SUJEITOS EM SITUAÇÃO DE RUA: TRANSITANDO ENTRE CONCEITOS E INTERPRETAÇÕES

Autores

  • Ruteléia Cândida de Souza Silva Universidade Federal de Mato Grosso
  • Cleudiaude Martins Lopes Universidade Federal de Mato Grosso

Palavras-chave:

Trabalho, Questão Social, Acumulação do Capital, Sujeitos em Situação de Rua, Processo de Rualização 

Resumo

Este artigo busca refletir sobre o fenômeno vivenciado por sujeitos em situação de rua e sua relação com o processo de rualização, considerando diferentes conceitos e interpretações. O recurso ao método crítico dialético permitiu romper com a descrição de condições aparentes, apreendendo sua dimensão histórica, conectado a condicionantes estruturais e políticos que colocam em cena outras determinações. Por meio de uma revisão bibliográfica, as reflexões aqui formuladas partem de categorias teóricas fundamentais (trabalho e questão social) até alcançar outras esclarecedoras do fenômeno estudado e da pobreza, enquanto expressões da questão social. Como resultado, esse fenômeno é apresentado atrelado às relações sociais de propriedade, produção e reprodução, geradoras de um modo particular de exploração da força de trabalho pela classe burguesa e de acumulação de capital.

 

SUJETOS EN SITUACIÓN DE CALLE: TRANSITANDO ENTRE CONCEPTOS E INTERPRETACIONES

Resumen: Este artículo busca reflexionar sobre el fenómeno vivido por sujetos en situación de calle y su relación con el proceso de rualización, considerando diferentes conceptos e interpretaciones. El recurso al método crítico dialéctico permitió romper con la descripción de condiciones aparentes, aprehendiendo su dimensión histórica, conectado a condicionantes estructurales y políticos que ponen en escena otras determinaciones. Por medio de una revisión bibliográfica, las reflexiones aquí formuladas parten de categorías teóricas fundamentales (trabajo y cuestión social) hasta alcanzar otras esclarecedoras del fenómeno estudiado y de la pobreza, como expresiones de la cuestión social. Como resultado, este fenómeno se presenta vinculado a las relaciones sociales de propiedad, producción y reproducción, generadoras de un modo particular de explotación de la fuerza de trabajo por la clase burguesa y de acumulación de capital.

Palabras clave: Trabajo. Cuestión Social. Acumulación del Capital. Sujetos en Situación de Calle. Proceso de Rualización.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ruteléia Cândida de Souza Silva, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutoranda em Política Social pela Universidade Federal do Espírito Santo; Mestre em Política Social e Graduada em Serviço Social pela mesma Universidade. Professora da Universidade Federal de Mato Grosso, atuando, principalmente, nas seguintes temáticas: pobreza; trabalho; pesquisa e área sociojurídica.

Cleudiaude Martins Lopes, Universidade Federal de Mato Grosso

Graduando do Curso de Serviço Social da Universidade Federal de Mato Grosso.

Referências

BRANCO, Rodrigo Castelo. A “questão social” na origem do capitalismo: pauperismo e luta operária na teoria social de Marx e Engels. 2006. Dissertação [Mestrado]. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Escola de Serviço Social (ESS). Programa de Pós-graduação em Serviço Social. Rio de Janeiro: UFRJ/ESS, 2006.

ENGELS, Friedrich. A situação da classe trabalhadora na Inglaterra. Editora Global. São Paulo, 1985.

FRAGA, Patrícia. População em Situação de Rua e Acesso à Saúde. 2015. 192 f. Dissertação [Mestrado em Serviço Social]. Programa de Pós-graduação em Serviço Social. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Florianópolis: UFSC, 2015.

GEHLEN, Ivaldo; SANTOS, Simone Ritta dos; SILVA, Marta Borba. Diversidade e proteção social:  estudos quanti-qualitativos das populações de Porto Alegre-afrobrasileiros, coletivos indígenas, crianças, adolescentes e adultos em situação de rua e remanescentes de quilombos. Porto Alegre: Century, 2008.

MACHADO, Simone Araújo. O processo de rualização e o Sistema Único de Assistência Social/SUAS: uma interlocução necessária entre Proteção Social Básica e Proteção Social Especial. 2012. 131 f. Dissertação [Mestrado]. Programa de Pós-Graduação em Serviço Social. Faculdade de Serviço Social. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Porto Alegre: PUCRS, 2012.

MARX, Karl. O 18 brumário de Luiz Bonaparte. São Paulo: Centauro, 2003.

Marx, Karl. As lutas de classes na França. Tradução Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2012. (Coleção Marx-Engels).

MARX, Karl. O capital: crítica da Economia Política. Livro 1. São Paulo: Boitempo, 2013.

NETTO, José Paulo. Cinco notas a propósito da “questão social”. In: Revista Temporalis. ano 2, n. 4. Brasília: ABEPSS, 2001, p. 41-49.

PRATES, Flávio Cruz; PRATES, Jane Cruz; MACHADO, Simone Araújo. Populações em situação de rua: os processos de exclusão e inclusão precária vivenciados por esse segmento. In: Revista Temporalis. ano 11, n. 22. Brasília: ABEPSS, jul/dez. 2011, p.191- 215. 

SILVA, Maria Lucia Lopes da. Trabalho e população em situação de rua no Brasil. São Paulo: Cortez, 2009. 

Downloads

Publicado

2018-02-01