AQUISIÇÃO DE PORTUGUÊS (ESCRITO) COMO SEGUNDA LÍNGUA POR SURDOS: RESULTADOS DA PESQUISA LINGUÍSTICA E IMPLICAÇÕES EDUCACIONAIS

Autores

  • Heloisa Maria M. L. Salles e Aline Camilla Romão Mesquita polifoniapa@gmail.com

Resumo

Neste estudo, temos por objetivo investigar aspectos da situação linguística dos surdos, tendo em vista a relevância da educação linguística para sua socialização no âmbito da comunidade surda, por meio da língua de sinais brasileira (LSB), e com os ouvintes, por meio do português (escrito), adquirido como segunda língua. Nesse contexto, surgem questões políticas e científicas, que propiciam, por um lado, avanços sociais e institucionais e, por outro, a ampliação do conhecimento científico, particularmente em relação à Língua de Sinais Brasileira (LSB), na relação com outras línguas naturais. Adotando o quadro teórico da gramática gerativa, apresentamos resultados de pesquisas prévias em relação ao tema da aquisição de português como segunda língua por surdos em contexto educacional, demonstrando a eficácia da hipótese da interferência da L1, bem como o papel do aporte da interpretabilidade dos traços formais no desenvolvimento linguístico.

Downloads

Publicado

2018-09-22

Como Citar

ALINE CAMILLA ROMÃO MESQUITA, H. M. M. L. S. e. AQUISIÇÃO DE PORTUGUÊS (ESCRITO) COMO SEGUNDA LÍNGUA POR SURDOS: RESULTADOS DA PESQUISA LINGUÍSTICA E IMPLICAÇÕES EDUCACIONAIS. Polifonia, [S. l.], v. 25, n. 38.1, p. 124–144, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/7275. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Edição Comemorativa