AVALIAÇÃO DE ÁREAS ELEGÍVEIS À IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS DE MDL FLORESTAIS NA BACIA DO RIO PARDO, EM MINAS GERAIS

Autores

DOI:

10.31413/nativa.v9i1.11173

Resumo

No Protocolo de Quito, ratificado em 1997, foi proposto um instrumento de mitigação climática - o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) - em que países desenvolvidos podem cumprir suas metas de redução de emissões financiando projetos florestais em países em desenvolvimento. O ponto de partida consiste na avaliação do potencial de sequestro de CO2 de áreas elegíveis. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de sequestro CO2 e de geração de créditos de carbono na bacia do Rio Pardo, MG, a partir de projetos de MDL florestais. A metodologia consistiu no mapeamento das áreas elegíveis à implantação de projetos, via análise multitemporal de imagens orbitais, e na simulação de cenários de restauração florestal e reflorestamento com eucalipto. Para restauração florestal, o potencial de sequestro de CO2 foi de, aproximadamente, 10.215.818 Mg, em 20 anos, podendo gerar mais de US$102 milhões em créditos de carbono. Para reflorestamento, o potencial de sequestro de CO2 foi de, aproximadamente, 12.000.000 Mg, em seis anos, e geraria cerca de US$120.000.000. Um cenário misto foi considerado o ideal para a bacia e a metodologia adotada é viável para avaliação em caráter prospectivo, podendo ser consolidada com a utilização de parâmetros locais de biomassa.

Palavras-chave: mudanças climáticas; florestas; sequestro de carbono; geoprocessamento.

 

Evaluation of eligible areas for forest CDM projects implementation in the Pardo River basin, in Minas Gerais, Brazil

 

ABSTRACT: An instrument for climate changes mitigation was proposed in Kyoto Protocol, ratified in 1997 – the Clean Development Mechanism – CDM – through which developed countries can meet their emission reduction goals by forestry projects financing in developing countries. For this, the starting point is to assess the CO2 sequestration potential of the eligible areas. In this sense, the objective of the present work was to evaluate the CO2 sequestration potential and carbon credits generation through forestry CDM projects in the Pardo river basin, Minas Gerais state. The methodology consisted of mapping the eligible and suitable areas for projects implementation, through orbital images multitemporal analysis, and the simulation of forest restoration and reforestation scenarios with eucalyptus species. For forest restoration projects, the CO2 sequestration potential is about 10,215,818 Mg, in 20 years, which could generate more than US $ 102,000,000 in carbon credits. For reforestation, the CO2 sequestration potential is about 12,000,000 Mg in six years, and would generate about US $ 120,000,000. A mixed scenario, with projects in both modalities, was considered ideal for the basin and the proposed methodology is feasible for prospective evaluation, and can be consolidated using local biomass parameters.

Keywords: climatic change; forests; carbon sequestration; geoprocessing.

Referências

ALVARENGA, A. P.; CAMO, C. A. F. S. (Eds.). Sequestro de carbono: quantificação em seringais de cultivo e na vegetação natural. Viçosa: UFV; Rio de Janeiro, Embrapa Solos, 2006. 338p.Disponível em: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/338847. Acesso: 17 de Ago. 2020.

AN, H.; SEOK, H. D.; LEE, S.; CHOI, J. Forest management practice for enhancing carbon sequestration in national forests of Korea. Forest Science and Technology, v. 15, n. 2, p. 80-91, 2019. DOI: https://doi.org/10.1080/21580103.2019.1596843

ARAUJO, G. J. F. Análise energética, ambiental e econômica de biodigestores de circulação interna e concentradores de vinhaça para geração de eletricidade, fertilizantes e créditos de carbono em diferentes cenários econômicos. 2017. 316f. Tese (Doutorado em Ciências) - Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017.

BERNAL, B.; MURRAY, L. T.; PEARSON, T. R. H. Global carbon dioxide removal rates from forest landscape restoration activities. Carbon Balance Management, v. 13, n. 1, p. 13-22, 2018. DOI: https://doi.org/10.1186/s13021-018-0110-8

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Superintendência Federal de Agricultura de Minas Gerais. Estado da arte das pastagens em Minas Gerais. Belo Horizonte: MAPA, 2015. 207p.

BUOTTE, P. C.; LAW, B. E.; RIPPLE, W. J.; BERNER, T. L. Carbon sequestration and biodiversity co-benefits of preserving forests in the western United States. Ecological Applications, v. 30, n. 2, p. 1-11, 2020. DOI: https://doi.org/10.1002/eap.2039

Carbon Pricing And Carbon Credits: Definition, Examples And History. Youmatter, 21, fev. 2020. Disponível em: https://youmatter.world/en/definition

/definitions-carbon-price-carbon-credit/. Acesso em: 26 jan. 2021.

CARMO, F. C. A. Balanço da emissão de gases carbônicos nas operações florestais e sequestro de carbono em florestas plantadas no Espírito Santo. 2016. 68f. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro, 2016.

CASTRO, A. G. Estimativa de sequestro de carbono florestal para restauração ecológica devido às emissões de CO2 na instalação de uma central geradora hidrelétrica - CGH. 2017. 140f. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, Guaratinguetá, 2017.

CHAZDON, R. L; BROADBENT, E. N.; ROZENDAAL, D. M. A.; et al. Carbon sequestration potential of second-growth forest regeneration in the Latin American tropics. Science Advances, v. 2, n. 5, p. 1-10, 2016. DOI: 10.1126/sciadv.1501639

CARBON PRICING LEADERSHIP COALITION (CPLC). Report of the High-Level Commission on Carbon Prices. 2017. Washington, DC: World Bank. 69p. Disponível em: https://www.carbonpricingleader

ship.org/s/CarbonPricing_FullReport.pdf. Acesso em: 29 fev. 2021.

GOMES, V. P.; GALVÍNCIO, J. D.; SILVA, J. F.; FERREIRA, P. S.; LACERDA, A. C. O papel do bioma Caatinga no sequestro de carbono no contexto das mudanças climáticas. In: NÓBREGA. R. S.; SILVA, A. S. da; SILVA, A. K. de C.; COSTA, A. M. M.;

DANTAS, A. M. da S.; LIRA, D. V. de; MELO, E. E. de; BORGES, G. F. D. de S.; SILVA, G. A. da; SOUZA, L. M. da S.; SENA, L. M. F. de; OLIVEIRA, T. N. de; ROSÁRIO, T. N. da S.; HOLANDA, T. F. de (Orgs.). Reflexões sobre o semiárido: obra do encontro do pensamento geográfico. 1 ed. Belém-PA: Itacaiúnas, 2017, v. 1, p. 276-280.

HOU, G.; DELANG, C.O.; LU, X.; OLSCHEWSKI, R. Valuing Carbon Sequestration to Finance Afforestation Projects in China. Forests, v. 10, n. 754, p. 2-20, 2019. DOI: https://doi.org/10.3390/f10090754

IGAM_Instituto Mineiro de Gestão das Águas. Fase I - Diagnóstico integrado do meio físico-biótico, antrópico e das disponibilidades e demandas hídricas – Plano diretor de recursos hídricos da bacia hidrográfica dos afluentes mineiros do rio Pardo. Belo Horizonte: IGAM, 2013. 728p.

MARQUES, M. V. A.; MOREIRA, A. A.; NERY, C. V. M. Diagnóstico da desertificação na região Norte de Minas Gerais por meio de técnicas de geoprocessamento. Boletim de Geografia, Maringá, v. 35, n. 2, p. 99-116, 2017. DOI: https://doi.org/10.4025/bolgeogr.v35i2.27361

MARTINS, O. S. Determinação do potencial de sequestro de carbono na recuperação dematas ciliares na região de São Carlos - SP. 2004. 136f. Tese (Doutorado em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.

OLIVEIRA, B. M.; MARTINS, R. S. F.; SANTOS, R. M. Mapeamento preliminar de conflitos de uso da terra na bacia do Rio Pardo – MG. In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto (SBSR), XVI., 2013, Foz do Iguaçu. Anais... São José dos Campos: INPE, 2013. p. 6246-6251. Disponível em: http://marte2.sid.inpe.br/rep/dpi.inpe.br/marte2/2013/05.29.01.12.58. Acesso em: 18 set. 2020.

ONTL, T. A.; JANOWIAK, M. K.; SWANSTON, C. W.; DALEY, J.; HANDLER, S.; CORNETT, M.; HAGENBUCH, S.; HANDRICK, C.; MCCARTHYL, PATCH, N. Forest management for carbon sequestration and climate adaptation. Journal of Forestry, v. 118, n. 1, p. 86-101, 2020. DOI: https://doi.org/10.1093/jofore/fvz062

PUGH, T. M.; LINDESKOG, M.; SMITH, B.; POULTER, B.; ARNETH, A.; HAVERD, V.; CALLE, L. Role of forest regrowth in global carbon sink dynamics. Proceedings of the National Academy of Sciences, v. 116, n. 10, p. 4382-4387, 2019. DOI: https://doi.org/10.1073/pnas.1810512116

ROCHA, W. D. O.; PEREIRA, A. M.; DA SILVA, A. E.; FRAGA, J. A. Estimativa de biomassa vegetal e sequestro de carbono no Parque Natural Municipal Flor do Ipê,Várzea Grande, MT. Multitemas, Campo Grande, v. 22, n. 51, p. 179-195, 2017. DOI: https://doi.org/10.20435/multi.v22i51.1284

RODRÍGUEZ, C. R. M. Estimativa do potencial sequestro de carbono em áreas de preservação permanente de cursos d'água e topos de morros mediante reflorestamento com espécies nativas no município de São Luiz do Paraitinga. 2015. 120f. Dissertação (Mestrado em Meteorologia) – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE, São José dos Campos, 2015.

SANTOS, M. R.; FONSECA, G. S. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) em 2000 e 2010 da microrregião de Salinas – Norte de Minas. Revista Cerrados, Brasília, v. 12, n. 01, p. 225-248, 2014.

SANTOS, R. M.; LIMA, V. O. B.; VICENTE, M. R.; CAMARA, T. M.; MENDES, C. C. A.; SILVA, D. M.; BARBOSA, G. S. Relação entre resposta espectral, biomassa e estoque de carbono em ocorrências de cerrado na porção mineira da bacia do rio Pardo: estudo preliminar. In: TÚLIO, L. (Org.). Aplicações e Princípios do Sensoriamento Remoto. 1ed. Ponta Grossa: Atena Editora, 2018, v. 1, p. 199-208. Disponível em: https://www.finersistemas.com/atenaeditora/

index.php/admin/api/artigoPDF/3221. Acesso em: 27 jul. 2020.

SCOLFORO, J. R. et al.Volumetria, peso de matéria seca e carbono para o domínio da caatinga. In: MELLO, J. M.; SCOLFORO, J. R.; CARVALHO, L. M. T. (Eds.). Inventário Florestal de Minas Gerais: Floresta Estacional Decidual - Florística, Estrutura, Similaridade, Distribuição Diamétrica e de Altura, Volumetria, Tendências de Crescimento e Manejo Florestal. Lavras: UFLA, 2008a. cap. 8, p.157-208.

SCOLFORO, J. R. et al.Volumetria, peso de matéria seca e carbono. In: SCOLFORO, J. R.; MELLO, J. M.; OLIVEIRA, A. D. (Eds.). Inventário Florestal de Minas Gerais: Cerrado - Florística, Estrutura, Diversidade, Similaridade, Distribuição Diamétrica e de Altura, Volumetria, Tendências de Crescimento e Áreas Aptas para Manejo Florestal. Lavras: UFLA, 2008b. cap. 8, p. 361-438.

SCOLFORO, J. R. et al. Volumetria, peso de matéria seca e carbono para o domínio atlântico em Minas Gerais. In: SCOLFORO, J. R.; MELLO, J. M.; SILVA, C. P. de C. (Eds.). Inventário Florestal de Minas Gerais: Floresta Estacional Semidecidual e Ombrófila - Florística, Estrutura, Similaridade, Distribuição Diamétrica e de Altura, Volumetria, Tendências de Crescimento e Manejo Florestal. Lavras: UFLA, 2008c. cap. 8, p.461-630.

SCOLFORO, J. R. et al. Tendências da produção em volume, peso de matéria seca e carbono dos reflorestamentos em Minas Gerais. In: SCOLFORO, J. R.; CARVALHO, L. M. T.; OLIVEIRA, A. D. (Eds.). Inventário Florestal de Minas Gerais: Monitoramento dos reflorestamentos e tendências da produção em volume, peso de matéria seca e carbono. Lavras: UFLA, 2008d. cap. 2, p.93-149.

SILVA, R. J.; CHIAPETTI, R. J. N.; ARAÚJO, G. S. Atlas físico da bacia hidrográfica do rio Pardo para uso escolar. Revista de Ensino de Geografia, Uberlândia, v. 8, n. 14, p. 67-93, 2017.

SOARES, G. M. Estoque de carbono em plantas jovens de Eucalyptus e Corymbia em diferentes densidades de plantio. 2016. 65 f. Dissertação (Mestrado– Programa de Pós-graduação em Biocombustíveis) – Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, 2016.

SOUZA, C. L.; SCHETTINO, S.; SILVA, D. D.; GUIMARÃES, N. V. Balanço de carbono do processo de produção de madeira de reflorestamento no norte de Minas Gerais. Caderno de Ciências Agrárias, Montes Claros, v. 11, p. 1-8, 2019. DOI: https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15160

TOOCHI, E. C. Carbon sequestration: how much can forestry sequester CO2? Forestry Research and Engineering: International Journal,v. 2, n. 3, p. 148‒150, 2018. DOI: https://doi.org/10.15406/freij.2018.02.00040.

VELASCO, G. D. N.; HIGUCHI, N. Estimativa de sequestro de carbono em mata ciliar: projeto POMAR, São Paulo (SP). Ambiência, Guarapuava, v. 5, n.1, p. 135-141, 2009.

Downloads

Publicado

2021-02-17

Edição

Seção

Engenharia Florestal / Forest Engineering