A Universidade como Sistema: Democratização Superior Versus Generalização do Diploma

Raul Angel Carlos Oliveira

Resumo


O objetivo deste artigo é tecer algumas ideias a respeito da pressão que as universidades sofrem por parte da sociedade e por parte do Estado, na forma de políticas educacionais. As políticas educacionais têm como objetivo mor a ampliação do conceito de cidadania via conquista do direito à educação. De acordo com essas políticas o sistema universitário teria a função de dar a todos uma oportunidade igual de participação da sociedade. Desta forma, o escopo desta pesquisa é discutir de que forma a democratização do ensino superior pode melhorar o status quo do indivíduo já que existe um consenso quase generalizado que a origem do problema da educação brasileira não está no acesso e sim no processo. Assim, para atingir os objetivos desta pesquisa optou-se pela pesquisa bibliográfica e documental que, aliado a uma abordagem hipotético-dedutivo, nos permite abordar o tema com rigor metodológico. Uma abordagem sistêmica nos permite analisar o sistema de ensino, não como simples relação de ensino, mas como sistema social, no qual cada elemento e cada transformação não faz sentido senão em relação com os outros. Conclui-se que a mercantilização do ensino tende a ocultar a segregação social, justamente no momento em que o sistema de ensino superior recebe cada vez mais alunos, a universidade acaba sendo afetada pelas condições sociais externas a ela.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Este periódico está indexado nas bases: 

    

 

Revista de Estudos Sociais

Universidade Federal de Mato Grosso/Cuiabá-MT/Brasil

Faculdade de Economia

Boa Esperança, Cuiabá-MT. CEP: 78.060-900

Telefone:(65)3615.8522 – RAMAL:203

Email: ufmt.fe.res@gmail.com