COMPORTAMENTO DIFERENCIAL DE LINHAGENS DE ALGODÃO A Cercospora gossypina

Autores

DOI:

10.31413/nativa.v9i2.10834

Resumo

A mancha foliar causada pelo fungo Cercospora sp. tem se tornado uma doença de grande importância para o algodoeiro, destacando-se pela sua alta severidade e grandes perdas econômicas. Uma maneira de potencializar o manejo da doença, encontra-se no uso de cultivares resistentes. Nesse sentido, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento de vinte e cinco genótipos de algodão a Cercospora gossypina. O experimento foi realizado em casa de vegetação, com delineamento em blocos casualizados com quatro repetições por genótipos. Plantas de algodão com 25 dias de idade foram inoculadas com a suspensão fúngica do patógeno. Foram realizadas quatro avaliações de severidade da doença, com início aos sete dias após a inoculação, utilizando-se uma chave descritiva. Foram calculadas, a área sob a curva de progresso da doença para cada genótipo avaliado. Os genótipos FM 906, FM 975, CNPA 2015 126 B2 RFRL2, CNPA 2015 82 B2RFRL2, BRS 432 B2RF, TMG 44, CNPA 2015 231 B2RF, CNPA 2015 530 B2RF, TMG 81 WS, FM 954, CNPA 2014 155 B2RF, FM 975 GLT, DP 1536 B2RF, CNPA 2015 512 B2RF e FM 983 apresentaram os menores índices de severidade da doença. Estudos que caracterizem os níveis de suscetibilidade de genótipos de algodão em relação a doença são fundamentais, a fim de selecionar os mais adequados ao manejo da doença.

Palavras-chave: suscetibilidade; Gossypium L.; mancha de cercospora.

 

Differential behavior of cotton lines Cercospora gossypina

 

ABSTRACT: Leaf spot caused by the fungus Cercospora sp. has become a disease of great importance for cotton, standing out for its high severity and great economic losses. One way to improve the management of the disease is the use of resistant cultivars. In this sense, the objective of the present work was to evaluate the behavior of twenty-five cotton lines against Cercospora gossypina. The experiment was conducted in a greenhouse, with randomized block design and four repetitions per line. Cotton plants with 25 days of age were inoculated with fungal suspension of the pathogen. Four evaluations of disease severity were performed, starting at seven days after inoculation, using a descriptive key. The area under the disease progress curve was calculated for each genotype evaluated. The strains FM 906, FM 975, CNPA 2015 126 B2 RFRL2, CNPA 2015 82 B2RFRL2, BRS 432 B2RF, TMG 44, CNPA 2015 231 B2RF, CNPA 2015 530 B2RF, TMG 81 WS, FM 954, CNPA 2014 155 B2RF, FM 975 GLT, DP 1536 B2RF, CNPA 2015 512 B2RF and FM 983 showed the lowest disease severity rates. Studies that characterize the susceptibility levels of cotton strains in relation to the disease are fundamental in order to select the most suitable for disease management.

Keywords: susceptibility; Gossypium L; cercospora spot.

Biografia do Autor

Jacqueline Dalbelo Puia, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil.

Mestranda em Fitossanidade pela Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Bruna Ricini Martins, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil.

Mestranda em Fitossanidade pela Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Referências

BARROS, R.; DEGRANDE, P. E.; SORIA, M. F.; RIBEIRO, J. S. F. Ocorrência de manchas foliares causadas por fungos e bactérias em cultivares de algodoeiro. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 38, n. 4, p. 297-303, 2008. Disponível: https://www.redalyc.org/pdf/2530/253020303010.pdf

CASSETARI NETO, D; MACHADO, A. Q. Doenças do Algodoeiro: Diagnose e Controle. 2ª. ed., Várzea Grande, MT, UNIVAG, UFMT/FAMEV. 2006. 63p

CHITARRA, L. G.; SUASSUNA, N. D.; CHITARRA, G. S. Algodão: Alvo ampliado. Revista Cultivar, EMBRAPA, 2014. Disponível: https://www.grupocultivar.com.br/acervo/360

CIA, E.; FUZATTO, M. G. Manejo de doenças na cultura do algodão. Cultura do algodoeiro. Piracicaba: POTAFOS, p. 121-131, 1999.

FILHO, J. B. S. F.; ALVES, L.; CORRÊA, A. L.; PEREIRA, J. C. Algodão/retro 2019: produção e exportação atingem recordes em 2019. USP, CEPEA, Piracicaba, 2020. Disponível: https://www.cepea.esalq.usp.br/br/releases/algodao-retro-2019-producao-e-exportacao-atingem-recordes-em-2019.aspx

FUZATTO, M. G.; CIA, E.; CHIAVEGATO, E. J. Estabilidade da produção de genótipos de algodoeiro em face da ocorrência de doenças e nematóides. Bragantia, Campinas, v. 53, n. 1, p. 47-52, 1994. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051994000100005

GRIDI-PAPP I. L.; CIA, E.; FUZATTO, M. G.; CHIAVEGATO, E. J.; DUDIENAS, C.; PIZZINATTO, M. A.; SABINO, J. C.; CAMARGO, A. P.; CAMPANA, M. P. Melhoramento do algodoeiro para resistência múltipla a doenças, nematóides e broca-da-raiz em condições de campo. Bragantia, Campinas, v. 53, n. 1, p. 33-45, 1994. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051994000100004

IAMAMOTO, M. M. Doenças foliares do algodoeiro. 1ª ed. Jaboticabal, SP, Funep. 2003. 41p.

JULIATTI, F. C.; POLIZEL, A. C. Manejo integrado de doenças na cotonicultura brasileira. 1ª ed. Uberlândia, MG, Edufu – UFU. 2003. 142p. Disponível: http://www.sidalc.net/cgiin/wxis.exe/?IsisScript=AGB.xis&method=post&formato=2&cantidad=1&expresion=mfn=208427

MEHTA, Y. R. Severe outbreak of Stemphylium leaf blight, a new disease of cotton in Brazil. Plant Disease, v. 82, n. 3, p. 333-336, 1998. DOI: https://doi.org/10.1094/PDIS.1998.82.3.333

SEVERINO, L. S.; RODRIGUES, S. M. M.; CHITARRA, L. G.; FILHO, J. L.; CONTINI, E.; MOTA, M.; MARRA, R.; ARAUJO, A. Série desafios do agronegócio brasileiro. Produto: Algodão - parte 01: caracterização e desafios tecnológicos. EMBRAPA, 2019. Disponível: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/198192/1/SerieDesafiosAgronegocioBrasileiroNT3Algodao.pdf

USDA. Cotton: world markets and trade: Census cotton export data continues to exceed export sales shipments. United States Department of Agriculture. March, 2020. Disponível: https://apps.fas.usda.gov/psdonline/circulars/cotton.pdf

Downloads

Publicado

2021-05-10

Como Citar

Dalbelo Puia, J., Ricini Martins, B., Borsato, L. C., & Vigo, S. C. (2021). COMPORTAMENTO DIFERENCIAL DE LINHAGENS DE ALGODÃO A Cercospora gossypina. Nativa, 9(2), 163-166. https://doi.org/10.31413/nativa.v9i2.10834

Edição

Seção

Agronomia / Agronomy