MIGRAÇÕES FORÇADAS: Um estudo acerca do refúgio na atualidade

Autores

Palavras-chave:

Migração Forçada. Capitalismo. Direitos.

Resumo

Este artigo pretende analisar a situação do refugiado em um espaço globalizado, regido pela máxima acumulação do capital. Porém não deixaremos de inferir sobre o contexto histórico-social desse grupo, como o recente fluxo imigratório para o Brasil, quando a entrada é negada em países como EUA e Europa. Esses sujeitos tem no país sul-americano uma via de escape de regiões em estado crítico que não mais garantem sua integridade física. Realizamos aqui um mapeamento dos dados sobre o refúgio no Brasil e no mundo desde 2010 e analisamos as principais legislações que versam sobre o tema. Discorreremos criticamente acerca de sua estadia nesta sociedade, e das garantias e direitos que terão no país.

Biografia do Autor

Samara Vieira Franco, Mestranda do Programa de Pós Graduação em Serviço Social e Desenvolvimento Regional da Universidade Federal Fluminense.

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Serviço Social e Desenvolvimento
Regional da Universidade Federal Fluminense.

Referências

ACNUR. Dados sobre o Refúgio no Brasil - Uma análise estatística (2010-2014). Disponível em: <http://www.acnur.org/t3/portugues/recursos/estatisticas/dados-sobre-refugio-no-brasil/>. Acesso em: Jan. de 2015.

BARRETO, Luiz Paulo Teles Ferreira. Refúgio no Brasil: A proteção brasileira aos refugiados e seus impactos nas Américas. Brasília: ACNUR, Ministério da Justiça, 2010.

BATISTA, Vanessa Oliveira. O fluxo migratório mundial e o paradigma contemporâneo de segurança migratória. Revista Versus Acadêmica - UFRJ, Rio de Janeiro, p.68-78, nov. 2009.

BEHRING, Elaine; BOSCHETTI, Ivanete. Política social: fundamentos e história. 8.ed. São Paulo: Cortez, 2007.

BÓGUS, L. M.; RODRIGUES, V. M. Os refugiados e as políticas de proteção e acolhimento no Brasil: história e perspectivas. Dimensões, Espírito Santo, vol.27, 2011, p.101-104
BRASIL. Lei 9.474/97. De 22 de julho de 1997. Brasília: Presidência da República, 1997.

_______. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. São Paulo: Saraiva, 2004.

COUTINHO, Carlos Nelson. Cidadania e Modernidade. São Paulo: Perspectivas, 1999.

HOBSBAWM, Eric J. A Era Dos Extremos: O Breve Século XX (1914-1991). 2. ed. São Paulo: Cia das Letras,1995.

IAMAMOTO, Marilda Vilela. A questão social no capitalismo. In: Revista Temporalis, Brasília, n.03, jan./jun. 2001.

LUXEMBURGO, Rosa. A acumulação do capital. Rio de Janeiro: Zahar, 1970.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política. Livro I, Volume 1 e 2. São Paulo: Boitempo, 2013.

OAB. Ordem dos Advogados do Brasil. Seção Espírito Santo. Cartilha do Refugiado. dez. 2014. Disponível em: <http://issuu.com/oabes/docs/oab_-_cartilha_direitos_humanos_bai/8>. Acesso em: 20 Jan. de 2015.

PIOVESAN, Fávia. Temas de Direitos Humanos. 2 ed. São Paulo: Max Limonad, 2003.

Downloads

Publicado

2016-01-02