Vivência sexual de algumas civilizações antigas ocidentais: gregos, romanos, povos nativos da América Portuguesa e de partes da África

Autores

  • Fábio da Silva Gomes IFRJ

Resumo

Este artigo, resultado de uma pesquisa de mestrado que analisou as representações da diversidade sexual nos livros didáticos de história, pretende ampliar o conhecimento do público em geral acerca da vivência sexual de algumas civilizações antigas (grega e  romana) e de povos nativos da América Portuguesa e de partes da África.  Autores como Spencer (1996), Richards (1993) e Mott (1988) são utilizados como aporte teórico para a análise de fontes primárias, como poemas, processos inquisitoriais e registros de cronistas. Ao se entender que a diversidade sexual é uma construção sócio-histórico-cultural, espera-se, com este trabalho, contribuir para a diminuição de preconceitos e discriminações com as pessoas que destoam do padrão heteronormativo na sociedade atual.   

Downloads

Publicado

2020-08-31

Edição

Seção

Artigos de Tema Livre