FONTES E FORMAS DE APLICAÇÃO DA ADUBAÇÃO FOSFATADA NA CULTURA DO GIRASSOL

Autores

DOI:

10.31413/nativa.v8i5.10190

Resumo

Os solos sob Cerrado são naturalmente pobres em fósforo, sendo imprescindível a sua adição aos sistemas agrícolas. No entanto, a fonte utilizada e a forma de aplicação podem afetar o resultado. Assim, objetivou-se nesse trabalho, avaliar as características vegetativas e produtivas do girassol em função do manejo da adubação fosfatada, utilizando diferentes fontes e formas de aplicação. Para isso, foram realizados dois experimentos, sendo um em Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico de textura média e outro em Latossolo Vermelho distrófico de textura argilosa, sob delineamento em blocos casualizados em esquema fatorial 3x4+1 com quatro repetições. O primeiro fator refere-se a três fontes de P, sendo uma fonte mineral (monoamônio fosfatado - MAP- 48% de P2O5; 11% de N), outra representada pelo MAP+substância húmica líquida (0% de P2O5; 2 % de N) e uma fonte organomineral granulado com substâncias húmicas (26% de P2O5; 5% de N). O segundo fator trata-se de quatro formas de aplicação do adubo sendo 100, 67, 33 e 0% aplicado a lanço e o restante aplicado no sulco de semeadura. O tratamento adicional foi a não aplicação de P e substâncias húmicas. A fonte e a forma de aplicação do adubo fosfatado afetam a cultura do girassol. A produtividade de aquênios foi afetada pelos fatores testados, havendo interação significativa em ambos os solos. Para o Latossolo Vermelho-Amarelo o adubo MAP isolado pode ser aplicado 100% a lanço sem redução de produtividade e quando em conjunto com substâncias húmicas, no mínimo 33% da dose deve que ser aplicada no sulco de semeadura. No Latossolo Vermelho tanto o MAP quanto o adubo organomineral tem que ser aplicado no mínimo 67% da dose no sulco de semeadura e quando for acrescido substâncias húmicas ao MAP, apenas 33% são necessários ser aplicado no sulco de semeadura.

Palavras-chave: fósforo; adubação organomineral; adubação a lanço; Hellianthus annus; teor de P.

 

SOURCES AND WAYS OF APPLICATION OF PHOSPHATE FERTILIZATION IN THE SUNFLOWER CULTURE

 

ABSTRACT: Soils under Cerrado are naturally low in phosphorus, and their addition to agricultural systems is essential. However, the source used and the form of application can affect the result. Thus, the objective of this work was to evaluate the vegetative and productive characteristics of the sunflower according to the management of phosphate fertilization, using different sources and forms of application. For this, two experiments were carried out, one in a Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico with medium texture and the other in a Latossolo Vermelho Distrófico with clay texture, under a randomized block design in a 3x4 + 1 factorial scheme with four replications. The first factor refers to three sources of P, one mineral source (phosphate monoammonium - MAP- 48% P2O5; 11% N), another represented by MAP + liquid humic substance (0% P2O5; 2% N) and a granulated organomineral source with humic substances (26% P2O5; 5% N). The second factor is four ways of applying the fertilizer, 100, 67, 33 and 0% applied to haul and the rest applied to the seeding furrow. The additional treatment was the non-application of P and humic substances. The source and form of application of the phosphate fertilizer affect the sunflower crop. The achenes productivity was affected by the tested factors, with significant interaction in both soils. For the Latossolo Vermelho-Amarelo, the isolated MAP fertilizer can be applied 100% by haul without reducing productivity and when in conjunction with humic substances, at least 33% of the dose must be applied in the seeding furrow. In the Latossolo Vermelho both MAP and organomineral fertilizer must be applied at least 67% of the dose in the sowing furrow and when humic substances are added to the MAP, only 33% are necessary to be applied in the seeding furrow.

Keywords: phosphorus; organomineral fertilization; haul fertilization; Hellianthus annus; P content.

Referências

AMOACY, F. C. Adubação na superfície ou incorporada? Plantio Direto, Piracicaba, v. 1, n. 73, p. 35, 2006.

ANDRADE, F. V.; MENDONÇA, E. S.; ALVAREZ, V. H.; NOVAIS, R. F. Adição de ácidos orgânicos e húmicos em Latossolos e adsorção de fosfato. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 27, n. 6, p. 1003-1011, 2003. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-06832003000600004

ATIYEH, R. M.; LEE, S.; EDWARDS, C. A.; ARANCON, N. Q.; METZGER, J. D. The influence of humic acids derived from earthworm-processed organic wastes on plant growth. Bioresource Technology, New York, v. 84, p. 7-14, 2002. DOI: https://doi.org/10.1016/S0960-8524(02)00017-2

CANELLAS, L. P.; OLIVARES, F. L.; OKOROKOVA-FAÇANHA, A. L.; FAÇANHA, A. R. Humic Acids isolated from earthworm compost enhance root elongation, lateral root emergence, and plasma membrane H-ATPase activity in maize roots. Plant Physiology, v. 130, p. 1951-1957, 2002. DOI: https://doi.org/10.1104/pp.007088

CASTRO, C.; OLIVEIRA, F. A. Nutrição e adubação do girassol. In: LEITE, R. M. V. B. C.; BRIGHENTI, A. M.; CASTRO, C. (Eds.) Girassol no Brasil. Londrina, EMBRAPA Soja. 2005. p.317-374.

CONAB_Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento de safra brasileira: grãos, 12º Levantamento - Safra 2018/19. Companhia Nacional de Abastecimento. Brasília: Conab, 2019.

DANIA, S. O.; FAGBOLA, O.; ISITEKHALE, H. H. E. Effects of sawdust and organomineral fertilizer and their residual effect on the yield of maize on degraded soil. Pakistan Journal of Agricultural Sciences, Faisalabad, v. 49, n. 1, p. 61-66, 2012.

ELTZ, F. L. F.; VILLALBA, E.; LOVATO, T. Adubação fosfatada para girassol sob sistema plantio direto no Paraguai. Bragantia, Campinas, v. 69, n. 4, p. 899-904, 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0006-87052010000400016

EMBRAPA_Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Sistema brasileiro de classificação de solos. 5ª ed. Rio de Janeiro, Embrapa, 2018, 356p.

EMBRAPA_Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. 2° ed. Brasília, Embrapa, 2009. 627p.

FONTANA, A.; PEREIRA, M. F.; SALTON, J. C.; LOSS, A.; CUNHA, T. J. F. Fósforo remanescente e correlação com as substâncias húmicas em um Latossolo Vermelho sob diferentes sucessões de cultura em plantio direto. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v. 14, p. 161-166, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.18539/cast.v14i1.1900

LANA, M. C.; RAMPIM, L.; VARGAS, G. Adubação fosfatada no milho com fertilizante organomineral em Latossolo Vermelho Eutroférrico. Global Science and Technology, Rio Verde, v. 7, n. 1, p. 26-36, 2014. DOI: https://doi.org/10.14688/1984-3801/gst.v7n1p26-36

PAVINATO, O. S.; ROSOLEM, C. A. Disponibilidade de nutrientes no solo: decomposição e liberação de compostos orgânicos de resíduos vegetais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 32, n. 3, p. 911-920, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-06832008000300001

PIVETTA, L. G.; GUIMARÃES, V. F.; FIOREZE, S. L.; PIVETTA, L. A.; CASTOLDI, G. Avaliação de híbridos de girassol e relação entre parâmetros produtivos e qualitativos. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 43, n. 3, p. 561-568, 2012.

RODRIGUES, T. R. D.; BROETTO, L.; OLIVEIRA, P. S. R.; RUBIO, F. Desenvolvimento da cultura do milho submetida a fertilizantes orgânicos e minerais. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 28, n. 4, p. 509-514, 2012.

ROSA, C. M.; CASTILHOS, R. M. V.; VAHL, L. C.; CASTILHOS, D. D.; SPINELLI, L. F.; OLIVEIRA, E. S.; LEAL, O.A. Efeito de substâncias húmicas na cinética de absorção de potássio, crescimento de plantas e concentração de nutrientes em Phaseolus vulgaris L. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 33, n. 4, p. 959-967, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-06832009000400020.

SACHS, L. G.; PORTUGAL, A. P.; PRUDENCIO-FERREIRA, S. H.; IDA, E. I.; SACHS, P. J. D. Efeito de NPK na produtividade e componentes químicos do girassol. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 27, n. 4, p. 533-546, 2006. DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2006v27n4p533

SANTOS, L. G.; SOUZA, U. O.; CARVALHO, Z. S.; PRIMO, D. C.; SANTOS, A. R. Análise de crescimento do girassol em função do suprimento de fósforo e boro. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 31, n. 2, p. 370-381, 2015. DOI: https://doi.org/10.14393/BJ-v31n2a2015-22316

SANTOS, J. F.; WANDERLEY, J. A. C.; SOUSA JÚNIOR, J. R. Produção de girassol submetido à adubação organomineral. Agropecuária Científica no Semi-Árido, Patos, v. 9, n. 3, p. 38-44, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.30969/acsa.v9i3.387

SANTOS, L. G.; SOUZA, U. O.; PRIMO, D. C.; SILVA, P. C. C.; SANTOS, A. R. Estado nutricional da cultura do girassol submetido à adubação com fósforo e boro. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 6, n. 11, p. 1-15, 2010.

SANTOS, R. D.; GATIBONI, L. C.; KAMINSKI, J. Fatores que afetam a disponibilidade de fósforo e o manejo da adubação fosfatada em solos sob plantio direto. Ciência Rural, Santa Maria, v. 38, n. 2, p. 576-586, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-84782008000200049.

SOUSA, D. M. G.; LOBATO, E. Cerrado: correção do solo e adubação. 2ª ed. Brasília, Embrapa Informação Tecnológica, 2004. 416 p.

SOUZA, M. F.; SOARES, B. E. M.; SILVA, I. R.; NOVAIS, R. F.; SILVA, M. F. O. Competitive sorption and desorption of phosphate and citrate in clayey and sandy loam soils. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 38, n. 4, p. 1153-1161, 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-06832014000400011

TEIXEIRA, R. B.; ROQUE, C. G.; LEAL, A. J. F.; MINOTTO, V. A.; FREITAS, U. C. Formas de aplicação da adubação fosfatada na cultura da soja em semeadura direta. Revista de Ciências Agro-Ambientais, Alta Floresta, v. 11, n. 1, p. 9-15., 2013.

VALADÃO, F. C. A; WEBER, O. L. S.; VALADÃO JÚNIOR, D. D.; SCAPINELLI, A.; DEINA, F. R.; BIANCHINI, A. Adubação fosfatada e compactação do solo: sistema radicular da soja e do milho e atributos físicos do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 39, n. 1, p. 243-255, 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/01000683rbcs20150144.

VIANELLO, R. L.; ALVES, A. R. Meteorologia básica e aplicações. 1ª ed. Viçosa, UFV, 2004. 449p.

ZABIOLE, L. H. S; CASTRO, C.; OLIVEIRA, F. A.; OLIVEIRA JÚNIOR, A. Marcha de absorção de macronutrientes pela cultura do girassol. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 34, n. 2, p. 425-433, 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-06832010000200016

Downloads

Publicado

2020-10-05

Edição

Seção

Agronomia / Agronomy