A RELAÇÃO ENTRE VARIÁVEIS SOCIODEMOGRAFICAS E UMA MARCA TOP OF MIND DE COSMETICOS

Autores

DOI:

10.30781/repad.v4i2.10005

Palavras-chave:

Marketing. Top of mind. Valor de marca. Comportamento do consumidor.

Resumo

O estudo sobre o comportamento do consumidor é importante para que as empresas construam suas marcas e consquistem consumidores, de forma que possam enfrentar a concorrência e manter a continuidade dos negócios. Neste sentindo, o presente trabalho tem como objetivo verificar se as variáveis sociodemograficas se relacionam com a marca top of mind para cuidados com os cabelos. Para tanto se utilizou de uma pesquisa descritiva, bibliográfica, do tipo survey e com a utilização de questionários semiestruturados que foram aplicados em uma amostra não probabilística e por conviniência, sendo os questionários distribuídos com uso das redes sociais e internet. Os dados foram analisados com o uso de técnicas estatística descritiva, correlação de Pearson e regressão linear simples. Após as análises se verificou uma correlação entre duas variáveis que apresentou um R² de 3,88%, não sendo possível aplicar as técnicas de regressão linear tendo em vista o não cumprimentos dos pressupostos de normalidade e homoscedastidade para o uso do modelo. Portanto, como principais achados, tem-se a marca Pantene com mais lembrada, que a melhor correlação entre as marcas e as variáveis sociodemográficas foi pantene e renda familiar, não sendo possível elaborar uma equação preditiva desta relação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Macário Neri Ferreira Neto, Universidade de Fortaleza

Doutorando em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza. Mestre Profissional em Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste pela Universidade Federal de Pernambuco (2018); Especialista em Finanças, Contabilidade e Controladoria pela Unoeste (2016); Especialista MBA Gestão Financeira de Empresas pela Universidade Potiguar (2013); especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade do Estado do RN (2010); Especialista MBA em Negócios Financeiros pela PUC-RJ (2007). Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Potiguar (2013) e em Administração pelo Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas (1999). Professor universitário pela Uninassau e funcionário do Banco do Brasil. Estudos e experiências na área de administração e contábeis, atuando principalmente nas seguintes áreas: competitividade, estratégia, finanças, gestão de recursos humanos, empreendedorismo, sustentabilidade e docência.

Referências

AAKER, D. A. The Value of Brand Equity. Journal of Business Strategy, v. 13 n. 4, p. 27 – 32, 1992. DOI: https://doi.org/10.1108/eb039503

AAKER, D. A. Marcas: Brand Equity: gerenciando o valor da marca.10 ed. São Paulo: Elsevier, 1998, 309 p.

CASTRO, L. A. M. H. de M.; GOUVEA, M. A. Avaliação da influência do tipo de marca na decisão de compra. REGE-Revista de Gestão, São Paulo, v. 21, n. 2, p. 235-251, abr-jun. 2014. DOI: https://doi.org/10.5700/rege528

CERQUEIRA, A. C. et al. Comportamento do consumidor de cosméticos: um estudo exploratório. Revista Formadores, Cachoeira, v. 6, n. 1, p. 128, nov. 2013.

COBB-WALGREN, C. J.; RUBLE, C. A.; DONTHU, N. Brand equity, brand preference, and purchase intent. Journal of advertising, v. 24, n. 3, p. 25-40, 1995. DOI: https://doi.org/10.1080/00913367.1995.10673481

COHEN, J. Statistical Power Analysis for the Behavioral Sciences. 2 ed. New York: Psychology Press, 1988.

CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. (Org.). Análise multivariada: para os cursos de Administração. Ciências Contábeis e Economia. São Paulo: Atlas, 2017.

COVALESKI, R. L.; COSTA, S. A. Humanização do discurso das marcas diante das novas experiências de consumo. Revista Gestão e Desenvolvimento, v. 11, n. 1, jan-jun. 2014. DOI: https://doi.org/10.25112/rgd.v11i1.117

DALFOVO, M. S.; LANA, R. A.; SILVEIRA, A. Métodos quantitativos e qualitativos: um resgate teórico. Revista interdisciplinar científica aplicada, Blumenau, v. 2, n. 3, p. 1-13, 2008.

DEHGHAN, A. N.; ALIZADEH, H.; MIRZAEI-ALAMOUTI, S. Exploring the customer perceived values as antecedent of purchase behavior. Serbian Journal of Management, v. 10, n. 2, p. 173-188, 2015. DOI: https://doi.org/10.5937/sjm10-7844

GARCIA, M. N. et al. Inovação no comportamento do consumidor: recompensa às empresas socioambientalmente responsáveis. RAI-Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 73-91, 2008.

GUTIÉRREZ, L. M. R. Estudio de cambio en la percepción del consumidor de marcas top of mind en el mercado colombiano. Poliantea, Bogotá, v. 10, n. 18, p. 113-142, jan-un. 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.15765/plnt.v10i18.535

HAIR JÚNIOR, J. F. et al. Análise multivariada de dados. São Paulo: Bookman Editora, 2009.

HAKALA, U.; SVENSSON, J.; VINCZE, Z. Consumer-based brand equity and top-of-mind awareness: a cross-country analysis. Journal of Product & Brand Management, v. 21, n. 6, p. 439-451, set. 2012. DOI: https://doi.org/10.1108/10610421211264928

KOTLER, P.; KELLER, K. L. Administração de Marketing. São Paulo: Pearson, 2012.

LEVRINI, G. R.; MACIEL, G. Fatores de influência no processo de compra de serviço de turismo por idosos. Marketing & Tourism Review, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, out. 2016. DOI: https://doi.org/10.29149/mtr.v1i1.3715

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia Científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2019. 373 p.

MATTEI, D.; MACHADO, M.; OLIVEIRA, P. A. Comportamento do consumidor: fatores que influenciam no processo de decisão de compra dos consumidores finais. Maringá Management, Maringá, v. 3, n. 2, jul-dez. 2006.

MOURA, R. G. Comportamento do consumidor: A influência da embalagem no processo de decisão de compra das mulheres na aquisição de cosméticos nos supermercados. REA-Revista Eletrônica de Administração, Franca, v. 16, n. 1, p. 4-24, jan-jun. 2018.

OLLIVEIRA, B.; GOUVÊA, M. A. O relacionamento entre a lembrança da marca e a sua participação de mercado. Revista Pretexto, Belo Horizonte, v. 13, n. 2, abr-jun. 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.21714/pretexto.v13i2.1165

OLIVEIRA, I. C.; MOREIRA NETO, A. L. C. Comportamento do consumidor: a influência das mídias sociais na decisão de compra de produtos gamers. Revista de Pós-Graduação da Faculdade Cidade Verde, Maringá, v. 2, n. 1, ago. 2016.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico [recurso eletrônico]: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2 ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

ROBERTS, J. A. Will the real socially responsible consumer please step forward? Business Horizons, v. 39, n. 1, p. 79-84, jan-fev.1996.

SCHARF, E. R.; SORIANO-SIERRA, E. J.; PRIM, D. Grandes marcas, ontem: o envelhecimento de marcas líderes. Revista de Administração FACES Journal, Belo Horizonte, v. 6, n. 2, maio-ago, 2007. DOI: http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2007V6N2ART93

SCHIVINSKI, B.; DABROWSKI, D. The effect of social media communication on consumer perceptions of brands. Journal of Marketing Communications, v. 22, n. 2, p. 189-214, 2016. DOI: https://doi.org/10.1080/13527266.2013.871323

SEMPREBON, E.; PRADO, P. H. M. A influência do poder no relacionamento entre consumidor e marca. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 20, n. 4, p. 389-411, jul-ago. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1982-7849rac2016140112

TRIOLA, M. F. Introdução à estatística. 12. ed. Rio de Janeiro: Ltc, 2017.

WOOD, L. Brands and brand equity: definition and management. Management decision, v. 38, n. 9, p. 662-669, nov. 2000. DOI: https://doi.org/10.1108/00251740010379100

VIEIRA, V. A. Comportamento do consumidor. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 6, n. 3, p. 219-221, set-dez. 2002.

Downloads

Publicado

2020-05-24