ARBORIZAÇÃO URBANA DO BAIRRO SANTA CLARA, SANTARÉM, PARÁ: DIVERSIDADE FLORÍSTICA, ORIGEM E CONFLITOS COM A FIAÇÃO ELÉTRICA

Autores

  • Marina Gabriela Cardoso de Aquino
  • Jaiton Jaime das Neves Silva
  • Mayra Piloni Maestri

Resumo

A arborização urbana é toda cobertura vegetal de porte arbóreo presentes nas cidades e tem como objetivo principal o enriquecimento da paisagem e da qualidade do meio ambiente. Dessa forma, o objetivo do trabalho foi analisar a arborização urbana do bairro Santa Clara, no município de Santarém, Estado do Pará, quanto a sua diversidade florística, origem das espécies utilizadas na arborização e seus conflitos com a fiação elétrica da cidade. Para o presente trabalho, foi realizado um inventário com planilhas estruturadas e feitos registros fotográficos de todas as árvores inventariadas. Para identificação das famílias e espécies foi utilizada referências bibliográficas especializadas. Após a coleta de dados, as informações foram tabuladas em planilha do Microsoft Excel, e realizada análise de dados. Foram encontradas 411 plantas arbustivas e arbóreas, pertencentes a 28 espécies, atribuindo à arborização do bairro Santa Clara uma boa diversidade de espécies, em que a Mangueira a espécie mais frequente, seguida do Ipê-amarelo, Oiti, Nim e Ficus. O Índice de Shannon-Weaver (H’) atingiu o valor de 2,16 e o Índice de Equabilidade de Pielou (J) apresentou valor 0,65. Quanto a origem das espécies utilizadas, 50% são nativas e 50% consideradas exóticas. Além disso, a maior parte das espécies apresentou contato com a fiação elétrica dos centros urbanos (51%). Há um predomínio de indivíduos de espécies exóticas na arborização, causando a desvalorização flora nativa local que possui espécies de grande potencial para arborização urbana no bioma Amazônia.

Biografia do Autor

Marina Gabriela Cardoso de Aquino

Mestranda em Engenharia Florestal, Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages-SC. Email: marinaacardosoo@gmail.com. Endereço: Rua Alberto Pasqualini, 515, Conta Dinheiro, Lages-SC. *Autora para correspondência

Jaiton Jaime das Neves Silva

Mestrando em Engenharia Florestal, Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages-SC

Mayra Piloni Maestri

Doutoranda em Ciências Florestais, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém-PA

Downloads

Publicado

2021-03-04