PREVIDÊNCIA SOCIAL: UMA HISTÓRIA DE CONTRARREFORMAS E DE REAFIRMAÇÃO DA LÓGICA DO SEGURO PRIVADO

Autores

Palavras-chave:

Previdência Social, Contrarreforma, Proteção Social

Resumo

Esse artigo apresenta uma contextualização histórica da Previdência Social e enfatiza seus momentos de contrarreformas. É um debate necessário e de grande repercussão na atualidade brasileira, visto que a Previdência Social enquanto tripé da Seguridade Social é um direito conquistado pelos trabalhadores, contudo seu financiamento tem gerado inúmeros debates e questionamentos, colocando em questão sua gestão e até sua concepção. Os argumentos oficiais para realizar as inúmeras contrarreformas estão sempre sustentadas pela lógica do déficit, do qual discordamos. Assim, o presente texto, enfatizando a origem e o caminho de construção da previdência social, enquanto instituição formal, permite uma revisitação, visto que neste momento, os direitos sociais dos trabalhadores estão sendo combatidos com voracidade pelo governo do Presidente Michel Temer.

 

SOCIAL SECURITY: A HISTORY OF CONTRARFORMS AND REAFFIRMING THE PRIVATE INSURANCE LOGIC

Abstract: This article presents a historical context of Social Security and emphasizes its moments of counterreformation. It is a necessary debate and of great repercussion in the Brazilian reality, since Social Security as a tripod of Social Security is a right won by the workers, yet its financing has generated numerous debates and questions, questioning its management and even its conception. The official arguments for carrying out the numerous counter-reforms are always supported by the logic of the deficit, of which we disagree. Thus, the present text, emphasizing the origin and the way of building social security, as a formal institution, allows for a revision, since at present the social rights of workers are being fought with voracity by the government of President Michel Temer.

Key-words: Social Security. Counter-reforms. Social Protection. 


Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOSCHETTI, Ivanete. Seguridade Social e Trabalho. Paradoxos na Construção das Políticas de Previdência e Assistência Social no Brasil, Brasília: Letras Livres, 2006. p.36-160.

______. A Seguridade Social dilapidada: elementos determinantes de sua fragmentação no Brasil. (Projeto CNPq.) UnB. Brasília: 2002. p.02.

FALEIROS, Vicente de Paula. A questão da reforma da previdência social no Brasil. SER Social n. 7, Brasília: UnB, 2000. p.48.

FLEURY, Sônia. Estado sem cidadãos: Seguridade social na América Latina. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1994. p.200.

GENNI, Franco. Italianos no Brasil: “Adiano in Merica”. São Paulo: Edusp, 2003. p. 21-23.

Economia na ditadura militar. Disponível em: <http://www.portalsaofrancisco.com.br/historia-do-brasil/economia-na-ditadura-militar> Acesso em: 23 dez. 2017. s/p.

INCISA, L. Populismo. In: BOBBIO, N.; MATTEUCCI, N.; PASQUINO, G. (orgs.) Dicionário de política. Brasília: Edunb, 1999. p.981.

LEITE, Celso Barroso. A crise da previdência social. Rio de Janeiro: Zahar, 1996. p.138.

MALLOY, James. Política de Previdência Social no Brasil. São Paulo: Graal, 1976. p.57.

MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967. p.95.

MARQUES, Rosa Maria, MENDES, Áquilas. O governo Lula e a contra-reforma previdenciária. Perspectiva, vol. 18, n. 3, São Paulo: 2004. p.22.

MUNHOZ, Dércio Garcia. A improcedência dos argumentos da nova reforma da previdência. ADunicamp n.1, Campinas:2003. p.35-36.

OLIVEIRA, Francisco de. Os direitos do antivalor. Petrópolis: Vozes, 1998. p.64.

OLIVEIRA, Jaime A. de Araújo, TEIXEIRA, Sônia M. Fleury. (IM) Previdência Social. Petrópolis: Vozes, 1989. p.49.

PRATA, Jose de Araújo. Previdência Social ameaçada e a contra-reforma neoliberal. Inscrita n. 1, CFESS, Brasília: 1997. p. 14-15.


SALVADOR, Evilásio da Silva. As implicações da Reforma da Previdência Social de 1998 sobre o Mercado de trabalho no Brasil. Dissertação (mestrado em Serviço Social), Instituto de Ciência Humanas, Universidade de Brasília. Brasília: 2003. p.72-79.

SILVA, Maria Lucia Lopes da. Previdência Social um direito conquistado. 2. ed., Brasília: Editora do Autor, 1997. p.31-49.

SILVA, José Afonso da. Aplicabilidade das normas constitucionais. 6. ed., São Paulo: Malheiros, 2003.

TAVARES, Marcelo Leonardo. Direito Previdenciário Regime Geral da Previdência Social e Regime próprio de Previdência Social. Rio de Janeiro: Lúmen Júris, 2007. p.03-42.

TEIXEIRA, Aloísio. Do seguro à seguridade: a metamorfose do sistema previdenciário brasileiro. texto 249. Rio de Janeiro: UFRJ, 1990. p.26.

VIANNA, Maria Lucia T. Werneck. O silencioso desmonte da Seguridade Social no Brasil: o papel dos benefícios contributivos. In: VIANA, A. L. P. P.; ELIAS, E. M.; IBAÑEZ, N. (orgs). Proteção Social: dilemas e desafios. São Paulo: Hucitec, 2001. p.142-173.

______. A americanização da Seguridade Social no Brasil. Rio de Janeiro: Revan, 1998. p.142.

Downloads

Publicado

2018-02-01

Como Citar

SILVA, M. S. e; ALVES, N. S. PREVIDÊNCIA SOCIAL: UMA HISTÓRIA DE CONTRARREFORMAS E DE REAFIRMAÇÃO DA LÓGICA DO SEGURO PRIVADO. REVISTA DIREITOS, TRABALHO E POLÍTICA SOCIAL, [S. l.], v. 4, n. 6, p. 169–199, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/rdtps/article/view/8847. Acesso em: 21 jun. 2024.