TEMPO DE ARMAZENAMENTO E TEMPERATURA NO COMPORTAMENTO GERMINATIVO DE Schinopsis brasiliensis ENGLER

Autores

DOI:

10.31413/nativa.v8i4.10292

Resumo

A temperatura atua intimamente sobre a velocidade de absorção de água e igualmente sobre as reações bioquímicas que determinam tanto a velocidade e uniformidade de germinação. Por conseguinte, a viabilidade das sementes após períodos de armazenamento também pode ser um fator limitante no processo germinativo, minimizando o vigor. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo avaliar distintos períodos de armazenamento e temperaturas no comportamento germinativo de sementes de Schinopsis brasiliensis. O delineamento experimental adotado foi inteiramente casualizado, distribuídos em esquema fatorial 5x5, referentes a cinco tempos de armazenamento de sementes de S. brasiliensis armazenados em períodos distintos e cinco temperaturas constantes. Foram utilizados lotes de baraúna com período de armazenamento de 0, 12, 60, 72 e 84 meses, com quatro repetições. Calculou-se a percentagem de germinação, tempo médio de germinação, índice de velocidade de germinação, velocidade média de germinação e índice de Timson. Todos os parâmetros germinativos avaliados foram afetados significativamente. A viabilidade de sementes de S. brasiliensis é decrescida consideravelmente a partir de 12 meses de armazenamento. A temperatura e o tempo de armazenamento são fatores que influenciam diretamente o desenvolvimento inicial de sementes de S. brasiliensis.

Palavras-chave: Anacardiaceae; germinação; espécies nativas; viabilidade; Caatinga.

 

STORAGE TEMPERATURE TIME IN GERMINAL BEHAVIOR Schinopsis brasiliensis ENGLER

 

ABSTRACT: 

The temperature acts closely on the speed of water absorption and also on the biochemical reactions that determine both the speed and uniformity of germination. Therefore, the viability of the seeds after storage periods can also be a limiting factor in the germination process, minimizing vigour. Therefore, this study aimed to evaluate different storage periods and temperatures in the germination behavior of seeds of Schinopsis brasiliensis. The experimental design adopted was entirely randomized, distributed in a 5x5 factorial scheme, referring to five lots of S. brasiliensis seeds stored in different periods and five constant temperatures. Barauna batches with storage periods of 0, 12, 60, 72 and 84 months were used, with four repetitions. The germination percentage, mean germination time, germination speed index and Timson index were calculated. All germination parameters evaluated were significantly affected. The viability of S. brasiliensis seeds is considerably decreased from 12 months of storage. Temperature and storage time are factors that directly influence the initial development of S. brasiliensis seeds.

Keywords: Anacardiaceae; germination; native species; viability; Caatinga.

Biografia do Autor

Leonardo Pereira da Silva Brito

Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia, Universidade Federal do Piauí, Bom Jesus, PI, Brasil.

Thatiany Teixeira Bezerra

Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal, Universidade Federal do Pernambuco, Recife, PE, Brasil.

Elaine Maiara Bonfim Nunes

Centro de Referência para Recuperação de Áreas Degradadas da Caatinga, Petrolina, PE, Brasil.

Márkilla Zunete Beckmann Cavalcante

Universidade Federal do Vale do São Francisco, Petrolina, PE, Brasil.

José Alves Siqueira Filho

Universidade Federal do Vale do São Francisco, Petrolina, PE, Brasil.

Downloads

Publicado

2020-08-03

Edição

Seção

Engenharia Florestal / Forest Engineering