A TRAJETÓRIA HISTÓRICA DOS SINDICATOS DE ASSISTENTES SOCIAIS NO BRASIL

Autores

DOI:

10.56267/rdtps.v8i14.12999

Palavras-chave:

Sindicalismo, Serviço Social, Movimento de Renovação do Serviço Social Brasileiro

Resumo

Este artigo tece sobre o histórico da organização sindical de assistentes sociais e sua relação com a ruptura profissional com o conservadorismo. Para alcançar essa finalidade realizou-se uma pesquisa bibliográfica e documental, bem como pesquisa de campo com sindicatos de assistentes sociais, seguindo todos os preceitos éticos. Assim, aborda-se sobre o contexto social brasileiro e endógenos do Serviço Social no período de surgimento dos sindicatos. Bem como, a articulação da contestação do serviço social tradicional e da construção de um Projeto Ético-Político do Serviço Social com a organização sindical de assistentes sociais e suas posições classistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel de Brito Sousa, UFMT / Departamento de Serviço Social - ICHS

Docente do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Graduada em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará (UECE); Mestre em Serviço Social pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Referências

ABRAMIDES, Maria Beatriz Costa, CABRAL, M. do Socorro R. O novo sindicalismo e o Serviço social: trajetória e processo de luta de uma categoria: 1978 – 1988. São Paulo: Cortez, 1995.

ABRAMIDES, Maria Beatriz Costa. Movimento sindical e Serviço Social: organização sindical por ramo de atividade ou por categoria? In: ABRAMIDES, Maria Beatriz Costa; DURIGUETTO, Maria Lúcia (Orgs). Movimentos sociais e Serviço social: uma relação necessária. São Paulo: Cortez, 2014.

ABRAMIDES, Maria Beatriz Costa. O Projeto Ético-Política Profissional do Serviço Social Brasileiro. 2006. 401 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.

ABRAMIDES, Maria Beatriz; CABRAL, Maria do Socorro. A organização política do Serviço Social e o papel da CENEAS/ANAS na virada do Serviço Social brasileiro. In: CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL – CFESS (Org.). 30 Anos do Congresso da Virada. Brasília: CFESS, 2009. p. 55-78.

ABRAMIDES, Maria Beatriz Costa. Trabalho, sindicato, saúde e serviço social: crise do capital e desafios para a classe trabalhadora. In: NAVARRO, Vera Lucia; LOURENÇO, Edvânia Ângela de Souza (Orgs.). O Avesso do trabalho IV: terceirização, precarização e adoecimento no mundo do trabalho. São Paulo: Outras Expressões, 2017. p. 225-244.

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. 6 Ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

IAMAMOTTO, Marilda Villela; CARVALHO, Raul de. Relações sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológico. 19 ed. São Paulo: Cortez, 2006.

IAMAMOTTO, Marilda Villela. Serviço social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. 7ed. São Paulo: Cortez, 2012.

MATTOS, Marcelo Badaró. Trabalhadores e sindicatos no Brasil. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

MATTOS, Marcelo Badaró. Movimento sindical brasileiro: o desafio da reorganização. In: ABRAMIDES, Maria Beatriz Costa; DURIGUETTO, Maria Lúcia (org.). Movimentos sociais e Serviço social: uma relação necessária. São Paulo: Cortez, 2014, p. 85-101.

NETTO, José Paulo. Capitalismo Monopolista e Serviço Social. 8 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

NETTO, José Paulo. A construção do Projeto Ético Político do Serviço social. In: MOTA, A.E.; BRAVO, M.I.S.; UCHÔA, R.; NOGUEIRA, V.; MARSIGLIA, R.; GOMES, L.; TEIXEIXA, M. (Orgs). Serviço social e Saúde: Formação e Trabalho Profissional. Brasília: 2001.

RAMOS, Sâmya Rodrigues. A mediação da organização política na (re) com construção do projeto profissional: o protagonismo do Conselho Federal de Serviço Social. Tese de Doutorado. Recife, PE: 2005, p.16-113.

SANTOS, Tássia Rejane Monte dos. A organização sindical dos assistentes sociais no Brasil: dilemas e desafios contemporâneos. 2010. 178f. Mestrado em Serviço Social (Programa de Pós-Graduação em Serviço Social) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. 2010.

Downloads

Publicado

2022-06-15

Como Citar

SOUSA, R. de B. A TRAJETÓRIA HISTÓRICA DOS SINDICATOS DE ASSISTENTES SOCIAIS NO BRASIL. REVISTA DIREITOS, TRABALHO E POLÍTICA SOCIAL, [S. l.], v. 8, n. 14, p. 80-108, 2022. DOI: 10.56267/rdtps.v8i14.12999. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/rdtps/article/view/12999. Acesso em: 6 fev. 2023.