânicos e dos biofertilizantes, destinados à agricultura. . 2020, Sec. 1.

CARRIJO, O. A.; LIZ, R. S. de; MAKISHIMA, N. Fibra da casca do coco verde como substrato agrícola. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 20, n. 4, p. 533–535, 2002.

CORDEIRO, F. C.; FERNANDES, M. S.; SOUZA, S. R. Influência dos ácidos húmicos no metabolismo vegetal pode ser considerada uma resposta auxínica? Revista Ciências da Vida, Seropédica, v. 30, n. 2, p. 111-131, 2010.

CORREA, B. A.; PARREIRA, M. C.; MARTINS, J. D. S.; RIBEIRO, R. C.; DA SILVA, E. M. Reaproveitamento de resíduos orgânicos regionais agroindustriais da amazônia tocantina como substratos alternativos na produção de mudas de alface. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, Viçosa, v. 9, n. 1, p. 97-104, 2019. DOI: 10.21206/rbas.v9i1.7970.

COSTA, A. R. Nutrição Mineral de Plantas Vasculares. Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora, Portugal. 2014. 147p.

DA ROS, C. O.; REX, F. E.; RIBEIRO, I. R.; KAFER, P. S.; RODRIGUES, A. C.; SILVA, R. F.; SOMAVILLA, L. Uso de Substrato Compostado na Produção de Mudas de Eucalyptus dunnii e Cordia trichotoma. Floresta e Ambiente, Seropédica, v. 22, n. 4, p. 549-558, 2015.

DIAS, B. O.; SILVA, C. A.; HIGASHIKAWA, F. S.; ROIG, A.; SÁNCHEZ-MONEDERO, M. A. Use of biochar as bulking agent for the composting of poultry manure: Effect on organic matter degradation and humification. Bioresource Technology, v. 101, p. 1239-1246, 2010.

FERMINO, M. H.; KÄMPF, A. N. Densidade de substratos dependendo dos métodos de análise e níveis de umidade. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 30, n. 1, p. 75-79, 2012.

FERMINO, M. H. Substratos: composição, caracterização e métodos de análise. Guaíba: Agrolivros, 2014. 112p.

FILGUEIRA, F. A. R. Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. Viçosa: Editora UFV, 2008. 402p.

FIORINI, C. V. A.; FERNANDES, M. D. C. D. A.; DUARTE, F. E. V. de O.; DIAS, A.; SALMI, A. P. Cultivares de alface sob manejo orgânico no inverno e na primavera na Baixada Fluminense. Revista Brasileira de Ciencias Agrárias, Recife, v. 11, n. 4, p. 335-342, 2016. DOI: DOI:10.5039/agraria.v11i4a5405.

FOLONI, J. S. S.; CORTE, A. J.; CORTE, J. R. do N.; ECHER, F. R.; TIRITAN, C. S. Adubação de cobertura na batata-doce com doses combinadas de nitrogênio e potássio. Cadernos de Agroecologia, Londrina, v. 34, n. 1, p. 111-222, 2013. DOI: 10.5433/1679-0359.2013v34n117

FRANZIN, S. M.; MENEZES, N. L.; GARCIA, D. C.; SANTOS, O. S. Efeito da qualidade das sementes sobre a formação de mudas de alface. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 23, n. 2, p. 193-197, 2005

FURLAN. F; COSTA, M.; COSTA, L. A.; MARINI, D.; CASTOLDI, G.; SOUZA, J.; PIVETTA, L. Substratos alternativos para produção de mudas de couve em sistema orgânico. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 2, n. 2, p. 1689, 2007.

GONÇALVES, J. L. M.; POGGIANI, F. Substratos para produção de mudas florestais. In: Congresso Latino Americano de Ciência do Solo, 13., Águas de Lindóia, 1996. Resumos... Piracicaba, Sociedade Latino Americana de Ciência do Solo, 1996. CD-Rom.

GRUSZYNSKI, C. Resíduo agro-industrial “casca de tungue” como componente de substrato para plantas. 41p. (Dissertação de Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2002.

IBGE_Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário de 2017. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/Tabela/6619#resultado.

KÄMPF, A.N. Produção comercial de plantas ornamentais. Guaíba: Agrolivros, 2005, 256pKRATZ, D.; WENDLING, I. Produção de mudas de Eucalyptus dunnii em substratos renováveis. Revista Floresta, Curitiba, v. 43, n.1, p. 125-136, 2013.

KRATZ, D.; WENDLING, I.; NOGUEIRA, A. C.; SOUZA, P. V. D. D. Propriedades físicas e químicas de substratos renováveis. Revista Árvore, Viçosa, v. 37, n. 6, p. 1103-1113, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622013000600012.

KRATZ, D.; NOGUEIRA, A. C.; WENDLING, I.;SOUZA, P. V. D. Substratos renováveis para produção de mudas de Mimosa scabrella. Floresta, Curitiba, v. 45, n. 2, p. 393-408, 2014. DOI: 10.5380/rf.v45i2.31249

LUDWIG, F.; FERNANDES, D. M.; GUERRERO, A. C.; VILLAS BOAS, R. L. Características dos substratos na absorção de nutrientes e na produção de gérbera de vaso. Horticultura Brasileira, Vitória da Conquista, v. 32, n. 2, p. 184-189, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362014000200011

MAGGIONI, M. S.; ROSA, C. B. C. J.; ROSA JUNIOR, E. J.; SILVA, E. F.; ROSA, Y. B. C. J.; SCALON, S. P. Q.; VASCONCELOS, A. A. Desenvolvimento de mudas de manjericão (Ocimum basilicum L.) em função do recipiente e do tipo e densidade de substratos. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v. 16, n. 1, p. 10-17, 2014.

MAIA, J. P. Comportamento Agronômico De Cultivares De Alface Americana Em Sistema Hidropônico. 31 f. (Dissertação de Mestrado) - Universidade Federal de Goiás, Jataí, 2019. Disponível em: <https://repositorio.bc.ufg.br/tede/bitstream/tede/9490/5/Dissertação - João Pedro Maia - 2019.pdf>.

MILANESI, M. A. Identificação de Unidades Climáticas na Ilha de São Sebastião (SP). 305 f. (Tese de Doutorado) - Universidade de São Paulo, 2016. Disponível em:< https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-09062017-114749/pt-br.php>.

MILHOMENS, K. K. B.; NASCIMENTO, I. R. do; TAVARES, R. D. C.; FERREIRA, T. A.; SOUZA, M. E. Avaliação de características agronômicas de cultivares de alface sob diferentes doses de nitrogênio. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Pombal, v. 10, n. 2, p. 143-148, 2015.

MINAMI, K.; SALVADOR, E. D. Substrato para plantas. Piracicaba: Editora Degaspari, 2010. 209p.

NADAI, F. B.; MENEZES, J. B. C.; CATÃO, H. C. R. M.; ADVÍNCULA, T.; COSTA, C. A. Produção de mudas de tomateiro em função de diferentes formas de propagação e substratos. Revista Agro@mbiente On-line, Boa Vista, v. 9, n. 3, p. 261-267, 2015. DOI: https://doi.org/10.18227/1982- 8470ragro.v9i3.2348.

OLIVEIRA JÚNIOR, J. F.; DELGADO, R. C.; GOIS, G.; LANNES, A.; DIAS, F. O.; SOUZA, J. C.; SOUZA, M. Análise da precipitação e sua relação com sistemas meteorológicos em seropédica, Rio de Janeiro. Floresta e Ambiente, Seropédica, v. 21, n. 2, p. 140-149, 2014.

RAMANATHAN, B.; ALAGESAN, P. Evaluation of millicompost versus vermicompost. Current Science, v. 103, p. 140–143, 1 jul. 2012.

SANTOS, M. M.; OZA, E. F.; PAIXÃO, M. V. S.; FRIZZERA JR, J. L.; ZINGUER, L.; FERREIRA, E. Resposta de plantas de pimenta dedo-de-moça em substratos comercial e orgânico com e sem adição de resíduos de carvão. Cadernos de Agroecologia, Londrina, v. 13, p. 1-6, 2018.

SCHMITZ, J. A. K.; SOUZA, P. V. D. de; KÄMPF, A. N. Propriedades químicas e físicas de substratos de origem mineral e orgânica para o cultivo de mudas em recipientes. Ciência Rural, Santa Maria, v. 32, n. 6, p. 973-944, 2002.

SENTHILKUMAR, N.; LAKHMIDEVI, R.; SUMATHI, R.; SATHISKUMAR, R.; DIVYA, G. R.; LENORA, L. M. D. Research article millicompost : an alternate biocompost for forest nurseries. International Journal of Current Research, v. 10, n. 6, p. 70971-70974, 2018. Disponível em: http://www.journalcra.com/sites/default/files/issue-pdf/31037.pdf

STÖCKER, C. M.; MONTEIRO, A. B.; SILVA, D. R. da; KUNDE, R. J.; ARAÚJO, T. B. G. Substratos alternativos para a produção de mudas de alface (Lactuca sativa L.) em sistema orgânico. Revista Da Jornada de Pós-Graduação e Pesquisa -Congrega Urcamp, Bagé, v. 13, p. 1113-1122, 2016.

TEIXEIRA, P. C.; DONAGEMA, G. K.; FONTANA, A.; TEIXEIRA, W. G. Manual de métodos de análise do solo. 3 ed. Brasília: Embrapa, 2017. 573 p.

Downloads

Publicado

2021-04-23

Edição

Seção

Agronomia / Agronomy