A Não Linearidade do Nexus Desenvolvimento Financeiro - Crescimento Económico: O caso dos países produtores de petróleo

José Alberto Fuinhas, António Cardoso Marques, Rúben Simão

Resumo


O presente estudo apresenta uma nova perspetiva da influência do Desenvolvimento Financeiro sobre o Crescimento Económico num painel de 15 países produtores de petróleo, com um período temporal de 1981 a 2011. Incorporou-se no modelo variáveis como as rendas de petróleo, o rácio de produção de petróleo sobre consumo de energia primária, preços de petróleo, exportações de bens e serviços, consumo de petróleo e emissões de CO2. Utilizou-se o modelo ARDL, para analisar as relações dinâmicas entre as variáveis no longo e no curto prazo. Seguidamente utilizou-se o estimador Driscoll-Kray, com efeitos fixos, para corrigir a significância dos parâmetros estimados. Os resultados demonstram a não linearidade no longo prazo, através do Teste U, entre Desenvolvimento Financeiro e Crescimento Económico nos estudos formulados. Devido ao longo período estudado, às variáveis incluídas e ao uso de técnicas econométricas adequadas, ampliou-se a literatura do nexus Desenvolvimento Financeiro-Crescimento Económico.

Palavras-chave


Desenvolvimento financeiro, crescimento económico, não linearidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19093/res.v18i36.2536

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Este periódico está indexado nas bases: 

    

 

Revista de Estudos Sociais

Universidade Federal de Mato Grosso/Cuiabá-MT/Brasil

Faculdade de Economia

Boa Esperança, Cuiabá-MT. CEP: 78.060-900

Telefone:(65)3615.8522 – RAMAL:203

Email: ufmt.fe.res@gmail.com