POTENCIAL TECNOLÓGICO DA MADEIRA DE AMESCLA PARA PRODUÇÃO DE POLPA CELULÓSICA

Autores

  • Maryella Júnnia Ferreira e Silva maryellajunnia@gmail.com
  • Diego Martins Stangerlin diego_stangerlin@yahoo.com.br
  • Elizangela Pariz elizpariz@ufmt.br

DOI:

10.31413/nativa.v4i1.3239

Resumo

O objetivo desse estudo foi avaliar o potencial tecnológico da madeira de Trattinnickia rhoifolia (amescla) para produção de polpa celulósica. Para tanto, inicialmente determinou-se a massa específica básica e a composição química (teor de cinzas, extrativos, lignina e holocelulose) da madeira de amescla. O processo de polpação química dos cavacos de amescla foi realizado pelo método Soda, sendo avaliadas quatro concentrações de hidróxido de sódio (10, 14, 18 e 22%), como licor de cozimento. Posteriormente, a pasta celulósica obtida pelo método Soda foi submetida ao branqueamento pelo método de cloração ao empregar solução de hipoclorito de sódio e ácido acético. Em cada processo foram avaliados o rendimento bruto em pasta celulósica (não branqueada e branqueada), pH do licor de cozimento e análise colorimétrica da pasta celulósica (não branqueada e branqueada). A madeira de amescla apresentou características físicas e químicas satisfatórias para produção de polpa celulósica, tendo em vista a alta porosidade e os baixos teores de lignina e extrativos. A concentração do licor de cozimento (NaOH) não influenciou nos parâmetros pH do licor negro, rendimento bruto e parâmetros colorimétricos das polpas celulósicas não branqueada e branqueada.

Palavras-chave: polpação química, processo Soda, química da madeira, qualidade da madeira.

 

TECHNOLOGICAL POTENTIAL OF AMESCLA WOOD FOR PULP PRODUCTION

 

ABSTRACT

This study aimed to evaluate the technological potential of Trattinnickia rhoifolia (amescla) wood for producing cellulosic pulp. For this purpose, we have initially determined the specific basic mass and the chemical composition (amount of ashes, extractives, lignin and holocellulose) of amescla wood. The process of chemical pulping of amescla wood chips was held by Soda method, where four concentrations of sodium hydroxide (10, 14, 18 and 22%) were evaluated, as cooking liquor. Subsequently, the cellulosic pulp obtained by Soda method was submitted to bleaching through chlorination method by using a solution of sodium hypochlorite and acetic acid. In each process, gross yield in cellulosic pulp (unbleached and bleached), cooking liquor pH level and colorimetric analysis of cellulosic pulp (unbleached and bleached) were evaluated. Amescla wood showed satisfactory physical and chemical characteristics for producing cellulosic pulp, given the high porosity and the low amounts of lignin and extractives. The concentration of cooking liquor (NaOH) did not influence the parameters of black liquor pH level, gross yield and colorimetric parameters of unbleached and bleached cellulosic pulps.

Keywords: chemical pulping, Soda process, wood chemistry, wood quality.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.14583/2318-7670.v04n01a02

Biografia do Autor

Maryella Júnnia Ferreira e Silva

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 14853: Madeira - Determinação do material solúvel em etanol-tolueno e em diclorometano. Rio de Janeiro: ABNT, 2002, 3 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 14660: Madeira – Amostragem e preparação para análise. Rio de Janeiro: ABNT, 2003a, 4 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 11941: Determinação da densidade básica. Rio de Janeiro: ABNT, 2003b, 6 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 13999: Papel, cartão, pastas celulósicas e madeira - Determinação do resíduo (cinza) após a incineração a 525 ºC. Rio de Janeiro: ABNT, 2003c, 4 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 7989: Pastas celulósicas e madeira - Determinação de lignina insolúvel em ácido. Rio de Janeiro: ABNT, 2003d, 5 p.

CHEN, Y.; FAN, Y.; TSHABALALA, M. A.; STARK, N. M.; GAO, J.; LIU, R. Optical property analysis of thermally and photolytically aged Eucalyptus camaldulensis chemithermomechanical pulp (CTMP). Bioresources, Raleigh, v. 7, n. 2, p. 1474-1487, 2012. http://dx.doi.org/10.15376/biores.7.2.1474-1487

FOELKEL, C. E. B. O Processo de impregnação dos cavacos de madeira de eucalipto pelo licor Kraft de cozimentos. Porto Alegre: Eucaliptus Online Book, 2009, 97 p.

GOMIDE, J. L.; COLODETTE, J. L.; OLIVEIRA, R. C. DE; SILVA, C. M. Caracterização tecnológica, para produção de celulose, da nova geração de clones de Eucalyptus do Brasil. Árvore, Viçosa, v. 29, n. 1, p. 129-137, 2005.

GOMIDE, J. L.; FANTUZZI NETO, H.; REGAZZI, A. J. Análise de critérios de qualidade da madeira de eucalipto para produção de celulose Kraft. Árvore, Viçosa, v. 34, n. 2, p. 339-344, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622010000200017

HECKLER, C.; SANSÍGOLO, C. A.; MANENTE, F. G.; BASSO, S. Densidade básica da madeira de Cecropia sp. (embaúba) e sua influência na produção de celulose Kraft. Revista Científica Eletrônica de Engenharia Florestal, Garça, v. 23, n. 1, p. 11-19, 2014.

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE ÁRVORES (IBÁ). Estatística da indústria de árvores. Brasília: Cenários Ibá, 2014. 7 p.

QUEIROZ, S. C. S.; GOMIDE, J. L.; COLODETTE, J. L.; OLIVEIRA, R. C. DE. Influência da densidade básica da madeira na qualidade da polpa Kraft de clones hibrídos de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden x Eucalyptus urophylla S. T. Blake. Árvore, Viçosa, v. 28, n. 6, p. 901-909, 2004. http://dx.doi.org/10.1590/S0100- 67622004000600016

SANTANA, M. A. E.; OKINO, E. Y. A. Chemical composition of 36 Brazilian Amazon forest wood species. Holzforschung, Berlin, v. 61, n. 5, p. 469-477, 2007. http://dx.doi.org/10.1515/hf.2007.084

SANTOS, S. R. Influência da qualidade da madeira de híbridos Eucalyptus grandys x Eucalyptus urophylla e do processo Kraft de polpação na qualidade da polpa branqueada. 2005. 178 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2005.

SILVA, J. J. N.; CARDOSO, G. V.; SILVA JÚNIOR, F. G. DA; STANGERLIN, D. M. Caracterização tecnológica da madeira de Schizolobium amazonicum para a produção de celulose Kraft. Ciência da Madeira, Pelotas, v. 4, n. 1, p. 33-45, 2013. http://dx.doi.org/10.12953/2177-6830.v04n01a03

SIXTA, H. Handbook of paper and board. Weinheim: Wiley-VCH, 2006. 1352 p.

TENUTTI, J. Potencial técnico da madeira de Ochroma pyramidale (Cav. ex Lam.) Urb. com vista à produção de celulose. 2011. 31 f. Monografia (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Mato Grosso, Sinop, 2011.

WALKER, J. C. F. Pulp and paper manufacture. In: WALKER, J. C. F. Primary wood processing. Dordrecht: Springer, 2006. 2 ed., p. 477-534. http://dx.doi.org/10.1007/1-4020-4393-7_13

Downloads

Publicado

2016-02-25

Como Citar

Ferreira e Silva, M. J., Stangerlin, D. M., & Pariz, E. (2016). POTENCIAL TECNOLÓGICO DA MADEIRA DE AMESCLA PARA PRODUÇÃO DE POLPA CELULÓSICA. Nativa, 4(1), 7–10. https://doi.org/10.31413/nativa.v4i1.3239

Edição

Seção

Artigos Científicos / Original research

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2