IMPACTOS DA ATIVIDADE ANTRÓPICA NA QUALIDADE HÍDRICA DOS CÓRREGOS PEDREIRA E FURQUIM E DO RIO GUAPEVA EM JUNDIAÍ-SP, BRASIL

Autores

  • Joice Muniz Silva
  • Ana Beatriz Carollo Rocha Lima

Resumo

Os Córregos Pedreira e Furquim são afluentes do Rio Guapeva e tem suas nascentes em áreas de baixa densidade urbana, e sua foz em área de densa ocupação antrópica. O presente estudo teve o objetivo de determinar a qualidade da água dos córregos Pedreira e Furquim em suas nascentes e na confluência com o Rio Guapeva a fim de verificar o impacto da atividade antrópica na qualidade dos recursos hídricos da região. Para isso, foram aferidos parâmetros físico-químicos e microbiológicos através do Ecokit 2 da Alfakit®. Também foram obtidos dados climáticos e organolépticos. Os resultados obtidos foram comparados com os padrões estabelecidos pela Resolução CONAMA 357/2005 para as classes 1 e 2 das de águas doces. A maioria dos resultados obtidos estavam em desacordo com os padrões estabelecidos pela Resolução CONAMA 357/2005. No parâmetro físico-químico ortofosfato, a foz do córrego Furquim e ambos os pontos amostrais do Rio Guapeva apresentaram valores elevados em relação ao estabelecido pela Resolução. No parâmetro microbiológico E. coli, com exceção da nascente do Córrego Pedreira, todos os pontos amostrais apresentaram valores divergentes com a Resolução. A presença dos indicadores organolépticos material sedimentável, algas, cheiro forte e materiais flutuantes (inclusive resíduos sólidos urbanos) e a ausência de peixes foi identificada em praticamente todas as amostras, exceto na nascente do Córrego Furquim, que se encontra em uma região preservada, diferentemente das demais amostras que se encontram em regiões rodeados por atividades antrópicas.

Biografia do Autor

Joice Muniz Silva

Bacharel em Biomedicina. Universidade Paulista (UNIP) campus Jundiaí. joicemunizsilva@gmail.com

Ana Beatriz Carollo Rocha Lima

Mestre em Biologia Animal (UNICAMP), especialista em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão Municipal de Recursos Hídricos (IFCE/ANA), doutorado em andamento em Patologia Ambiental e Experimental (UNIP, campus Indianópolis). Professora Adjunta da Universidade Paulista (UNIP, campus Jundiaí), curso de Ciências Biológicas, Instituto de Ciências da Saúde. abeatrizcrl@gmail.com *Autor para correspondência: Ana Beatriz Carollo Rocha Lima. Universidade Paulista-UNIP, campus Jundiaí. Avenida Armando Giassetti, 577 - Vila Hortolândia - Trevo Itu/Itatiba - Jundiaí – SP, CEP 13214-525, Tel.: (11) 4815-2333.

Downloads

Publicado

2020-10-17