A Pecuária como Atividade Primaz na Amazônia: Uma Discussão Acerca dos seus Aspectos Ambientais, das Populações Humanas Envolvidas e do Papel das Instituições na Dinâmica Desta Atividade

Autores

  • Cláudia Pinheiro Nascimento Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (UFPA)
  • Mauricio Silva Agência Nacional de Águas (ANA)
  • Manoela Barros Pedreira Ferreira Universidade Federal do Paraná (UFPR)

DOI:

10.19093/res.v17i33.2238

Palavras-chave:

Pecuária, Amazônia, Impactos ambientais, Populações envolvidas, Instituições

Resumo

A pecuária tem sido a atividade mais desenvolvida na Amazônia, mesmo seus impactos sociais e ambientais sendo conhecidos pela sociedade e discutidos pela comunidade científica. Este artigo tem como objetivo demonstrar os impactos sociais e humanos desta atividade e o porquê da manutenção desta atividade, a partir da leitura dos atores individuais e coletivos e do papel das instituições na dinâmica desta atividade.

Biografia do Autor

Cláudia Pinheiro Nascimento, Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (UFPA)

Formada em Geografia pela Universidade Estadual de Santa catarina (UDESC), mestre em Geografia pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR), atualmente doutoranda do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA) da Universidade federal do Pará (UFPA).

Mauricio Silva, Agência Nacional de Águas (ANA)

Formado em Geografia pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Especialista em Geoprocessamento da Agência Nacional de Águas- ANA, mestre em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Manoela Barros Pedreira Ferreira, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Formada em Geografia pela Universidade Federal do Pará. Mestranda em Geografia do Programa de Pós Graduação da Universidade Federal do Paraná, UFPR, bolsista Capes.

Downloads

Publicado

2015-04-29

Como Citar

Nascimento, C. P., Silva, M., & Pedreira Ferreira, M. B. (2015). A Pecuária como Atividade Primaz na Amazônia: Uma Discussão Acerca dos seus Aspectos Ambientais, das Populações Humanas Envolvidas e do Papel das Instituições na Dinâmica Desta Atividade. Revista De Estudos Sociais, 17(33), 208-227. https://doi.org/10.19093/res.v17i33.2238

Edição

Seção

Artigos