A Inovação Tecnológica na Sociedade do Conhecimento e o Papel Social da Embrapa no Desenvolvimento Regional

Autores

  • Fabiana Cunha Viana Leonelli

Resumo

Em um ambiente caracterizado, cada vez mais, pelo acesso a informação e, principalmente, pela transversalidade do conhecimento, faz-se necessário compreender como a inovação tecnológica pode ter reflexos tangíveis e intangíveis na organização.

A inovação pode ser entendida como a capacidade que a empresa tem em gerar novas idéias, identificar oportunidades e transformar esforços em produtos comercializáveis, buscando vincular a inovação com a geração de valor para a empresa, quase sempre, financeiro. No caso da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, a geração de valor advinda das inovações se expressa não apenas pela arrecadação de royalties, mas, sobretudo, pelo avanço do conhecimento e pelos benefícios sociais e ambientais que uma tecnologia pode gerar para quem a adota, para o entorno e para a sociedade. Neste sentido, pensar a inovação tecnológica nesta dimensão é complexo e envolve elementos que extrapolam os fatores tradicionais de produção. A capacidade inovadora é formada por uma sinergia entre cultura organizacional, processos internos e relacionamentos inter-organizacionais.

Downloads

Publicado

2011-06-03

Como Citar

Leonelli, F. C. V. (2011). A Inovação Tecnológica na Sociedade do Conhecimento e o Papel Social da Embrapa no Desenvolvimento Regional. Revista De Estudos Sociais, 12(23), 120-133. Recuperado de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/res/article/view/256

Edição

Seção

Artigos