AVALIAÇÃO DA PRESENÇA DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO CENÁRIO CONSTRUTOR LUDOVICENSE

Autores

DOI:

10.56267/rdtps.v8i15.14572

Palavras-chave:

Inclusão, Mercado de trabalho, Legislação

Resumo

A construção civil, com base na história, se apresenta como um segmento de marcante atuação na geração de vagas de emprego, entretanto, mesmo com tal característica, a presença de pessoas com deficiência (PcD’s) no mercado construtor ainda se apresenta insatisfatória. O presente artigo objetiva avaliar o atual cenário da presença de PcD’s na indústria da construção civil em São Luís do Maranhão. O estudo foi baseado em uma pesquisa descritiva e exploratória através da análise de dados obtidos por entrevistas realizadas em oito construtoras atuantes na cidade e com um engenheiro civil projetista paraplégico. Os resultados demonstram os variados obstáculos que estão alinhados à contratação e manutenção de pessoas com deficiência nas empresas da construção civil, conforme dados coletados, são inúmeros os fatores ligados ao descumprimento da legislação, indo desde a falta de capacitação dos profissionais, a escassez dos mesmos no mercado e até mesmo a falsa ilusão que alguns PcD’s têm de emprego garantido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo do Nascimento Melo, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestrando em Engenharia Civil pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Possui graduação em Engenharia Civil pelo Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Maranhão (IFMA) - Campus Monte Castelo. Voluntário de Iniciação Científica (PIBIC/IFMA), com o projeto: Estudo comparativo entre o gesso reciclado e o comercial nos aspectos de resistência à compressão e absorção de água. E voluntário de Iniciação Científica (PIBIC/IFMA), com o projeto: proposta de intervenção na malha cicloviária de São Luís.

Cynthia Leonis Dias Cintra, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão

Doutora em Ciências e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de São Carlos. Mestre em Saúde e Ambiente pela Universidade Federal do Maranhão. Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho pelo IFMA (CEFET-MA) e em Metodologia do Ensino Superior pela UFMA. Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Professora de Magistério Superior, Associada IV, do Instituto Federal do Maranhão - Curso de Engenharia Civil Ministrou aulas nas especializações em Engenharia de Projetos Industriais (IFMA), Engenharia de Segurança do Trabalho (UNICEUMA); Iluminação e Eficiência Energética (UNICEUMA), Engenharia Ambiental (UNICEUMA) e Engenharia Clínica (UFMA). Coordenou as Especializações em Engenharia de Segurança do Trabalho e Engenharia Ambiental no UNICEUMA. Membro do Núcleo Docente Estruturante do curso de Engenharia Civil do IFMA. Pesquisadora e consultora ad hoc FAPEMA-MA. Ambientalista. Líder do Grupo de Pesquisa - Estudos Urbanos: arquitetura, engenharia e a cidade, cadastrado no CNPQ e certificado pelo IFMA. Membro do Comitê de Pesquisa e Inovação do IFMA.

Referências

AQUECIDO, setor de construção civil acumula vagas de emprego, mas tem demanda por profissionais qualificados. G1, Campinas, 21 de dezembro de 2021. Campinas e Região. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2021/12/21/aquecido-setor-de-construcao-civil-acumula-vagas-de-emprego-mas-tem-demanda-por-profissionais-qualificados.ghtml Acesso em: 03 fev. 2022.

BRASIL. Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999. Regulamenta a Lei no 7.853, de 24 de outubro de 1989, dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas de proteção, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 21 dez. 1999. Seção 1, p. 10.

BRASIL. Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais.

BRASIL. Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências.

BRASIL. Lei nº 14.020, de 06 de julho de 2020. Institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda; dispõe sobre medidas complementares para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus, de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020; altera as Leis n os 8.213, de 24 de julho de 1991, 10.101, de 19 de dezembro de 2000, 12.546, de 14 de dezembro de 2011, 10.865, de 30 de abril de 2004, e 8.177, de 1º de março de 1991; e dá outras providências. Brasília, DF: Congresso Nacional. 2020a

BRASIL, Senado Federal. Projeto de Lei nº 1.235, de 27 de fevereiro de 2019. Altera a Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, para incluir as empresas com 50 até 99 empregados na relação de empresas que estão obrigadas a preencher seus cargos com pessoas com deficiência e com beneficiários reabilitados da Previdência Social, nos termos que específica. Brasília, DF: Senado Federal, 2019ª.

CBIC. Resultados do PIB Brasil e da construção no 1º trimestre surpreendem. CBIC. Disponível em: https://cbic.org.br/resultados-do-pib-brasil-e-da-construcao-no-1o-trimestre-surpreendem/ Acesso em: 27 de fevereiro de 2022.

DA SILVA, P. M. M., NETO, M. P. R., BRITO, L. M. P., DA SILVA BARRETO, L. K., & GURGEL, F. F. (2017). Os desafios para a inclusão de pessoas com deficiência em organizações da construção civil. HOLOS, 7, 311-327.

DURAN, PEDRO; JANONE, LUCAS. Construção civil registra 9 meses de contratações e abre 285 mil vagas em 2021. CNN, 2021. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/business/construcao-civil-tem-saldo-de-285-mil-novos-empregos/ Acesso em: 27 de junho de 2021.

FIESP. O Cenário do Emprego da Pessoa com Deficiência no Estado de São Paulo. São Paulo: FIESP, 2011

LOTURCO, Bruno. Mercado da construção civil 2021: crescimento depende dos preços de insumos. SIENGE Plataforma, 2020. Disponível em: https://www.sienge.com.br/blog/mercado-da-construcao-civil-2021/ Acesso em: 27 de junho de 2021.

MACCALI, Nicole et al. As práticas de recursos humanos para a gestão da diversidade: a inclusão de deficientes intelectuais em uma federação pública do Brasil. RAM. Revista de Administração Mackenzie, v. 16, n. 2, p. 157-187, 2015.

MAIS de 40 mil novos postos de trabalho foram criados em 2021. O Maranhense, São Luís, 01 de fevereiro de 2022. Geral. Disponível em: https://omaranhense.com/mais Acesso em: 03 fev. 2022.

MESSIAS, Eliane Pereira. Pessoa com deficiência e mercado de trabalho: um olhar sobre as empresas de Viçosa-MG. 2018.

MINISTÉRIO do Trabalho e Emprego. Programa de Disseminação das Estatísticas do Trabalho. Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). Brasília, DF, 2021.

QUADROS, Eduardo Nunes. Desafios e perspectivas para inclusão de Portadores de Necessidades Especiais em empresas de Construção Civil. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 05, Ed. 08, Vol. 01, pp. 171-197, 2020.

RODRIGUES, Jessé. PcD, PNE, afinal, que termo usar para Pessoas com Deficiência? PCDMais, 2020. Disponível em: https://pcdmais.com.br/pcd-pne-afinal-que-termo-usar-para-pessoas-com-deficiencia Acesso em: 08 de fevereiro de 2022.

SANTOS, Thályta Bueno Morais dos et al. Perfil da mão de obra da construção civil de Aragarças–GO. Goiás, 2019.

Downloads

Publicado

2022-12-30

Como Citar

DO NASCIMENTO MELO, L.; LEONIS DIAS CINTRA, C. . AVALIAÇÃO DA PRESENÇA DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO CENÁRIO CONSTRUTOR LUDOVICENSE. REVISTA DIREITOS, TRABALHO E POLÍTICA SOCIAL, [S. l.], v. 8, n. 15, p. 124-148, 2022. DOI: 10.56267/rdtps.v8i15.14572. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/rdtps/article/view/14572. Acesso em: 28 jan. 2023.